10 anos de Google Street View

O Street View começou como uma ideia ousada de Larry Page para criar um mapa em 360 ​​graus do mundo. Hoje, 10 anos após a primeira imagem ser publicada no Street View, as pessoas podem escalar montanhas, mergulhar nas profundezas do oceano, explorar becos onde vendem lámen e percorrer museus em cantos distantes do mundo. Na última década, muita coisa mudou — a tecnologia que usamos, o próprio planeta –, mas o objetivo do Google Maps permaneceu o mesmo: te ajudar a navegar e descobrir novos cantos do mundo. Assim, parabéns pelos dez anos do Street View!

Agora, vamos voltar no tempo e ver como tudo começou. Larry começou o primeiro protótipo, em 2004, com uma equipe de Googlers que se apaixonaram pela ideia de criar uma visão de 360 ​​graus do mundo. Eles colocaram câmeras em uma van, incluíram alguns lasers (ok, talvez fosse um pouco mais complicado do que isso) e, assim, nasceu o primeiro carro do Street View. Em 2006, o Street View colocou o “pé na estrada”, visitou algumas cidades dos Estados Unidos e, em maio de 2007, a primeira imagem foi publicada. Dez anos depois, divulgamos imagens de todos os continentes, em 83 países, e já viajamos cerca de 16 milhões de quilômetros com o carro. Veja onde já estivemos.

Enquanto nossos carros exploravam ruas ao redor do mundo, sentíamos que ainda faltavam alguns dos lugares mais bonitos da Terra: o mundo que existe além das estradas. Então, desenvolvemos plataformas personalizadas, como o Trekker do Street View, para ir para onde os carros não conseguiam chegar. O Trekker é projetado para andar por ruas estreitas ou por trilhas, capturando imagens a todo o momento. Com isso, já viajamos por maravilhas naturais e por patrimônios da humanidade como o Grand Canyon, o Taj Mahal, o Angkor Wat, as Ilhas Galápagos e até mesmo pelos canais de Veneza. Além disso, o Street View tem sido usado por organizações para observar animais selvagens, como elefantes, chimpanzés, ursos polares e sapos em seu habitat natural. Ao longo dos anos, colocamos câmeras do Street View em uma moto de neve para te levar mais perto do pato Eider-Edredão, nas costas de um camelo para percorrer o deserto árabe, e também em um Trolley para dar uma melhor visão de obras de arte renomadas no mundo.

Para construir nosso mapa do mundo mais rapidamente, em 2013 passamos a contar com a ajuda de voluntários pelo programa de empréstimos do Trekker. Dessa forma, emprestamos câmeras do Street View para coletar imagens de 360 ​​graus dos locais que cada voluntário conhece bem. Em 2015, o aplicativo do Street View surgiu para que qualquer pessoa pudesse publicar fotos esféricas (panorâmicas de 360 ​​graus) de seus lugares favoritos no Google Maps em um instante. Neste último mês, expandimos para mais de 20 novas câmeras compatíveis com o Street View para te ajudar a documentar suas aventuras com imagens de alta qualidade. Agora, qualquer pessoa pode contribuir com imagens panorâmicas para o Street View.

Ao longo dos anos, aprendemos que as possibilidades do Street View são infinitas. Só na América Latina, você consegue passear pelas ruínas do local mais histórico do Peru: Machu Picchu, uma das Sete Novas Maravilhas do Mundo e um dos locais mais famosos, místicos e espirituais do mundo. Ou então explorar o “Paisaje Cultural Cafetero”, na Colômbia, uma coleção de imagens e exploração de terras de café, cadeias de montanha, florestas nativas e paisagens paradisíacas de Caldas, Quindío, Risaralda e Valle del Cauca. Em seguida, vá até o México e ver uma verdadeira coleção de Dia de Muertos no Google Arts & Culture, com 11 passeios virtuais por museus e cemitérios do México.

No Brasil, você pode planejar uma visita ao Parque Nacional do Iguaçu, com a paisagem única das Cataratas do Iguaçu, conhecer o Rio de Janeiro por todos os ângulos, surfar a Baía da Guanabara com um dos maiores surfistas de stand-up paddle, mergulhar nas paisagens incríveis de Fernando de Noronha ou mesmo visitar um dos cemitérios mais famosos do Brasil, o São João Batista, no Rio.

O Street View vai também muito além das paisagens de tirar o fôlego, o mapa do mundo é formado pelas ruas de nossas casas, onde passamos nossa infância, estudamos… Tudo está lá. Para celebrar os dez anos de Street View, a YouTuber Taty Ferreira colocou o Trekker nas costas e fez a captura de sua cidade natal, Araxá, em Minas Gerais. Logo, as imagens que Taty gravou estarão no mapa, exatamente as ruas pelas quais ela passou e escolheu mostrar para todos — e é possível conferir os bastidores dessa captura no vídeo em seu canal do YouTube.

Não existe nada como a experiência de explorar o mundo, e o Street View pode dar um um gostinho dos lugares que você vai ver pessoalmente um dia, te ajudar a lembrar dos lugares que você já esteve, e também te permite explorar os lugares que você talvez nunca conheça pessoalmente, mas, ainda assim, terá a chance de conhecer. Pegue seu smartphone e dê uma olhada. Muitas maravilhas te aguardam.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here