Samsung Galaxy S8+

Samsung Galaxy S8+
9.78

Tamanho

10/10

    Bateria

    9/10

      Tela

      10/10

        Segurança

        10/10

          Fone de ouvido

          10/10

            Pros

            • Ótimo Fone de Ouvido
            • À Prova Dágua
            • Rapido para Carregar
            • Tela sem Botões
            • Ótima Camera

            Cons

            • Sensor de Digital perto da Camera
            • Falta Flash na Frente
            • Byxby tem Poucas Funções no Brasil
            • Preço

            Não, você não vai precisar ler outro review, afinal meio mundo já fez e vou poupar você hahaha

            Em vez disso, vamos falar da experiencia de uso real com o aparelho.

            Com 2 semanas de uso do aparelho, como aparelho principal e secundário, já que ele tem 2 chips, deu para sentir que o S8 evoluiu muito em relação ao S7.

            E não estou falando de tamanho, e de beleza, mas de hardware mesmo.

            Vamos começar logo com a Bateria, que sempre foi um dos problemas da linha Galaxy, não suportava meio dia de uso meu, e o único aparelho que dava conta do meu dia de trabalho era o Moto Z com o Snap de bateria.

            Isso não era um defeito, e sim um consumo alto do conjunto de hardware aliado a um Android que era beberrão.

            Mas com a chegada do novo Android e o novo processador da Samsung, parece que finalmente eles se entenderam.

            A bateria está durando muito mais, mesmo sendo menor, hoje consigo chegar até umas 18 horas com 20% da carga, pode parecer pouco, mas para quem usava um S7 das 7 às 11 e já tinha que pôr para carregar, chegar as 18 horas é fantástico, isso se eu tiver o uso intenso, tem dia que as coisas estão mais calmas, e a bateria chega até umas 21 horas com uns 10%.

            Com isso tenho deixado o carregador portátil em casa, acredite se quiser, e apenas no carro, coloco para carregar se sei que vou ter um uso fora do normal, para sair com 100% de carga.

            Nota 10 nesse ponto. A bateria finalmente está durando o dia todo, sem ter que ficar desligando as coisas.

            Até o relógio gear S3 está conectado nele. E a Bateria dele não dura 3 dias no meu uso, chega explodindo as 22 horas. Se desligar o BT e deixar ele APENAS como relógio aí dura 4 dias fácil.

            Voltando ao S8, vamos falar do leitor de íris?

            Ok pode parecer besteira, mas depois que você se acostuma, adeus leitor digital para pelo menos 90% das coisas. Hoje uso o leitor apenas para verificação de Banco e PayPal, que não aceitam a íris.

            O Leitor funciona 90% das vezes que tento, sim tem horas que ele não reconhece meu olho nem por decreto, e aí apelo para a senha ou digital, mas digamos assim, de cada 100x que abro, 3 ele não consegue, então isso não me incomoda, afinal até a digital as vezes falha.

            Na foto abaixo podemos ver o sensor funcionando com a a tela fechada e depois com a opção de uma mascara, pode usar das duas formas ou sem mascara.

            Ela funciona muito bem até de óculos e no escuro, aliás percebi que quanto mais escuro, melhor para o reconhecimento. E ativei a opção de não precisar tocar na tela para o desbloqueio, basta apertar o botão Power e com a tela inativa a íris é ativada e reconhecida e liberado o aparelho. E ainda podemos na versão tradicional da íris, colocar uma máscara que ajuda onde precisa olhar, é útil no começo, depois você se acostuma e não precisa mais dela para desbloquear. Só não funcionou com óculos escuros, mas aí to pedindo demais né hahaha

            O S8 está bem rápido, tudo flui muito bem e sem engasgos.

            Testei o jogo Clash Royale, sim eu jogo ele hahaha.

            Ao mesmo tempo no S7 no S8 no G6 e no Moto Z.

            O S8 abriu mais rápido que todos os outros, quase 3 segundos.

            O Moto Z ficou em segundo lugar

            O G6 e o S7 abriram ao mesmo tempo.

            Lembrando que o Moto Z e o S7 são aparelhos já de geração anteriores, e o G6 usa um processador inferior, mas hoje somente o da Sony tem o mesmo hardware, e como não estava com ele aqui não pude testar.

            O restante dos apps está correndo muito bem, sem travas nem fechamentos.

            A nova Rom da Samsung, parece que se encaixou muito bem com o Android 7, flui sem engasgos e sem travamentos chatos que aconteciam as vezes no S7.

            Não ter o botão físico na frente incomoda um pouco no início, mas você se acostuma e percebe que ele não faz falta.

            Mas a digital atrás me incomoda, acabo encostando na lente da câmera toda hora, e quando vou bater foto, o celular avisa para limpar a lente.

            Realmente é um péssimo lugar para deixar o sensor, deveria ser colocado abaixo da lente e não do lado, é uma coisa que não gostei no S8, com a mudança de posição deixando o botão vertical, é possível deslizar o dedo sobre ele para baixar a barra de notificação, é útil, mas confesso que uso pouco, mais por conta da posição do sensor, pois evito ao máximo colocar o dedo na lente da câmera.

            A câmera nem precisava comentar, mantem a qualidade do S7, que é desde o S6 a melhor câmera de celular que existe no mercado, e a do S8 teve algumas melhorias, pequenas, mas pontuais, para manter o aparelho no topo, mesmo de noite tem pouca granulação. Ainda falta um xênon na câmara, mas isso é complicado sem ter mais bateria.

            Estão cada vez mais perto de uma boa câmera de verdade, perde apenas por não ter opção de lentes, e isso faz falta para quem gosta de fotografar.

            O Fone de Ouvido da AKG é fantástico, tem uma qualidade que realmente impressiona, e a Samsung acertou em colocar um fone Premium no celular, afinal um aparelho que custa 4 mil reais tem por obrigação vir com um fone descente, e a Samsung escolheu uma das melhores marcas do mundo para pôr na caixa.

            O Carregamento do celular é rápido tanto pelo carregador original, como pelo de indução, e em fast charger com a tecnologia 3.0 da Qualcomm também funciona, mas um detalhe importante é que não é todos os cabos USB C que são para carga rápida, e ao contrário do cabo usb tradicional, nem todos os cabos tipo C funcionam no S8, Moto X e G6, testei 9 cabos e apenas 5 deles, ele funcionou para carregar. Então se puder teste antes o cabo.

            A Bixby por enquanto eu acho que não serve para muita coisa, tem alguns recursos interessantes, como tirar uma foto e ela procurar na web o tema ou o produto da foto, mostra alguns lembretes e etc., mas fora isso ela ainda tem pouca função e seria legal poder usar o botão para outra coisa até que ela se torne funcional com voz, o que ainda vai demorar um pouco.

            Não vou comentar sobre apps porque isso é padrão certo? Eles estão apenas mais rápidos.

            Voltamos a ter cartão de memória além de pelo menos 64gb, a Samsung parece que realmente escuta o consumidor, e de quebra colocou algo desejado faz muito tempo, mas que sempre foi negado, o DUAL CHIP em um aparelho Premium.

            Pode parecer besteira, mas para quem viaja ou tem uma linha de trabalho e uma linha particular, e tem no aparelho o Knox, não tinha sentido não dar as 2 linhas, o aparelho continua sendo Premium, e de quebra pode ser usado por mais pessoas que precisam de 2 linhas, e ao mesmo tempo querem ter um celular top de linha.

            Não senti perda de desempenho ou de bateria com o uso de 2 chips, e nem dificuldade para o uso, está bem fácil de escolher o que usar, e se você quiser tirar um dos chips e coloca um cartão de memória e seja feliz com mais espaço.

            A tela ficou bem maior sem fazer o aparelho crescer demais, e poder usar a tela toda, faltava isso na linha S, a qualidade nem preciso falar, pois a tela é fantástica, pelo menos no modelo que está comigo, não vi problemas com cores, mas percebi que é possível ajustar as cores, caso algo esteja desbalanceado, de forma fácil e descomplicada.

            O Tamanho, bom ele é grande, mas nada que incomode, dá para usar os dedos na tela sem precisar segurar com as duas mãos.

            Outra novidade é que o S8 é o primeiro aparelho a ter Bluetooth 5.0 que abre muitas portas, entre elas, por exemplo 2 pessoas podem usar fones de ouvido separadamente no mesmo aparelho e controlar individualmente o volume para cada uma, não é possível escutar músicas diferentes, mas em uma viagem por exemplo é possível compartilhar sua música em 2 fones de ouvido, e acho isso muito legal e útil.

            Voltando a bateria, vão me perguntar, mas qual modo você usa para suportar o dia todo.

            Sabemos que o S7 e S8 tem modos de desempenhos que podemos configurar, que mudam a forma como o aparelho reage em determinadas situações certo?

            São 4, otimizado, jogos entretenimento e alto desempenho, que falaremos em outro post, bom eu deixo ele no otimizado, já que não estou jogando nem assistindo, e o alto desempenho se preciso editar algo pesado eu ativo. E deixo a tela em full hd, pois não preciso de alta resolução para ver e-mails, Whats e Facebook, essa combinação aliando ao brilho automático, me deixa usar o S8 o dia todo.

            Ainda tem muita coisa para falar do S8, então resolvi dividir em partes, e em breve temos mais um post sobre o aparelho.

            Abraços a todos.

            Deixe uma Resposta

            Please enter your comment!
            Please enter your name here