Tempo para Leitura: 13 minutos

Bom, falar do Fusion Hybrid não foi fácil.

O Carro tem tanta coisa que ficou difícil decidir como começar.

Como sempre a gente não vai falar de especificação técnica, deixamos isso para sites que gostam de fazer essa parte.

Então vamos falar do que interessa né?

O Fusion é um carro que já chama atenção apenas por estar parado, grande, imponente, e podemos até dizer metido hahaha, pois deixa muito carro top no chinelo.

E não apenas por fora que o Fusion mostra que é um carro diferenciado, por dentro também, você precisa perder um tempinho MESMO, aprendendo a usar tudo que o carro te oferece.

Recebemos a versão Titanium para rodar, e a versão HYBRID, afinal nada mais tecnológico que um carro elétrico.

E na cor branca, ou seja um Fusion, HYBRID e BRANCO!!!! Chamou pouca atenção na rua.

Meio mundo olha pro carro, você não sabe se olham pro carro ou se olham pra você e se perguntam como que você está com um carro desse hahahaha.

Bom vamos falar um pouco da parte de fora do carro.

O Carro é gigante, com seus quase 5 metros de comprimento assusta quando a gente vai pegar o carro, mas de dentro temos a sensação de que ele é menor, o que facilita para dirigir.

O novo Fusion ficou muito mais bonito que seus irmãos mais velhos, com cara de carro bravo, esportivo, mesmo sendo um sedan.

Com linhas mais arrojadas, grandes rodas e farol invocado, ele mostra que veio para brigar em um mercado de poucos, e acho que fará isso com facilidade.

Um problema que a Ford arrumou com o Fusion (e também com A Ecosport e o Focus) é que com essa nova geração de carros, o consumidor já vai esperar uma próxima versão mais bonita, o que não é tarefa fácil, a Honda sabe bem disso, pois o CIVIC era um dos carros mais perfeitos que eu e muita gente já tinha visto, sonho de consumo para muitos, mas quando mudaram o carro acabou o sonho, a “Cinderela” tinha virado Abobora, pois não conseguiram fazer um carro lindo ficar mais lindo, e de quebra deixaram mais feio. E a Ford vai ter está responsabilidade, criar algo melhor que o atual. (ainda bem que eu não estou lá fazendo carros hahahaha)

O Fusion não é barato, muito menos a versão Hybrid, que passa dos 120 mil reais. Caro?

Bom pro meu bolso é, mas se a gente for ver o que o carro oferece, ele passa a ser bem mais barato que seus concorrentes diretos, e estamos falando de Hyundai, Mercedes, BMW, que pelo mesmo preço entregam carros sem metade do que o Fusion tem. E é exatamente ai que a Ford aposta nas vendas, um carro TOP com preço mais barato que os concorrentes, tão lindo quanto os concorrentes, mas com kit mais completo que todos.

O Fusion é grande por dentro, tem espaço de sobra para 4 pessoas, e com 5 fica confortável, mas 4 é bem melhor pois sobra espaço para por algumas coisas no carro.

IMG_1143Seu porta mala foi parcialmente sacrificado por causa da bateria que o carro precisa para andar com o motor elétrico, mas não chegou a matar o porta mala, digamos que perdeu uns 30% do espaço. Mas com o porta mala gigante, pelo menos pra mim não fez falta o espaço que a bateria tirou hahahaha.

Falando em bateria, essa é a parte divertida da brincadeira, o Fusion tem a capacidade de rodar apenas no motor elétrico, tarefa complicada pra quem gosta de acelerar, mas resolvemos tentar andar apenas no elétrico.

Se a gente conseguiu?

Não totalmente, mas na maior parte do dia sim, é possível andar 100% no elétrico, mas tem um custo, a velocidade inicial, e os motoristas em volta não estão com vontade de ver você saindo lentamente controlando para ficar no elétrico, realmente demora um pouco, o carro é grande, é pesado e fica difícil sair beeeem devagar, então o que eu fiz, saia normalmente com o carro, e depois tirava o pé e acelerava devagar, e o carro entrava no elétrico, e ia assim até 100km por hora, em algumas subidas entrava o motor normal, pois o elétrico não dava conta do recado, natural pois perdia potência já que eu estava pisando leve.

Se a gente for fazer um resumo desta parte, eu posso dizer que rodei 90% do tempo no elétrico e apenas 10% com o moto normal, sem fazer esforço. Andar na cidade com o elétrico é possível, ainda mais em São Paulo que a gente quase não anda mesmo hahaha.

Mas testei também o carro na estrada, e ai o elétrico mostra sua eficiência, resolvi pegar a imigrantes para testar, sim, serra, subidas e decidas, e o carro foi no elétrico praticamente 100% do tempo em que eu estava na estrada, poucas vezes eu precisei acionar o motor normal do carro.

O que isso significa?

Fiquei 7 dias com o carro, e não abasteci, mesmo usando o carro todos os dias, indo para a estrada, fui para São Bernardo, fui para Osasco, Diadema rodei dentro de São Paulo, e para comparar, meu carro faz 190km com 1 tanque de álcool, o que significa que tenho que abastecer 2x por semana, o Fusion eu rodei mais de 350km com o carro, e acredite se quiser o ponteiro de combustível desceu apenas uma marca. Ou seja o elétrico realmente faz a diferença.

Claro que se você quiser velocidade você entra no motor normal, e ai vai beber. Cheguei a fazer 39.5km por litro com o Fusion andando no elétrico, e quando testei o motor normal andando apenas com ele, caiu para 4.9km por litro, ou seja muita diferença, não me arrisco a falar que dá para encarar uma estrada sem pensar em abastecer, mas na estrada eu arrisco dizer que ele consegue fazer pelo menos uns 300km a mais que um carro normal, seja qual for.

Ok mas onde paro para carregar o carro, onde vou achar tomada? e o mico de parar e falar me empresta uma tomada pra carregar meu carro? Fora o tempo parado para fazer isso, horas para carregar a bateria.

Ok, eu fico imaginando isso, mas não precisamos chegar a tanto, o Fusion usa a mesma coisa que os carros de F1 usam, ou seja quando a gente usa os freios ele carrega a bateria, nos testes aqui chegou a carregar 96% da bateria, o que significa que temos sempre carga. E na estrada?? Bom na estrada a gente não usa muito o freio do carro, mas dá uma pisada no freio de vez em quando nas decidas, ou mesmo na reta diminui um pouco e ele carrega, e se não fizer isso não se preocupe, o motor comum vai entrar quando a bateria tiver acabando e você anda nele enquanto a bateria carrega.

Andar com motor elétrico tem suas vantagens, hoje muitos carros tem o chato detalhe de para gastar e poluir menos desligar o motor quando estamos parados, odeio isso, pois além de fazer o carro não ter o arranque na hora que você acelera, ele desliga o ar condicionado, ou seja parou no farol com uma temperatura de 37 graus, dançou, o ar desliga, claro temos a opção de desligar o recurso e manter o carro ligado, mas então se eu vou querer o ar ligado preciso ter o recurso desligado?

Sim, em alguns carros.

No Fusion não temos este problema, já que o carro está com o motor desligado e rodando no elétrico o ar está sempre funcionando, e um belo ar, que gela rapidamente todo o interior do carro.

Claro que temos algumas situações engraçadas.

IMG_1223

Você está acostumado com o ronco do motor, com algum barulho, e no Fusion Hybrid isso não existe se você está no motor elétrico, nem pra ligar o carro, somente se tiver frio o motor normal liga, caso contrário quando apertamos o botão para ligar o carro, não sabemos que ele está ligado. Bom na verdade a gente sabe graças a uma luz e um aviso no painel que ele está ligado, mas se você não prestar atenção vai apertar o botão para ligar de novo huahuahauhau.

Em dois dias eu não precisei mais ver o aviso, a gente já sabe que está ligado, e vai embora com o carro.

Outra coisa engraçada foi deixar o carro na mão de um manobrista, ok fiz de propósito para ver a reação, e na hora de ir embora, pedi o carro, e esperei uns 10 minutos até que o manobrista veio e disse, seu carro não está dando partida, poderia vir comigo?

E indo até o carro o manobrista foi falando, tentei várias vezes, liga tudo menos o motor do carro, eu segurei para não rir, e falei o carro é elétrico não faz barulho!!!

Outra situação é quando estamos na garagem, atenção redobrada pois o carro parece um ninja, silencio absoluto e alguém pode não ver a gente chegando.

Outros testes que fiz com o carro, usar o sistema de estacionamento automático o Park Assist, usar o sistema de direção eco, onde o carro se mantem dentro da faixa de rolamento sozinho, e também mantem automaticamente a distância que você escolheu do veículo da frente.

Estacionar um carro em São Paulo, na rua, não é recomendado, mas se não temos opção, não é uma tarefa muito fácil, pelo menos eu detesto ter que fazer baliza. Estacionar o Fusion então, digamos é uma tarefa beeeeem mais difícil, afinal ele é grande, largo, e não é meu, pronto todos os motivos juntos para dar aquele calafrio, ralar uma roda, raspar o carro, motivos de sobra para desistir da ideia.

Mas o Fusion estaciona sozinho, muiiiiiiiiiiiiiito legal isso, serio tem que testar se puder, você aciona o recurso apertando um botão perto do cambio, e continua andando procurando uma vaga. Assim que ele achar ele pede para você parar o carro e seguir as instruções do painel, as instruções são apenas para você engatar as marchas e manter o pé no freio, sim ele não freia sozinho, mas isso é mais seguro, pois inúmeras coisas podem acontecer enquanto você está estacionando e o nosso pé ainda é melhor que a cabeça de um computador para situações inesperadas.

Quando ele achou a vaga eu olhei pra ela e pensei, nem fu… que cabe. Ele vai se enrolar todo para por. Então resolvi primeiro eu tentar colocar na vaga apertada que o carro falou que cabia. Ok depois de 10 minutos eu desisti pois ela realmente era apertada, até dava para colocar o carro, mas manobrando bastante, e ainda tinha o medo de ralar a roda na guia, desisti. Dei ré com o carro apertei o botão e pensei, se vira, você falou que cabe, agora coloca!!!

Bom, o Fusion em 2 minutos e meio, contado no relógio, colocou na vaga, acho que lei minha mente e pensou agora vou pôr na marra só pra ele se ferrar.

Colocou e colocou certinho, alinhado, você só precisa pôr a ré e a primeira e brecar o carro, o resto ele faz.

A Ford esqueceu apenas uma coisa muito importante, e nesse momento eu xinguei muito o cara que inventou esse recurso hauhauhauhuaha, ele coloca o carro, mas não tira, óbvio, e na tela tinha que vir escrito, eu COLOQUEI o carro pra você na vaga, mas TIRAR daí é problema seu huahuahuahauha. Eu levei outros 10 minutos para tirar o carro da vaga!!!

Claro que brincadeiras à parte, não é difícil tirar o carro depois que você se acostuma com os tamanhos dele, mas de primeira você toma todos os cuidados do mundo para não encostar em nada. Mas mostra que facilita demais o recurso, pois não precisamos mais ficar manobrando, deixa isso pro carro.

Para ficar perfeito só falta ele colocar dentro de vagas de estacionamento de casa e shopping, mas sabemos que isso é bem mais difícil para o computador fazer, pois temos muito mais fatores a calcular nesses lugares.

Bom resolvi então sair e testar o carro andando sozinho, que era o que queria. O primeiro teste foi ligar o recurso que mantinha o carro dentro da pista, mas onde testar isso em uma cidade que as faixas não são lá muito boas?

ESTRADA!!!!

Vamos lá, colocar o brinquedo a prova na imigrantes, e não é que funciona??

Da um medo danado claro, pois o intuito desse recurso não é você não controlar o carro, mas te ajudar em caso de sono, ou de você bobear ele traz o carro pra dentro da pista de novo. Testei por 5 km e tudo bem, ele se manteve dentro da faixa. Adorei haha, mas prefiro estar com a mão no volante!!!!

O outro recurso é o que eu mais queria testar, que mantinha automaticamente a distância do carro da frente. Infelizmente não funciona como eu achei, mas mesmo assim é muito confortável usar.

O que pensei:

Eu estar andando na 23 ou marginal, horário de pico e o carro acelerar e brecar sozinho, sonho de consumo isso, dava para ficar bem menos tenso. Pra quem não conhece a 23 de maio ou as marginais em São Paulo, digamos que são as principais vias da cidade, a velocidade nelas varia de 70 a 90, mas na prática as 19 horas, a velocidade real é de normalmente 5 a 10km por hora, sendo que você mais fica parado do que andando. De verdade.

O que ele faz:

Ele mantem realmente o carro a uma distância do da frente acelerando e brecando, mas até o limite de 40km, abaixo disso ele te avisa que o recurso está desligado e você precisa controlar.

Por isso não consegui usar no teste que eu queria, como a velocidade nesses horários nessas vias é inferior a 10km, o sistema não ativa.

Ou seja, na estrada ou em transito que esteja fluindo é funcional, mas para a hora do pico não deu certo, infelizmente.

Para estrada é perfeito, o conforto que você tem não dá para descrever, pois você precisa apenas ficar atento na pista. E não podemos esquecer que ele tem sensor de colisão, o carro acende no vidro uma luz vermelha e intensa além de um forte barulho para você reagir, e se não der tempo ele vai tentar parar o carro pra você, mas claro sempre fique atento, nem sempre o sistema pode funcionar, afinal é um computador.

Não pretendo falar de todos os recursos ou daria para escrever um livro, mas resumidamente, o Fusion Titanium Hybrid, tem câmera de ré. Sensores de estacionamento, dianteiro e traseiro, sensor de ponto cego no espelho que acende um luz no espelho te avisando que algo está em um ponto que você não consegue ver pelo espelho, os recursos que passei acima.

O carro apesar de grande tem boa potência, boa pegada e estabilidade, mesmo nas curvas, de todos os modelos que temos de Fusion, o Hybrid é o que tem menos potência, mas se a gente pensar que o foco desde modelo não é a potência e sim a economia, faz sentido.

Apesar disso não percebi o carro falhar ou mostrar falta de força para o nosso dia a dia. Pelo contrário, se você enfiar o pé ele responde com rapidez, mas o melhor é tentar ficar no elétrico pois desta forma você economiza uma bela grana!!!

Caraca escrevi bastante e ainda estamos falando apenas do carro por fora, e de recurso de direção, nem entramos dentro do carro ainda. Então vamos lá pra dentro ver o que temos.

Vamos começar com os bancos que são de couro, elétricos e tem aquecedor, o aquecedor além de ser bom nos dias frios, é divertido de usar huahauhuaha

Com amigos no carro, que claro não sabem disso, você pode ligar o aquecimento do banco e deixar seu amigo quentinho e escutar, tem algo errado, meu traseiro está bem quente uahauhuahua, e ai não tem jeito você passa mal de tanto rir pois vê a pessoa se mexendo, claramente desconfortável, sem saber o que está acontecendo hauhauhau, não presto!!!!

Por dentro o carro mais parece uma nave espacial com tantas telas e botões, apenas no painel do carro temos duas telas de LCD com informações completas do carro, além de uma “plantinha” que fica no painel mostrando o quanto você está sendo sustentável, se você anda bem no elétrico a planta cresce linda, se você está mais Gastão as folhas da planta vão caindo, e quando você desliga o carro ele te agradece por usar um carro sustentável.

Nos painéis lcd que são customizados temos tudo que precisamos do carro, além de todas as configurações, e também o controle de músicas.

IMG_1185Já no painel central a coisa fica seria, uma bela tela, com um equipamento de respeito SONY, com efeitos Surrounds dentro do carro que conta com 9 falantes, e microfones de cancelamento de ruídos, que emitem uma frequência similar ao barulho externo para deixar o carro o mais silencioso possível, tentei e funciona, o carro só não tira, infelizmente o barulho da porcaria das motos de motoboys, se bem que acho que nem DEUS consegue tirar esse barulho infernal.

O painel central é bem completo, além de controlar o ar condicionado, aquecimento dos bancos, tem GPS e DVD (que com um jeitinho brasileiro deixa a gente usar a tela para ver enquanto dirigimos. Ele também se conecta a internet por wifi, para uso de algumas funções.

Tem o controle do telefone, das músicas e uma tela que fica mostrando se você está usando o motor elétrico ou normal.

Uma coisa legal, ok pode ser frescura, mas é legal de ficar mexendo, é que o Fusion tem leds internos que mudam de cor, e você escolhe que cor quer que o carro fique por dentro nos

IMG_1210

 pés, na parte de trás e nas laterais. E tem também um led na porta.

Falando um pouco do som, desculpem a palavra, mas é [email protected]!!!! Sistema Sony de falantes e aparelho, juntos com a acústica interna do carro é maravilhoso, som de alta qualidade de fazer inveja a muita gente que investe em som no carro!!!

Ainda tem saídas para RCA, cartão SD portas USB, tomada 110v e 2 de carregador veicular, ou seja, dá pra gente colocar o que quiser dentro do carro.

A tela touchscreen de alta definição tem apenas o problema de marcar os dedos, talvez um dia isso não ocorra mais, mas fora isso os toques são precisos e rápidos.

O Ar condicionado digital e independente, ou seja cada passageiro dianteiro escolhe sua temperatura tanto no ar como no aquecimento do banco, fica logo abaixo da tela central, facilitando o uso, com tons azulados de noite fica bem, digamos, espacial o interior do carro.

O carro é claro não é pra mim, primeiro pelo bolso hehe, e segundo que ainda não me sinto pronto para ter um carro deste tamanho, mas pelo conjunto da obra da vontade de pensar em ter, pois eu que gosto de tech, só faltou mesmo uma câmera e um modem 3g ali dentro para completar o kit. Uma das poucas vezes que posso dizer, não preciso por nada dentro do carro, tudo o que costumo por já vem de fábrica. E sendo o conjunto Sony, não preciso nem me dar o trabalho de trocar os falantes, coisa que faço assim que pego um carro. Pois normalmente falantes de fabrica são um lixo!!!

Eu poderia passar horas falando aqui do carro, mas ai vocês iriam me matar.

Eu gostei muito do carro, mas claro temos sempre que ser realistas e falar o que não gostamos também, afinal nem tudo é perfeito.

Não gostei do ajuste elétrico do banco, pois demora muito para a gente acertar uma posição correta.

Não gostei do suporte de óculos no teto do carro, prefiro na lateral ou sem.

Gostei do GPS, mas se você tirar o cartão SD para tocar música, o GPS avisa, deveria ter um SD dedicado para o GPS e um para a gente.

A tela fica toda marcada com o nosso dedo.

O que faltou pra mim no Fusion:

Farol XENON e LED nas lanternas dianteiras, nas traseira já tem.

Uma câmera e um roteador interno para internet, pois dava para fazer vídeo conferencia dentro do carro hehe, e o roteador 3g libera a net para os ocupantes, mas nada que a gente não resolva kkkkk

15 COMENTÁRIOS

  1. Boa noite! Gostei do seu relato, e concordo com cada palavra sua. Eu tenho um FORD FUSION HIBRIDO, e colocaria também um alerta de que o carro tem a frente muito baixa, e pode raspar com facilidade, no meio do carro também raspa por que o carro é comprido. Do resto valeu cada centavo dos 127 mil reais que paguei. Com certeza se vir a versão “Energy” dele para o Brasil eu vou comprar. Potencia não é o apelo realmente e sim; Luxo, Tecnologia e Sustentabilidade são as palavras. Mais uma vez, belo trabalho e belo relato feito, Ricardo! Abraço,
    Sales de Boituva-SP

    • Desculpe-me Richard, por ter te chamado de Ricardo no meu ultimo comentário, mas foi o corretor do Windows 8.1 que mudou algumas palavras sozinho, kkkkkkkkk
      Abraço e mais uma vez ótimo relato sobre o FORD FUSION HIBRIDO,
      Sales

  2. Boa noite Richard,
    Ótima revisão!!!! Completissima… mas ainda tenho algumas duvidas sobre o consumo do carro. Quando citou o consumo em seu relato, percebi algo do tipo ” oito ou oitenta ” ( ou 39,5 km/l ou 4,9 km/l ). Como tenho MUITO interesse no carro, gostaria de saber as circunstancias com que o carro fez 39,5 km/l e com que fez 4,9 km/l.
    Ats, Tiago

    • Tiago, se você andar com o pé bem lá em cima ele faz o consumo de quase 40, pois ele estará a maior parte no motor elétrico, mas se pisar mais forte ele entra no motor a gasolina e ai bebe bastante, tem que saber dosar o pé, mas no geral o consumo depois de um tempo andando com o carro fica na faixa de uns 12 por litro usando os dois motores

  3. Ola Richard, possuo um FUSION AWD 2015, e gostaria de saber se tem como atualizar o GPS com radares, pois para mim a o mais importante no GPS é o aviso de radares, para evitar essa mafia de radar?

    • André, em movimento ele vem configurado para não passar, é por causa da lei no Brasil. quanto a reproduzir vídeos precisa ver que formato você ta usando, os da Pioneer por exemplo, tem que regravar com um aplicativo para que o aparelho leia. precisa ver se o formato que você está usando é aceito pelo aparelho.

  4. Muito boa as suas palavras. Colocações exatas na matéria.. Assim, registro o meu parabéns a você. Só gostaria de saber a data da matéria. Desde já, agradeço a atenção. JG.

  5. Nem a fábrica e nem os especialista em carro conseguiram e de uma forma simples explicar o fusion hibrido, simples mas, que responde praticamente a todas as duvidas, parabéns pela matéria.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.