Tempo para Leitura: 2 minutos

Infelizmente uma grande parte da população brasileira não dá a importância devida à saúde oral de seu cão ou gato. Assim como nos seres humanos muitas doenças como problemas cardíacos podem estar ligados diretamente a uma má higienização dos dentes.

Os cães e gatos são afetados frequentemente por doenças periodontais. Pesquisas mostram que 80% dos cães e gatos acima de 4 anos de idade já precisam de tratamentos dentários.

O mau hálito e a formação de tártaro é um alerta importante de que algo precisa ser feito para evitar a evolução da doença, que parece inofenciva, mas esconde um perigo muito grande à saúde dos animais.

O tártaro é uma massa constituída principalmente por bactérias que em contato com a gengiva, causam inflamação e caem na corrente sanguínea podendo causar infecção no coração, figado e rins.

É importante saber que não é normal os cães e gatos perderem dentes com a idade. A perda dos dentes está relacionada com a infecção das gengivas pelo tártaro. Quando há cuidado com os dentes ao longo da vida, os pacientes, mesmo que velhinhos, terão todos os dentes na boca e muita saúde.

O tratamento depende do grau de evolução da periodontite. Em geral, resumisse como uma minuciosa avaliação de cada dente, a raspagem dos dentes por ultrassom e curetas e o polimento.
O procedimento é realizado sob anestesia geral inalatória sendo muito seguro para o paciente. O animal deve passar por exames prévios para aumentar a segurança do tratamento.

Para evitar esse tipo de problema o melhor método é a escovação diária dos dentes! Assim como nas pessoas.
Existem no mercado produtos e alimentos próprios que minimizam o acúmulo da placa bacteriana dentária, porém o método mais eficaz ainda é a escovação que pode ser associada a outros cuidados intensificando o resultado.

Para a escovação o pet deve ser condicionado positivamente, ou seja, devemos acostumá-los aos poucos, com paciência, até que ele se habitue e se torne uma brincadeira. Nunca utilizar pasta dentária humana! Essa contém muito flúor e sabão o que prejudica a saúde dos pets. Sempre utilizar pasta de uso veterinário e escova de cerdas macias. E sempre recompense com um petisco, uma brincadeira ou passeio logo após a escovação.

É importante que seu pet não tenha gengivite ou outros problemas antes de iniciar a escovação, pois se a escovação causar dor, será será um sofrimento, um castigo e não uma brincadeira. Se já houver gengivite recomenda-se o tratamento antes de iniciar o condicionamento para a escovação.
E se este já der sinais do problema, o seu dono deverá procurar um profissional capacitado para promover o tratamento e o restabelecimento da saúde oral. Esse mesmo profissional irá orientador quanto a escovação e outros cuidados.

Uma simples atitude poderá evitar que seu pet tenha problemas sérios de saúde.

Pensando na prevenção, o Centro Veterinário 24h Vet Quality promoverá nos próximos meses uma ação de conscientização para a importância da saúde bucal de seu animal.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.