Tempo para Leitura: 1 minuto

A ESET – fornecedora de soluções de segurança da informação – alerta para um golpe, no qual os cibercriminosos usam uma falsa notícia do indiciamento da Presidente da República, Dilma Rousseff, no acidente aéreo que matou o candidato à presidência Eduardo Campos, para disseminar um trojan (cavalo de troia), voltado a roubar dados bancários dos usuários.

Para gerar interesse dos internautas, o malware (código malicioso), o golpe se dissemina por um e-mail com uma imagem que remete à falsa notícia e que simula o link para um dos principais portais de notícias do país.

Segue uma imagem capturada do falso email:

01

 

 

Quando o usuário clica no falso link para ler a reportagem completa, descarrega automaticamente um arquivo ZIP, que contém um código malicioso do tipo Trojan Downloader, que representa um malware voltado a roubar informações bancárias.

“Atualmente, o Brasil está entre os países no qual as pessoas mais utilizam o home banking e, portanto, tem sido um alvo desse tipo de ataque voltado a roubar dados bancários”, pontua Camillo Di Jorge, Country Manager da ESET Brasil. “De acordo com os dados do relatório Virus Radar, elaborado pela ESET, hoje os códigos maliciosos Win32/TrojanDownloader.Banload seguem como os mais identificados em território brasileiro”, complementa.

A ESET recomenda que, para evitar esse golpe, os usuários precisam evitar clicar em links de e-mails suspeitos ou desconhecidos e ter uma solução de segurança proativa instalada no computador ou dispositivo de acesso à internet.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.