Tempo para Leitura: 6 minutos

Na ordem de importância, seria chocolates, refrigerante e Azeites, como por ordem médicas o Refri e o chocolate foram cortados sobrou pro coitado do azeite me fazer menos triste hauhauhauhau.

Muito se fala de azeites, tem tanta coisa que a gente não sabe o que é verdade ou não, mas o fato é que um azeite bem feito é delicioso.

Claro existem marcas até se perder de vista, para se comprar, com valores que vão de apenas 8 reais a mais de 250 depende de vários fatores.

Mas não precisamos comprar um tão caro para poder aproveitar os benefícios e também o sabor de um bom azeite.

Esse post não é sobre o Azeite Gallo, mas como fui em um evento deles aprender um pouco mais sobre azeites, irei falar do que aprendi, mas sem falar apenas da marca, pois existem tantos tipos de azeites que seria injusto deixar de fora.

Mas para começar, podemos falar que nenhum azeite é igual ao outro, muitos fatores influenciam o azeite, desde qual a azeitona, até o clima e o que tinha na terra em que a oliveira foi plantada, como temos azeites que vão de 0,25 até 2% limite máximo permitido para consumo humano, sendo considerado azeites extra virgens aqueles que a acidez é menor do que 0,8% e que apresentaram atributos positivos suficientes em testes sensoriais (sério não deve ser fácil ser um testador de azeites, pois eu em poucos minutos “tomando” azeites para entender, fiquei enjoado, prefiro o azeite em um pãozinho kkkkk). São produtos de alta qualidade e no dia a dia são utilizados para finalização de pratos.

Bom então logo de cara já podemos afirmar que quando for comprar azeites de preferência para o extra virgem certo ? Certo, vale a pena pagar um pouco mais, e ter algo de melhor qualidade, afinal você vai comer isto, e não vai querer comer qualquer coisa né?

Azeites de oliva com acidez entre 0,8% e 2% são conhecidos como azeite de oliva virgem. Veja que abaixo de 0,8% são EXTRA Virgem, até da pra comer, mas eu prefiro o Extra Virgem, são mais gostosos, mas o Azeite apenas Virgem, da pra usar na cozinha, sem culpa por conta do preço, mas não fica tão bom quando colocado em saladas ou pratos.

Porque apenas até 0,8% são Extra Virgem ? Bom existem regras internacionais que determinam o mínimo e máximo da acidez, e classificam o azeite.

Os azeites com acidez maior do que 2% normalmente não são encontrados no mercado, pois basicamente são para uso industrial.

Normalmente quando comemos em “Butecos” temos aquelas latinhas de Azeite, que são uma mistura de óleo com azeite de oliva, eu particularmente fujo deles, pois não é algo prazeroso de se comer, e estão na faixa dos acima de 1% e não chamo de azeite e sim de óleo de Oliva, pois tem mais óleo que azeite, EVITE se puder.

Bom então é fácil basta procurar o que tem menor acidez que está resolvido né?

Bom Segundo o pessoal da Gallo, isso não tem nada de certo, pois não é a acidez que faz um bom azeite e sim um conjunto de fatores. O sabor e o aroma do produto é resultado de um complexo equilíbrio de pelo menos 70 compostos diferentes

02

Mas eu confesso que sigo nessa ordem que vou colocar a minha escolha do azeite. E não costumo errar hahaha.

Quando vou comprar azeite eu olho da seguinte forma:

1 – Pais de Origem : Dou preferência para comprar primeiro os Portugueses depois os Gregos, depois o Espanhol e por fim o Italiano, outros países sei que tem azeites de qualidade, mas acho que cada macaco tem seu galho e os países acima são os mais tradicionais, tirando Portugal que o povo praticamente bebe azeite, então dispensa até ser duvidado da capacidade de fazer azeites.

2 – Acidez, não tem jeito, eu procuro dentro dos que gosto, os que possuem menor acidez, pois significa que a coleta e o processamento das azeitonas é bem feito, e podem ver, os melhores azeites normalmente tem a acidez mais baixa, não é que ele seja mais gostoso, mas vamos á, se a primeira parte é bem feita, tem tudo pra fazer esse azeite mais gostoso, então eu prefiro assim.

3 – Cheiro, sim, quando posso eu cheiro o azeite, azeite gostoso tem cheiro delicioso, não tem conversa, se você cheirar uns azeites ruins que tem ai no mercado, você na hora percebe que não tem um apelo que te faz desejar, sério, na dúvida ACREDITE no seu nariz, ele não erra. Claro que se tiver gripado não vale tentar escolher pelo cheiro hahahaha.

4 – Embalagem, ué, porque não ? um bom azeite pode não estar na embalagem mais linda, mas certamente não está naquela embalagem tosca, então eu procuro por exemplo, quando não tem as marcas que costumo comprar olhar a embalagem também, se não for escura, pode esquecer, a qualidade já não é boa, tem que estar em garrafa escura, que protege o azeite.

5 – Preço, aqui é complicado, como disse lá em cima azeite tem de tudo que é preço, mas sabemos a média de preço dos azeites bons e tradicionais, que costuma ficar entre 18 a 22 reais fora de promoção, então não tem muito o que inventar, claro podemos comprar alguns mais caros para experimentar, e depois se arrepender pois fica dificil querer usar outros, mas vale cada centavo a experiência hahahaha

01Bom Qual o melhor azeite ?

Sei lá. hahaha, simples, não existe o melhor azeite, existe aquele que você mais se identifica, eu por exemplo ODEIO azeite Borges, acho horrível, sem gosto de azeite, cheiro que não me agrada, e não compro nem por decreto, até o dia que eu experimentar um que não seja ruim, mas como experimentei vários da marca, e todos eram ruins, não acho que isso irá acontecer.

Tem gente que Detesta o Gallo, eu já gosto, mas dou preferência pro Gallo Reserva, acho mais saboroso, dos azeites, digamos comuns da Gallo, pois eles tem aqueles como Colheita do Luar, o Grande Escolha, o Azeite novo e o Colheita madura, desses eu só Experimentei o Azeite novo, e achei delicioso, os outros ainda não comprei.

Eu em casa como azeite com tudo, cozinho com azeite, e uso os azeites mais caros, os extra virgens mesmo, pois se vou comer então uso o mesmo que vai pra salada, jogo no arroz, na carne, frito a carne com ele, o peixe, tudo que puder eu coloco azeite, se tiver Arroz, e um bom azeite, nem preciso da mistura hahaha, gosto pouco né?

Eita, não faz mal ? Bom tudo exagerado faz né? eu não bebo azeite, eu consumo azeite nas refeições, e você sabe que azeite faz um bem pra burro pra saúde né?

Ele tem muitos benefícios, principalmente pro coração, Ele é composto por ácidos graxos, vitaminas, alguns componentes voláteis e outros hidrossolúveis, além de microscópicos pedaços do fruto, que a gente não percebe, mas ajudam também no sabor do azeite. Tem também triglicerídeos, ácidos graxos, e os componentes voláteis, hidrocarbonetos, antioxidantes e alcoóis, que são os responsáveis por nosso prazer, ou seja, pela sensação de estar comendo algo gostoso.

O ácido graxo encontrado no azeite de oliva é  responsável pela formação do HDL (high density lipoproteins), que transportam uma parte importante do colesterol dos vasos até o fígado, para ser eliminado. Ou seja, ajuda a manter seu colesterol baixo. Há ácidos polinsaturados, como o linoleico – que pertence a série ômega-6 -, e o linolênico – pertencente à série omega-3, eles desempenham funções essenciais no corpo.

E você pode e DEVE cozinhar com azeite em vez de óleos de soja, não acredite quando falam que fritar com azeite faz mal, o azeite não muda sua composição quando é aquecido, e ele precisa de uma temperatura muito mais alta que a que usamos pra cozinhar, para mudar sua composição. (O Pessoal da Gallo, explicou isso direitinho, PODE fazer suas coisas com o Azeite sem culpa)

Sou apaixonado por azeites, pois sem dúvida deixam a comida bem mais gostosa, no evento da Gallo pude aprender algumas coisas, e saber como é feito o azeite, deu uma vontade de ir até Portugal e ver isso de perto, e experimentar em um belo pão um azeite fresquinho, só pra ver se é diferente.

Lá em cima quando coloquei os países que tenho preferência, é porque experimentei de diversos lugares do mundo e os que mais me identifiquei foram os que mostrei, e porque Portugal está em primeiro na minha lista? Simples porque os melhores azeites que já usei são de lá.

E não pense que o Azeite que usamos aqui é o mesmo que o de Portugal por exemplo. Conversando com o pessoal da Gallo, que veio de Portugal para o evento, descobri que o azeite que é vendido lá é diferente do nosso, é mais intenso o sabor, a versão que temos no Brasil, foi modificada para o paladar brasileiro, que prefere algo menos picante por exemplo.

A Garrafa escura do azeite não é pra ficar bonitinho, e sim para manter o azeite na sua forma natural, protegendo para que ele não se modifique por causa da luz.

Vou fazer um post falando de diversos azeites, e vou tentar colocar os da Gallo, Colheita do Luar, o Grande Escolha, o Azeite novo e o Colheita madura. Vamos ver se da certo, mas uma coisa eu digo, vai ser um verdadeiro prazer poder fazer esse post hahahaha.

Abraços e agora vou almoçar um belo prato de Arroz com Azeite e um pedaço de picanha sem gordura porque o médico proibiu a gordura hahahaha.

 

 

2 COMENTÁRIOS

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.