Tempo para Leitura: 8 minutos

Semana passada, fui até o Ceará, para conhecer o novo Troller T4, e de quebra passear com o carro em trilhas pelas Dunas. O Carro foi praticamente feito do zero, o que é um grande risco quando se fala de um carro que tem uma grande legião de fãs, que se chamam Trolleiros, fala mal de um Troller pra qualquer um deles, pra ver o que acontece, eles defendem o carro como se fosse um filho, ou seja, você está mexendo em um mercado já estabelecido, com pessoas que gostam do modelo  e da forma do carro, e mesmo com pesquisas, o risco é alto. pois a troca desta vez foi bem radical.

Mas acho que a Ford se saiu bem, o carro está lindo, ainda tem a mesma cara de um utilitário para aventuras, mas ao mesmo tempo com aparência bem mais moderna, como as lanternas de LED atras, que ficaram show de bola!!! Só faltou farol de Xenon, (já disse que amo farol de xenon ? kkk)

O carro está maior, mais moderno por fora e por dentro, por fora com acabamento em fibra de vidro e aço, deixa o carro muito leve e ao mesmo tempo muito resistente, com cores vibrantes e tradicionais, e ainda o comprador caso queira, pode escolher a cor que quer o carro e ter uma cor exclusiva para ele, bem que isso podia ser para outros carros também hahaha. Apesar de todas as mudanças, o Troller T4 ainda tem cara de Troller, não perdeu sua identidade, está muito mais novo, mais jovem e renovado, mas ainda remete levemente aos modelos anteriores, ou seja mesmo com tudo que foi feito no carro, se a gente passar por um da pra saber na hora que é um Troller.

Mas se por fora o carro tenta não deixar os entusiastas esquecerem os modelos mais antigos, por dentro as coisas mudam totalmente, não pretendo falar do motor, mas tem um belo 200 cavalos no capô, e tração 4×2 e 4x4L, 4x4H, como sabem eu não costumo falar desta parte, eu deixo para quem entende.

Mas por dentro a mudança foi total, o carro agora tem direção Hidráulica, ABS, Um rádio Kenwood que pode ser trocado fácil por uma bela central multimídia, bons falantes no carro, com som aceitável para o tipo de carro, bancos confortáveis na frente, mas atras enjoa um pouco, mas é característico desse tipo de carro. Ar condicionado dual zone, ou seja individual para os passageiros da frente, mas muito potentes e gelam rapidamente, painel muito bonito e de fácil visualização das coisas do carro. o acabamento em espuma injetável deixa o acabamento mais macio e com menos ruído, o que é ótimo em um carro que deve ir parar em tudo que é lugar.

Durante a minha visita, fomos conhecer a fábrica que apesar de ter sido modernizada, ainda tem seu lado digamos mais artesanal, bem diferente das fabricas que costumo conhecer, o que foi bem legal, só não sei como que as pessoas conseguem trabalhar naquele calor. Ta louco!!!!

Pude dirigir junto com o amigo Cobra do Homem na Cozinha e com a Voz da Consciência no carro, trajetos mistos, como parte da estrada, e depois enfiar os carros nas dunas, então vamos falar das duas etapas.

Estrada, bom claro que o carro não é feito para a cidade, é obvio, o apelo é totalmente Off  Road, mas para que você chegue no Off, você as vezes precisa passar no On Road né? então vamos lá, o carro é potente, mas muito potente, e tem um belo barulho seu motor, que com 200CV, mostra que não está ali para brincadeiras, eu confesso que apanhei um pouco para me acertar com o carro, que tem 6 marchas e é manual.

depois de dar uma de cavalo chucro com o carro, me acostumei com o “Totó” (sim eu dei apelido pro carro hauhauhauhau) e a gente começou a se entender melhor, parei de fazer os ocupantes do carro pularem igual bola de tênis no carro, e comecei a andar mais macio, mas não tem jeito, é um fora de estrada e não é a coisa mais confortável do mundo andar nele em lugares com lombadas, valetas e buracos, a gente sente muito, pois apesar do conforto interno, o carro pede barro!!!!

Dos pontos negativos que posso passar, lembrando que foi minha primeira experiência em carros desse tipo, e acostumado com carros digamos normais, foi que passando dos 130 por hora (claro que eu tinha que testar né?) o carro “balança” um pouco, afinal ele é alto, e o foco não é velocidade, então eu tirei o pé e passei a andar mais devagar com o “totó”, pois fiquei preocupado em abusar e tombar com o carro. Poucas coisas me incomodaram no carro, algumas por não estar mais acostumado como cambio manual, que não usava já tem mais de 1 ano, e a gente meio que desaprende a usar. mas o ponto que não gostei foi os espelhos retrovisores, que apesar de grandes, tem um belo ponto cego entre  o meio da porta e o fim da traseira, e se a gente não olhar muito bem acaba pegando alguém que não aparece no espelho, e o espelho central achei muito pequeno, mas acho que é gosto pessoal essa parte.

Mas se na Cidade o “Totó” se mostrou tímido, e totalmente fora do seu “meio”, nas Dunas ele se mostrou muito  confortável e ai sim a gente entende porque quem tem um carro desses se apaixona. Eu como nunca tinha feito pensei que ia fazer alguma “[email protected]”,  afinal atolar, derrapar, bater, e se perder eram coisas que podiam acontecer, e se perder eu sou altamente qualificado e diplomado, mas juro que sempre que isso acontece eu não sou o culpado, apenas estou junto hahahahaha.

Assim que saímos da estrada e entramos na terra o “Totó” grudou no chão e disse, agora vou mostrar do que sou capaz, e nessa hora o Troller T4 mostra o que tem de melhor, sabe a insegurança que eu tinha na estrada dele parecer flutuar e poder tombar? Esquece!!! aqui ele anda de lado, de cabeça pra baixo, pra cima e pra onde mais eu quiser.

Começamos com um pedaço beeeeem ruim, uma trilha que para quem gosta de pula pula era perfeito, mas ao contrario do que eu esperava, ele pula, claro, mas diferente da rua de asfalto a gente sente que o carro está na nossa mão, da pra abusar um pouco e claro eu fiz, andava onde não podia para enfiar o carro na areia, e ver ele afundar, mas e dai ? o “Totó” estava no seu parque de diversões, ali era seu espaço, ele foi feito pra isso, adorava entrar na areia e seus poucos 200CV simplesmente empurram o carro para fora, sem sofrer, e juro que tentei atolar haha, mas sem chance, pro Troller atolar precisa muito mais do que eu tentei.

Passada a trilha entramos na areia, ai a brincadeira pegou gosto, mas nessa hora, por conta eu acho do pneu misto, o carro passeava confortável pela pista, mas quando virava o volante ele demorava um pouco para reagir, mas eu estava com o carro enfiado dentro da areia, acho que se fosse o pneu 100% off road, ele iria responder de imediato, mas confesso que é muiiiiiiiiiiiiiito mais legal com o pneu que eu estava usando porque da pra gente calcular  a ação e depois fazer.

Nas dunas tivemos partes de areia fofa, subidas, descidas, agua, eu amei fazer isso, me apaixonei por fazer trilhas, mas o sonho acaba assim que chega o preço do brinquedo que pelo menos pra mim ta fora dos meus padrões gastar 110 mil em um carro desse porte.

Aprendi algumas coisas e me diverti muito com o carro, que é muito seguro, e confortável, de dentro se você estiver tranquilo esquece que está em um Troller T4, pois é tão bem acabado e com tantos acessórios que parece um carro comum, isso achei bem legal, já de fora é um monstro imponente, que em SP faria um grande sucesso, com o da licença, estou passando hahaha.

O Novo Troller T4 chega ao mercado em agosto na rede exclusiva de distribuidores da marca em todo o País. Ele traz avanços de design e características que ampliam os já reconhecidos atributos de desempenho e robustez do utilitário off-road. A capacidade todo-terreno do veículo, que o transformou no ícone brasileiro off-road, é um ponto forte da nova geração do T4 feita para o prazer de dirigir nas trilhas e na cidade.

O Novo Troller T4 foi apresentado no estado do Ceará, no Nordeste brasileiro, local onde nasceu e é produzido até hoje. O produto foi mostrado junto com a nova fábrica da Troller, na cidade de Horizonte, que passou por um amplo processo de modernização e ampliação. A unidade adotou em suas instalações novos processos de manufatura nas áreas de estamparia, soldagem, pintura e montagem para garantir altos padrões de qualidade e produtividade.

O utilitário off-road é novo desde o chassi e motorização até o interior e conteúdo. O Novo T4 é resultado de um projeto 100% nacional que privilegia a

eficiência e funcionalidade. A carroceria de design imponente e musculoso passa uma impressão de força, que não fica limitada ao visual. Todas as características off-road do utilitário foram melhoradas, incluindo ângulos de ataque e saída, torque e capacidade de tração.

As novidades incluem motor 3.2 turbodiesel de 200 cv, transmissão manual de seis velocidades, comando eletrônico de tração, diferencial traseiro autoblocante e freio a disco nas quatro rodas com sistema ABS e EBD.

“Nosso objetivo ao desenvolver o Novo Troller T4 foi ampliar as qualidades que todos conhecem e são parte da sua essência off-road, entregando ao mesmo tempo um veículo mais moderno e avançado em termos de conveniência e acabamento para uso em diferentes tipos de pista”, explica Wilson Vasconcellos Filho, gerente de Vendas, Marketing e Serviços da Troller.

Completo e competitivo

O Novo Troller T4 vem com protetor frontal e estribos laterais integrados à carroceria, bagageiro com barras transversais ajustáveis e aerofólio na tampa traseira com brake-light integrado. Tomada de ar em posição elevada preparada para a instalação de snorkel e base para guincho integrada são equipamentos que contribuem para a sua versatilidade.

O interior tem um novo design, com visual agradável e materiais de alta qualidade, que oferecem alta resistência e fácil limpeza para o uso em trilhas. As várias opções de regulagem do banco e os instrumentos à mão facilitam encontrar uma boa posição de dirigir.

Alinhado com a proposta de ser um utilitário ainda mais parrudo, fiel à sua genética “lameira”, mas também mais amigável no asfalto, ele traz uma boa lista de equipamentos de série. Vem com ar-condicionado digital “dual zone”, CD-MP3 player com entrada auxiliar, USB e Bluetooth, vidros e espelhos elétricos, bagageiro de teto, lanternas de LED, teto solar duplo de vidro e rodas de alumínio de 17 polegadas com pneus de uso misto.

Com essas características e o preço de R$110.990, o Novo Troller T4 chega para ocupar uma faixa única no mercado, tendo como competidores diretos somente veículos importados muito mais caros.

Acessórios originais

O Novo Troller T4 conta com uma linha completa de acessórios originais para quem deseja personalizar e agregar mais funcionalidades ao veículo, composta por mais de 130 itens. Todos eles foram aprovados pela engenharia da marca quanto à qualidade e funcionamento para preservar a garantia do

veículo. A linha inclui acessórios como snorkel, guincho, para-choques de aço, pneus lameiros, estribos de aço e bagageiro. E também uma série de protetores – do cárter, câmbio, caixa de transferência, escapamento dianteiro, intermediário e traseiro e tanque – para percursos off-road mais radicais.

Rede exclusiva

 O Novo Troller T4 conta com três anos de garantia e a assistência técnica da rede exclusiva da marca, com 19 distribuidores no Brasil e previsão de chegar a 21 até o final de 2014, com a entrada de novos grupos no negócio.

            A Rede Troller vem sendo preparada para a chegada do novo produto com uma série de programas de modernização e treinamento. Um deles é o padrão [email protected] de arquitetura das revendas, com características comuns de fachada, oficina e show-room para aprimorar o atendimento e a satisfação dos clientes.

            “A Rede Troller é altamente profissional, capacitada e está muito motivada com a chegada do Novo Troller T4, que significa um grande impulso para o seu crescimento. Por isso dizemos que este lançamento representa o início de uma Nova Troller, com produto, fábrica e rede totalmente renovados para ganhar destaque no mercado”, completa Wilson Vasconcellos. 

Clientes fiéis

Utilitário autêntico e produzido por uma marca genuinamente brasileira, o Troller T4 virou sinônimo de off-road. Esse legado foi construído com uma história de vitórias em competições importantes, como o Rally Paris–Dakar e o Rally dos Sertões, e muitas aventuras dos clientes que usam o veículo em atividades profissionais e de lazer.

            “Mais que um utilitário, o Troller T4 representa um estilo de vida”, afirma Vasconcellos. “É um carro diferenciado e exclusivo, com um forte apelo aspiracional de diversão e aventura.”

            Esse vínculo emocional que os proprietários criam com o veículo explica o seu alto índice de fidelidade. “Quase 50% dos clientes que compram um Troller já tiveram um carro da marca. É um dos índices mais altos do mercado. Por isso, os seus proprietários são os principais ‘advogados’ do produto”, continua o executivo.

            Entre os fãs que não possuem o carro, o Troller T4 também é muito popular. Prova disso é que, em pouco tempo no ar, a página da marca no Facebook já conta com mais de 150.000 fãs.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.