Tempo para Leitura: 7 minutos

Aproveitando minha viagem para a MWC em fevereiro, resolvi passear e conhecer um pouco Barcelona, afinal não é sempre que a gente tem oportunidade.

Esses textos serão separados em alguns tópicos, para que fiquei mais fácil e não tão longo e cansativo.

Teremos uns 8 posts, onde pretendo detalhar tudo, para que possa ajudar quem quiser se aventurar pela Europa.

Bom a primeira parte de uma viagem é a programação, certo ?

Errado, a primeira parte é calcular os custos e depois documentos passagem e hospedagem, e depois fazer sua programação, afinal pra saber o que pode fazer, precisa saber quanto tem de $$ pra isso.

Bom a melhor coisa é se programar com antecedência, pois a passagem fica mais barata, e se hospedar também.

Para a Espanha não é necessário visto, ele é dado lá quando você chegar (ou não).

Espanha é um pais que não costuma dar muito trabalho para entrada, mas exige alguns pré requisitos, caso você seja parado, para poder entrar.

Claro que o passaporte é algo obrigatório e que não esteja para vencer durante a sua viagem.

A Espanha exige que você tenha um seguro saúde, para em caso de problemas médicos você tenha para onde correr, e esse é um item IMPORTANTE, caso você seja parado e queiram saber pra onde você vai, quanto tempo vai ficar, irão te pedir este seguro, se você não tiver, pode esperar o próximo voo para o Brasil, pois será deportado.

Existe duas maneiras de se ter este Seguro que se chama Schengen, que na verdade é:

O visto Schengen é um documento de viagem que permite a entrada em países da União Europeia que fazem parte do Acordo de Schengen.

O visto é para fins de imigração, para permitir a entrada no país. A partir de 25 de julho de 2012, os seguintes países participarão do acordo. Recomenda-se observar que o Reino Unido e a Irlanda atualmente não fazem parte do acordo: Áustria, Bélgica, República Tcheca, Dinamarca, Estônia, Finlândia, França, Alemanha, Grécia, Hungria, Islândia, Itália, Letônia, Lituânia, Luxemburgo, Malta, Holanda, Noruega, Polônia, Portugal, Eslováquia, Eslovênia, Espanha, Suécia e Suíça.

Alguns viajantes que visitam qualquer um dos 25 países do espaço Schengen deve apresentar um visto especial para entrada conhecido como o visto Schengen. Como parte do processo de candidatura para a obtenção de um visto, necessária prova de seguro de saúde internacional com cobertura mínima de € 30.000 (conhecida como “carta de Schengen”).

O que é uma carta do Acordo de Schengen?

A carta do Acordo Schengen é um documento informativo que oferece ao portador  uma descrição dos benefícios, requisitos de elegibilidade e informações de contato caso o portador do cartão precise de assistência médica ou a necessidade de registrar uma reclamação.

Voltando a forma que você pode obter esta carta:

Portadores de cartão de crédito PLATINUM ou SUPERIOR podem solicitar GRATUITAMENTE está carta junto a bandeira de seu cartão, e ela é valida para o cartão adicional também.

Comprar o seguo diretamente de seu banco, ou de uma agencia de viagens.

São as formas de conseguir está carta, que custa normalmente uns R$ 290,00.

Eu emiti a carta, mas não fui parado, e não precisei comprovar nada, mas caso você seja escolhido, se não tiver seguro saúde, vai voltar pra casa mais cedo, então LEVE com você, mesmo porque se você precisar de apoio médico, tem pra onde correr.

Mas ainda temos mais alguns detalhes importantes que no caso de ser parado, você precisa ter para mostrar garantias.

São eles, Passagem de ida e VOLTA, ter pelo menos 1 cartão de crédito internacional no bolso, e pelo menos 300 euros na carteira, sim 300 euros MESMO. é uma forma de ver que você tem condições de entrar no país.

Então agora que já sabemos o que precisamos, vamos começar a juntar as coisas.

Carta Seguro, ok, seja pelo cartão ou comprada.

Passagens: bom eu vou falar da ida e volta para Barcelona, mas serve para qualquer lugar do planeta hehe.

Bom, eu sempre pesquiso passagens nos sites de sempre, decolar, submarino, cvc, e por ai vai, mas NUNCA, NUNCA COMPRO deles. porque ? porque as taxas que eles cobram deixam as passagens sempre mais caras.

Então porque procuro neles? bom para descobrir quais empresas fazem o trajeto que preciso hehe.

Para Barcelona existem muitas, da pra ir de TAP, IBÉRIA, Cingapure, TAM, entre outras. Sem dúvida a melhor de todas é a Cingapure, pode ser um pouco mais cara, mas aqui de São Paulo, sai 2x por semana direto sem escala para Barcelona.

Acredite vale a pena, não ter que fazer escala.

Falando em escala, é algo muito importante, saber quanto tempo você vai ficar esperando para o próximo voo. nunca, jamais pegue uma escala com menos de 3 horas, mesmo que sua mala esteja indo direto para o destino, pois muita coisa pode acontecer, seu voo pode atrasar, você terá que fazer a imigração nessa primeira etapa do voo, e pode estar muito cheio, você pode precisar ir ao banheiro sem que consiga esperar chegar no destino, entre muitas outras coisas que podem acontecer, e com menos de 3 horas você corre um risco alto de perder o voo, então sempre de preferência para um intervalo maior, pois você não vai precisar correr.

Eu escolhi, e me arrependo, um intervalo de 16 horas, pois pretendia passear em Madrid, mas falaremos isso em outro post.

Voltando as passagens, tente comprar uns meses antes, vai ver que o custo é menor, e terá mais opções de escolha.

Eu sempre escolho chegar no destino na parte da manha, pois não gosto de me aventurar de noite onde não conheço.

Para minha viagem para Barcelona, fui de Ibéria, porque fui burro e não comprei da Singapure quando vi a passagem, e acabei tendo que ir de Ibéria, que já aviso, se quiser passar nervoso vá de Ibéria, que também vou relatar em outro post.

A diferença de valor pago, comprado direto da Ibéria, em relação aos sites de busca de passagens, foi enorme, quase R$590,00 e também pode parcelar com a empresa, então antes de fechar, cote direto, e veja se o preço não está menor.

Por ser um voo muito longo, pense se quer janela ou corredor, tente sempre as laterais e não o centro do avião, pois pode ficar no meio de duas pessoas. e comprando antes, você consegue escolher com facilidade. Eu sempre tento comprar logo na frente, ou o mais próximo da porta, para sentar mais rápido e também sair mais rápido do avião, sim eu sei que a mala ainda não vai estar lá, mas quero esticar as pernas, e não ficar 1 hora esperando 400 pessoas saírem na minha frente. sou chato. Sei disso hahahaha

Ufa, passagem ok, e agora o que vamos comprar?

Onde vamos ficar?

Bom essa é a parte mais fácil, pois aqui vai depender bem mais do seu bolso do que outra coisa.

Podemos ficar em Albergues, hotéis, alugar um quarto em uma casa, ou até mesmo uma casa, depende do seu gosto e bolso.

Para minha viagem para Barcelona, eu escolhi alugar um quarto pelo site www.airbnb.com.br, acredite funciona melhor do que pode pensar.

Como a MWC faz Barcelona ficar lotada, os preços também acompanham a quantidade de pessoas e sobem demais, e em euro, tudo fica mais caro ainda para Brasileiro, 9 dias de hotel chegava a custar 290 euros por dia, o que fazia a viagem ser totalmente inviável.

Aconselhado por amigos, testei ver o site, e achei, do lado do evento, a menos de 5 minutos andando, um quarto para alugar em uma casa de família, nunca tinha feito isso, sempre fiquei em hotel, mas desta vez o alto custo me obrigava a pensar diferente. Não gosto de Albergue, não sou fã de dividir quarto com estranhos, nunca gostei, não me sinto bem. mas ao alugar um quarto, eu estaria de certa forma dividindo um espaço, mas pensei e resolvi que iria arriscar, pois não iria dividir o quarto, apenas a casa, e se tudo fosse ruim eu teria o quarto para ficar isolado, ok, é válida a tentativa. até pensei em alugar um casa inteira, mas não encontrei nada que fosse tão perto quanto a casa que tinha visto o quarto.

Então resolvi escolher esta casa, 5 minutos da estação de trem e da MWC, acho que estaria bom. e o custo não foi caro, cerca de 350 dólares pelos 9 dias. bem menos do que até 1 diária em um hotel. ok não tem café da manhã. mas isso não iria atrapalhar. erá so tomar na rua. tambem falarei desta experiência em outro post

Bom, Passaporte OK, Carta seguro Ok, Passagens OK, casa OK.  Hora de comprar Euro, e é a parte que mais dói haha, 1 euro custa aproximadamente R$ 3,40, o que significa que para cada 100 euros vou gastar R$ 340,00.

Em uma vagem de 10 dias, temos que calcular algumas coisas, como, comida, transporte, lembranças, passeios, e emergência. fazendo uma conta rápida decidi que 100 euros por dia era o mínimo para ir com conforto, mas em outro post, vou mostrar que da para gastar muito menos, pois Barcelona não é uma cidade cara, desde que, claro, você não converta nada para real hahaha, mas foi o que fiz, nada de conversão, já tinha comprado os euros então o gasto foi em euro, sem uso de cartão de crédito.

Bom tudo arrumado certo ? Bom a parte que envolve $, sim, já estamos com tudo acertado e com as datas definidas, então hora de fazer a mala.

Mala sempre é um problema né? nunca sabemos ao certo o que levar, e quanto levar, eu sempre levo tudo dobrado, para cada dia que fico em um lugar pelo menos 2 peças de roupa, pois pode acontecer alguma coisa, e precisar de roupa para trocar, e não ter roupas para todos os dias, afinal não irei lavar roupa durante a viagem, então não posso arriscar.

Sempre levo 2 camisetas, 2 meias, 2 cuecas, para cada dia, e a calça eu levo 1 para cada 2 dias, e mais 1 de reserva.

Se você toma remédios, não esquece de colocar 1 dose pelo menos no seu bolso, 3 doses pelo menos na sua mala de mão, e o restante na mala grande, pois nunca sabemos se nossa mala vai mesmo chegar com a gente né.

Sempre tento evitar problemas com minha mala de mão, então eu despacho praticamente tudo que posso ficar sem durante o Voo.

Também coloco na mala, tênis, sapatos, luvas, e sacos plásticos, e blusas, pelo menos 3 blusas. para cada 15 dias de viagem.

Uma coisa importante, e pode parecer ridículo, mas tem muita gente que não faz, é ver a previsão do tempo e desbloquear os cartões para uso no exterior, nunca se sabe se vai precisar

Então vamos para Barcelona, na Espanha com 1000 euros e vamos ver o que da para fazer por la em 10 dias?

Sim no próximo post que sai amanha 🙂

Meu custo total foi:

carta de Schengen – Gratuita com o Cartão de Crédito, ou R$ 290,00 aproximadamente se você contratar o seguro

Passagem – R$ 1.820,00 voando Ibéria classe Econômica

Aluguel de Quarto no AirBnB – R$ 850,00

1000 Euros a R$ 3,4 = R$ 3.400,00

Custo Total R$ 6.070,00

Sim viajar pela Europa não é barato. mas vale a pena.

 

2 COMENTÁRIOS

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.