Tempo para Leitura: 5 minutos

Antes da gente começar a falar como diminuir os riscos, sim apenas diminuir pois é bem complicado falar em evitar, pois são muitos fatores que temos que cuidar para isso. Vamos conhecer um pouco mais o Zika.

O Zika vírus, ao contrário do que parece, não é algo novo, não veio agora para o Brasil. Segundo pesquisas ele chegou ao Brasil provavelmente em 2014, na Copa do Mundo, quando tivemos milhares de turistas do mundo todo, e alguém trouxe o vírus para o Brasil.

Como de costume nossos Governos de início ignoraram o Zika, com aparições esporádicas e em pontos isolados do Brasil.  Vale lembrar que o Zika é um velho conhecido do mundo, desde antes de 2007 já se tem registros do vírus, principalmente na África, onde existem surtos da doença.

No Brasil o Surto veio em 2015, e nosso querido mosquito Aedes aegypti, sim ele mesmo o mesmo que transmite a dengue, é o responsável por transmitir o Zika.

zika

Você sabia que o Aedes aegypti já foi totalmente eliminado do Brasil? Mas graças ao nosso Governo, tanto Municipal, Estadual e Federal, que em vez de manter o combate de forma mais elaborada, e também a população que com sua educação, joga na rua diversas coisas, criando lugares perfeitos para o mosquito, ele voltou e hoje praticamente não se tem controle sobre ele.  Sim meus amigos, nesse caso a culpa é de todos, não adianta fazer a sua parte em casa, se na rua você não faz. E infelizmente a situação não tem nenhuma mostra de melhora, pelo contrário, com chuvas até maio a tendência é de termos uma Super epidemia, não apenas de Zika, mas de Dengue também.

O Maior problema, é que nós não temos como evitar 100% o risco de ter o Zika ou Dengue, podemos infelizmente apenas tentar minimizar os riscos, pois o mosquito pode estar em qualquer lugar, não importa onde você mora.

Mosquito vem até dentro do elevador, pode estar dentro de sua mochila, é bem complicado. Claro nem todo pernilongo tem o vírus, mas se a gente puder evitar a picada ajuda certo?

Não tem mágica aqui, repelentes de tomada, já não são tão eficazes assim, mesmo na embalagem escrito que serve também contra o Aedes aegypti, já se sabe que muitas variações desse mosquito, já são imunes a determinados repelentes, ou seja, ele não ta nem aí pro seu repelente, ele continua voando firme e forte.

Aqui em casa é raro ter pernilongo, ou pelo menos era algo raro, até ano passado se eu matei uns 5 foi muito. Mas só esse ano já matei uns 10, e sempre que mato pego algo para ver ele aumentado, pra ver se é o Aedes aegypti.

Por sorte nenhum deles era. Semana passada entrou um no quarto, e eu fechei a porta, e peguei um “mata moscas” que estava escrito que mata também o Aedes aegypti, bom EU quase morri no quarto de tanto que joguei. Sai, fechei a porta e deixei o quarto com aquela nuvem de inseticida, esperei 2 horas e voltei ao quarto, crente que o mosquito estava morto, mas acreditem ou não o mosquito estava VIVO!!! E voando. Acabei matando com a mão. O que reforça que já temos mosquitos imunes, culpa nossa mesmo, de usar de forma exagerada, e nem sempre matar, eles com o tempo evoluíram a espécie, e aprenderam a viver com isso, ruim pra nós que temos que aprender novas formar, ou novas receitas para acabar com eles.

Bom como podemos ver, a situação é grave, nesse gráfico podemos ver em SP, quais as regiões que temos maior risco de ser picado e contrair a doença.

160152

Como podemos ver, praticamente a cidade de SP toda está em risco, ou seja, não existe um lugar, digamos 100% seguro, simplesmente porque o mosquito voa, e pode ir para qualquer lugar, pode entrar em um carro e atravessar a cidade toda, e sair quando a janela estiver aberta. O Risco é para todos, mas para as futuras mamães o risco é maior ainda, pois o Zika interfere na saúde do bebê, podendo causar danos sérios.

Mas o que podemos fazer então?

Bom primeiro cuidar da nossa casa é um bom começo certo? 

Veja se tem agua parada em vasos, ralos, janelas, o mosquito gosta de agua limpa, e com essas chuvas sempre fica um ponto. Mesmo em apartamentos, aqui, coloco cândida dentro dos ralos, olho as janelas todos os dias para ver se não tem agua acumulada, e nossos vasos não tem agua parada. São uma forma de evitar criar o mosquito dentro de casa.  Evitar que entre não é tarefa fácil, mas mantenho o máximo possível as janelas fechadas, mesmo com o calor, uso ventilador e ar condicionado. Deixo o mata moscas perto, mesmo sabendo que pode não matar, vai deixar tonto, o que me dá chance de matar o mosquito.

Calças são aliadas, mesmo nesse calor, pois diminui a chance de ser picado, e usar repelente, principalmente as mamães, SEMPRE.

Sim SEMPRE, mesmo dentro de casa, o repelente é um bom aliado, pode não evitar 100%, mas, toda ajuda é bem-vinda nessa guerra.

Temos que lembrar que se a mamãe for picada e o mosquito tiver o Zica, o estrago que pode acontecer com o bebê que vai nascer pode ser sério e para sempre!!!!

A gente está esperando a Marcela chegar, ainda faltam 5 meses, e serão longos e tensos 5 meses se protegendo de todas as formas possíveis contra uma picada, não será fácil, mas por enquanto com repelente e roupas compridas estamos conseguindo evitar picadas.

Evitamos também sair para viajar, lugares abertos onde sabemos que costuma ter pernilongos, até determinados restaurantes e cinemas que a gente sabe que tem pernilongo, porque já fomos picados, estamos evitando.

Pode até parecer um pouco de paranoia, mas não é. o Zika causa estragos, o Zika existe e não tem cura nem combate apropriado, não se vê os governos fazendo algo intensivo nas ruas. O Tal fumacento, eu jamais vi na rua, e olha que rodo SP inteiro. Agentes que vão ver as casas, nunca vi aqui na rua, nem na rua da mama, nem de vários amigos.

Não importa onde você mora, o Mosquito não vê por região, sexo, cor, religião ou condição social, ele pica todos, ele voa para todos os lugares, e se a gente não tentar se proteger meus amigos, estaremos perdidos, pois infelizmente essa guerra está apenas começando, e já começamos perdendo.

Ainda dá tempo de virar o jogo, e será feito, mas vai demorar, e até lá, no caso de mamães grávidas, é fazer o impossível para evitar o Zica, e quem ainda não engravidou é uma grande ideia esperar um pouco, esperar baixar essa epidemia, que apesar de não se falar muito dela na TV, como epidemia, ela está aí. Quando a Marcela veio, ainda não se falava do Zika, começou 2 meses depois, se o Zika já estivesse entre nós da forma que está antes da Marcela chegar, teríamos segurado para evitar qualquer susto. Agora só nos resta proteger a Marcela de tudo que for jeito, até o dia que ela vem para o mundo, e isso meus amigos, pode acreditar, estamos fazendo de todas as formas possíveis, A Marcela nem imagina o quanto já está sendo cuidada aqui fora. Pois se depender da gente, tudo que pode ser feito, estamos fazendo. E o Zika vai ficar bem longe!!!!

Boa sorte para todos nós.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.