Ecosport muda, renova e está pronta para brigar pelo mercado de SUV

 

Em julho, fui até Recife conhecer a nova Ecosport, que foi praticamente toda modificada para se atualizar e encarar o Renegade e o HR-V (fotos no fim do post)

A Ecosport foi líder do segmento por anos, mas depois de passar alguns anos praticamente sem modificações, acabou perdendo espaço para carros mais novos como o Renegade, que é recheado de tecnologia, e o HR-V que caiu no gosto do consumidor. E se a gente for comparar, realmente a Ecosport, apesar de ser um carro moderno, deixava desejar em alguns aspectos, quando comparado com os dois acima.

A Ford, demorou um pouco para conseguir criar um novo carro, 2 anos são muito tempo, e isso custou a liderança do mercado, mas a espera valeu muito a pena, e a nova Ecosport, mostrou que voltou com força, está mais bonita, e muito, muito mais recheada de tecnologia.

Os novos modelos agora contam com motor 1.5, que pode parecer pouco, mas nos testes o carro andou muito bem, sem sofrer com o peso, e 2.0 herdado do Focus, não é exatamente o motor do Focus, mas usa a tecnologia dele, direct flex., que otimiza o uso do combustível.

Adeus Powershift, sim, pelo menos na Ecosport, ela finalmente recebeu um cambio automático de verdade, e deve se livrar do seu pior pesadelo, que era o câmbio automatizado de dupla embreagem, muito criticado pelos consumidores. Agora está mais suave, e com tempo de resposta muito melhor.

Não é um carro novo, feito do zero, ainda usa a base da Ecosport 2012, última geração do carrinho, mas o resto é tudo novo.

Grade, que agora é próxima dos outros carros globais da empresa, novo painel de instrumentos, uma deliciosa tela de 8 polegadas na versão top, e de 6.5 nos demais modelos, com direito ao Sync 3, compatível com Android auto e Car play, tem até espaço para colocar seu celular, o carro foi totalmente refeito, e tenho que dizer, ficou muito legal.

A tela flutuante, é muito prática, está em uma posição que o sol não atrapalha quando bate diretamente nela, fácil de usar e com ótimo tempo de resposta

O tamanho do carro não mudou, e quem anda na parte de trás do carro, e tiver mais de 1,60 de altura, continua sofrendo, é apertado para sentar, eu tenho 1,76, e uso o banco do motorista totalmente puxado para trás, sem reclinar, e quando sentei no banco traseiro, meus joelhos ficaram encostando no banco, e para sair foi bem incomodo, outra parte ruim, mas ai é gosto pessoal, é o porta malas continuar abrindo de lado, é ruim quando se estaciona pois precisa ter um espaço maior para poder abrir, e o estepe ainda ser do lado de fora, no Brasil, infelizmente temos um alto índice de roubo de estepes, mas acreditem ou não, ambos só foram mantidos porque a Ford fez uma pesquisa com quem já tem Ecosport e a maioria prefere assim, bom tem gosto pra tudo né? hahaha

Mas posso dizer que são apenas esses os pontos negativos da nova versão.

Os bancos são novos e muito confortáveis, o motor está muito bem acertado como carro, não temos o carro sofrendo para andar, nem nas retomadas, e o consumo, bom o consumo ficou na casa dos 7 por litro, mas para um carro que é pesado, acho que se saiu bem.

Depois que a Marcela nasceu eu passei a olhar muito mais a parte de segurança dos carros, e a Ecosport faz bonito, e se torna o mais completo da categoria, mesmo na versão básica, se for comparar com o HR-V, hoje líder do mercado, faz o carro da Honda parecer brinquedo de criança.

Todas os modelos vem sete airbags, dois isofix ( suporte para cadeiras de bebe, que são fixados na carroceria do carro, deixando a cadeira firme como o banco do carro, o que é muito mais seguro para as crianças, Monitor de pressão de pneu, controle de tração, e estabilidade, sensor de estacionamento traseiro e assistente de partida em rampas ( no carro automático pelo menos pra mim não faz diferença, mas em carro com câmbio manual ter 3 segundos para tirar o pé do freio, acionar a embreagem e colocar  a marcha, além de te dar muito mais conforto, evita o famoso pé na embreagem segurando o carro, o que diminui consideravelmente o desgaste de peças e aumenta a economia do carro.

Ainda temos, dependendo da versão:

Sync 3 com tela de 8, tela de 6 nas versões mais baratas, Luz diurna de LED, câmera de ré, ar condicionado digital, tela de 4,2 no painel de instrumentos e rodas de liga leve 16 ou 17, e na Titanium ainda temos, faróis de xênon, bancos de couro, sensor de chuva e rodas 17 polegadas.

Gostei muito do carro, está realmente muito mais bonito e com muita tecnologia, a comparação com os concorrentes é inevitável, mas uma coisa é fato, de longe a nova Ecosport tem o conjunto mais completo do mercado pelo menor preço. A Briga promete.

Faremos também um review da nova central multimídia e o uso do relógio Gear S2 e S3 da Samsung com o Sync 3

Em breve ela chega aqui e aí podemos falar com mais detalhes sobre o novo varro da Ford

Abraços a todos.

Richard Max viajou para Recife, como convidado FORD para conhecer o novo Ecosport

 

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here