Tempo para Leitura: 2 minutos

A Ford recentemente anunciou o fim de diversos modelos, no Brasil por exemplo, já podemos dar adeus ao Focus, que na minha opinião é um dos carros mais bonitos da empresa. E claramente, como tantas outras está indo para o mundo SUVs e esquecendo que uma grande parcela de consumidores, não tem muitas vezes, nem uma vaga que esse tipo de carro possa usar, alias muitos shoppings nem cabem os carros médios atuais né?

Mas o Mustang, Haaaaa o Mustang (sim eu sei, você vai me perguntar, você já testou? Não, e falando sério nem sei se irei testar, mas já não me importo mais)

De qualquer forma é um carro, que tive o prazer de andar em uma pista aqui em SP, e é maravilhoso, agora imagina esse “brinquedo hibrido?

Sim ele ele já existe, mas só deve ser lançado em 2020.

No vídeo abaixo, estrelado por Bryan Cranston, que você provavelmente conhece de Breaking Bad ou Malcolm in the Middle, com um aceno à famosa citação de Henry Ford “Você pode ter qualquer cor, desde que seja preta” sobre o modelo original da montadora – ele insiste que os sonhadores não criarão o futuro, os construtores vão.

Uma parte desse futuro será o primeiro híbrido Ford Mustang. A montadora divulgou suas intenções a partir de janeiro de 2017.

 

A decisão da Ford de eliminar a maioria dos sedãs e hatchbacks de passageiros de sua linha na América do Norte e no Brasil que achou que passaria ileso, já matou o Focus, e deve matar mais alguns modelos nos próximos 2 anos, concentrando-se em utilitários , SUV e crossovers, verá uma mudança significativa nas concessionárias da Ford. De fato, o Mustang será um dos poucos carros “tradicionais” que restam.

O carro mantém as linhas de capô esculpidas da versão a gasolina, mas deixa de fora a grade dianteira; um logotipo de pônei de Mustang iluminado toma o lugar de honra.

Abaixo, a fáscia inferior é simplificada. Luzes mais estilizadas – quase que certamente LED – foram introduzidas. Além disso, é difícil dizer.

Uma questão-chave ainda a ser respondida é justamente o que vai realmente impulsionar o híbrido Mustang. No vídeo, a provocação vem logo após um fraque sob o capô mostrando um motor V8. No entanto, não está claro se isso deve ser lido como parte deste novo Mustang eletrificado, ou apenas como um passo na história do carro.

A Ford disse que o híbrido vai entregar “níveis de V8 de poder e até mesmo mais torque”, mas não confirmou se isso significa um motor de V8 atual ou algo menor. Afinal de contas, uma das vantagens da hibridação é que ela pode permitir que motores menores – como um V6, talvez – embalem o carro normalmente associado a suas contrapartes maiores.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.