Tempo para Leitura: 2 minutos

Segure-se na cadeira, vai começar uma aventura com espírito de vídeo-game e toda ação que a tela do cinema pode proporcionar. A produtora DreamWorks apostou todas as suas fichas nesse que é até agora, um grande sucesso de bilheteria e, conseqüentemente deve gerar mais de uma seqüência.

Baseado em um jogo para computador criado pela EA (Eletronic Arts) que desde 1994 já vendeu de 140 milhões de cópias em 22 idiomas, fora os piratas, tem no seu ponto principal os carrões que são usados nos pegas dentro e fora das cidades. Need For Speed – O Filme (DreamWorks, Disney) é o retorno dos filmes da cultura automobilística.

O filme gira em torno de Tobey Marshall (Aaron Paul, premiado com um Emmy® na série Breaking Bad), um mecânico que compete em corridas de rua. Em sua luta para manter a oficina de sua família funcionando, Tobey aceita o desafio do rico e arrogante ex-piloto da NASCAR Dino Brewster (Dominic Cooper, que esteve em Capitão America e Mama Mia!). Quando está prestes a fechar um grande negócio com Julia Bonet (Imogen Poots, a inesquecível jovem de V de Vingança) para salvar sua oficina, uma corrida desastrosa permite que Dino monte uma armadilha e culpe-o por um delito que ele não cometeu.

Dois anos depois de preso, Tobey é libertado e empreende uma busca por vingança, mas sabe que a única possibilidade de destruir seu rival, Dino, é derrotando-o na pista de alto risco conhecida como De Leon, um circuito de corridas clandestinas, organizadas por Monarch (interpretado pelo sempre canastrão e incansável Michael Keaton).

As cenas de ação são muito bem dirigidas, afinal o diretor Scott Waugh é dublê, e sabe melhor que ninguém dos riscos e das agruras num filme desse porte. Foi como um tour pelos Estados Unidos várias cidades de vários estados foram utilizados como cenários.

Os efeitos especiais são o ponto alto da produção, principalmente no que diz respeito às perseguições por ruas e estradas. A colocação de câmeras em pontos chaves e as filmagens em alta velocidade em lugares reais, fazem a diferença para outros filmes on the road.

A produção é exemplar, as réplicas dos carros que fazem a corrida De Leon (Koenigsegg Agera R, Lamborghini Elemento, Spano GTA, Saleen S-7, Bugatti Veyron e McLaren P-1) além dos 7 Mustang GT500 2013 construídos especialmente para o filme, são um delírio à parte pra quem gosta de carros, mas em algumas cenas houve uma falta de cuidado. Nenhum piloto guia segurando no volante estilo tiozão (com as duas mãos na parte superior) e é politicamente incorreto estar sem cinto de segurança e falar ao celular enquanto se dirige.

Claro que passa batido, até porque abastecer um carro em movimento também não tem nada de correto, nem mesmo exceder os limites de velocidade quer seja na cidade ou nas rodovias, faz parte do jogo, faz parte da fantasia.

Leve os filhos mais velhos (a classificação é 12 anos), prepare seu espírito e aproveite cada momento dessa produção, Need For Speed – O Filme é para ser curtido e admirado, é um filme que vai fazer sua vontade de entrar em uma concessionária e comprar um carrão desses ficar aguçada. Que venha logo o número 2!

A gente se encontra na semana que vem!

Beijos & queijos

e-mail: [email protected]

Follow me on twitter: @borrachatv

Texto: Eduardo Abbas

Fotos: Disney

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.