A Ford é uma das apoiadoras de um projeto pioneiro: o Centro de Transformação da Mobilidade que vai construir um espaço para testes de veículos autônomos. Instalado em uma área de 32 hectares dentro da Universidade de Michigan, nos Estados Unidos, o campo vai estar em funcionamento ainda este ano e visa simular um ambiente urbano com pistas de concreto e asfalto, cruzamentos, rotatórias, sinais de trânsito, calçadas, simulação de edifícios, postes e obstáculos como barreiras de construção.

O objetivo do Centro de Transformação da Mobilidade é criar as bases de um sistema comercialmente viável de veículos conectados e automatizados, capazes de se comunicar sem fio uns com os outros e com a infraestrutura viária para alertar sobre potenciais riscos e aumentar a automação. O plano prevê a demonstração de um sistema operacional em 2021.

“O potencial dessa tecnologia é verdadeiramente transformador e abre amplas oportunidades no mercado e a parceria com a Ford e outras empresas também visionárias, além de todos os níveis de governo, é fundamental para obter um sistema de veículos conectados e automatizados que poderiam reduzir drasticamente os acidentes, aliviar os congestionamentos, diminuir a poluição e o consumo de energia”, diz Peter Sweatman, responsável pelo projeto de veículo autônomos.

O Centro de Transformação da Mobilidade também está desenvolvendo instalações complementares que servirão como plataforma de testes para avaliar o comportamento dos consumidores com o uso dessas tecnologias e explorar oportunidades de mercado. Para acelerar o desenvolvimento dessa tecnologia, o centro vai trabalhar em conjunto com seus parceiros para identificar oportunidades e desafios, antecipando e moldando regulamentos para ajudar a orientar a pesquisa.

01 02

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.