Tempo para Leitura: 2 minutos

Pois é, se você viveu os anos 90 e amava a saraivada de filmes de ação que foram lançados na época, deve se lembrar do Vingador do Futuro (Total Recall, no título original). Este filme acaba de ganhar um remake e estreia hoje nos cinemas do Brasil. Agora você se pergunta: o que faz um filme aqui, num site de carros? Há Chryslers que voam no filme, literalmente.

O carro que serviu de inspiração para o flutuante da telona foi o sedã de luxo 300C (não, eu não consegui fazer ligação visual entre o carro voador e o 300C. Faltam alguns detalhes), porém sua exibição é curta e fica lá pro meio do filme. Ele dá as caras apenas numa cena de perseguição contra policiais e seguida de uma esmagadora aterrisagem em cima de outro veículo já no solo. Sim, ele voa e é diferente do filme de 1990 que Arnold Schwarzenegger andou. É mais esportivo e não tem aquele robô que guiava o antigo protagonista pela cidade.

Nós fomos convidados pela Chrysler para assistir a pré-estreia do longa metragem – de carona com um Chrysler – na terça-feira. Posso garantir que o filme é incrível e lembra muito a leva de filmes de ação que estavam na minha infância, ou seja, mil produções com o próprio Schwarzenegger, Van Dame, Stalone e outros.

Nesta versão do filme não há uma viagem para Marte e um encontro com o robô da NASA, Curiosity. A trama se passa na Terra mesmo, mais precisamente em dois pontos extremos do planeta: um país (localizado na Inglaterra) chamado de Bretanha e outro na Austrália, chamado de Colônia. Todos os outros locais do mundo estão contaminados e impossibilitados de receber vida. Tudo fruto de uma grande guerra mundial

O protagonista, o agente Hauser, é um agente secreto que deveria acabar com a Colônia, mas troca de lado e vira amigo do pessoal da Austrália. Enfim, não vou contar mais do filme e espero que vocês curtam no cinema.

Curioso para saber como era o filme em 1990? Dê uma olhada no trailer abaixo.

http://www.youtube.com/watch?v=ABIgtQTLOXY

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.