Isofix, ele pode salvar a vida da criança dentro do carro. Veja quais carros possuem em 2017

Sempre me preocupei com segurança nos carros, principalmente no que for o meu hahaha, mas nunca fui de ver estrelas, se era seguro ou não para todos e crianças e tal. Se tinha AirBag tava bom. Só que não é bem assim certo?

No fim do post, coloquei um vídeo onde temos os dois tipos, um com isofix e um sem isofix, em um teste de impacto frontal, coloquei os dois lado a lado, para que possam ver a diferença entre os dois.

Mas quando a gente soube que a Marcela Iria chegar, e começamos a comprar as coisas, comecei a bater muito nisso.

Carrinho, banheira, cadeiras, tapa tomadas, enfim, tudo o que íamos comprar para a Marcela, eu olhava se era seguro, se a tinta não fazia mal, se ao quebrar soltava pontas, ok, pode ser exagero, mas quem tem ou teve um bebê de 1 ano em casa, sabe que piscou já ta na boca hahahaha

Com carros, também passei a ver diferente, junto com a cadeirinha do carro.

Acredite, cadeirinha a gente tem aos montes, mas será que são realmente seguras?

Sendo assim resolvi ver as cadeirinhas, verdade, quando a Marcela nasceu, o cara lá do estacionamento foi que prendeu ela no Ecosport, e ficou presa que nem uma rocha, mas era uma isofix. Na época nem dei bola.

Depois quando a gente colocou no Vectra, a cadeirinha normal, que vimos que algo não estava correto, mas na verdade estava, era daquele jeito mesmo.

Por mais que eu tentasse deixar firme uma cadeirinha de cinto, ela era uma geleia, mole para tudo que era lado, só travava mesmo quando a gente brecava.

A Marcela nunca caiu, isso também é verdade, mas a cadeira mole me incomodava muito.

Em uma batida, eu sabia que ela ia se mover, era um fato.

Tentei levar na loja Alô Bebê para eles prenderem, afinal tinham mais prática, mas mesmo assim ficava mole.

Resolvi testar em outros carros, mesma coisa, o cinto do carro ele não trava sem ser preciso, ou seja, ele vai ficar firme quando for acionado, antes disso ele fica mais solto.

A cadeira estava presa, mas não era uma rocha.

Fui então atrás de uma cadeira isofix, tipo a que a Ford me emprestou quando a Marcela nasceu, e tomei um susto, custavam mais de 2 mil reais, chegando a 4 mil em alguns modelos, e pensei, caraca, não pode ser tão caro assim uma cadeira de bebê, ok, temos marcas que são, mas mesmo assim era um valor absurdo.

O tempo passou (5 meses) e eu ainda estava incomodado, como toda hora trocava a cadeira da Marcela de carro, resolvi juntar um pouco mais de $$ e procurar um modelo isofix. Além de ser mais seguro, não ficaria meia hora colocando toda vez que trocava ela de carro.

Mas porquê?

Simples, o sistema isofix, no Brasil ainda não é comum, temos, mas na grande maioria das vezes apenas em carro top de linha. Nem mesmo é regulamentado de forma clara ainda no Brasil. só em 2018 as regras ficarão claras, quando se torna obrigatório em todos os carros, ter o sistema isofix.

Então pensei, porque não fazer um post e perguntar para todas as fabricantes de carro, e ver suas respostas, bom, as respostas foram:

Abaixo segue as notas oficiais que as empresas enviaram.

GM respondeu:

“Olá, Richard

A Chevrolet vem ampliando a oferta de veículos com Isofix conforme cresce a procura pelo sistema por parte do consumidor.

Modelos como o Trailblazer, Captiva, Tracker, Camaro, Cruze Sedã e Cruze Sport6 já oferecem o Isofix.

Desde junho, com o lançamento da linha 2018, o Cobalt também passou a vir equipado com os ganchos para ancoragem de cadeirinha infantil. ”

JAC Motors respondeu:

“Apenas nossos modelos mais novos, T40, T5 e T6 possuem isofix, a tendência é que todos os nossos modelos passem a ter o sistema isofix”

FORD respondeu:

“O sistema Isofix é um padrão de terminais de engate, criado na Europa, que faz a ancoragem de cadeirais infantis diretamente na estrutura do veículo e não aos cintos de segurança. Compatível com modelos específicos de cadeirinhas, esse padrão passará a ser obrigatório em carros novos no Brasil a partir de 2018, mas já pode ser encontrado em toda a linha Ford.

Disponível em todas as versões do Ka, Ka Trail, Ka+, New Fiesta, New Fiesta Sedan, Novo EcoSport, Focus, Fusion, Fusion Hybrid, Edge e Ranger.”

Honda respondeu:

“Todos os modelos 2017 possuem o sistema isofix de série“

Fiat respondeu:

“Caro Richard, o sistema isofix pode ser encontrado nos modelos ARGO, TORO e FIAT 500.”

Jeep respondeu:

“Todos os modelos fabricados pela Jeep, possuem ISOFIX”

Nissan respondeu:

“Os modelos Kicks, Versa (na Unique e SL) e Sentra possuem o sistema isofix.”
Toyota respondeu:
“Richard,

Listamos abaixo os modelos atualmente comercializados pela Toyota  no Brasil e as respectivas informações de quando receberam isofix:

Etios – desde a linha 2017, lançada em 2016

Corolla – desde a atual geração, lançada em 2014

Hilux – desde a nova geração, lançada em 2015

SW4 – desde a nova geração, lançada em 2016

RAV4 – desde 2013

Prius – desde 2013, quando o modelo foi lançado no Brasil

Camry – a partir de 2011″

Volkswagen respondeu:

Caro Richard,

“Em resposta à sua solicitação, informamos o que os modelos up! e Golf (nacionais) e todos os modelos importados, incluindo a Amarok, possuem isofix.”

Aos poucos os fabricantes estão colocando em todos os seus modelos, e tem um motivo isso.

Mas afinal o que é o Isofix?

Isofix é algo simples, e que pode realmente salvar a vida de uma criança, são travas fixadas diretamente no carro, e é onde a cadeirinha é fixada.

Como podemos ver na foto abaixo, ele é montado na estrutura do carro, o que faz ser muito mais forte, resistente e firme.

Ok Richard, já entendi, ele é mais forte, é um sistema mais moderno, deixa a cadeira firme, mas é bem mais caro, dependendo do modelo, pode custar até 10x mais que uma cadeira tradicional. E a gente andou nelas e estamos aqui, inteiros.

Bom, é verdade, o que você disse é verdade, a gente andou nessas cadeirinhas tradicionais, e muitas e muitas vezes, nem em cadeirinhas, e estamos aqui.

Mas vamos lembrar que 30, 40 anos se passaram, e muita coisa mudou.

Os carros hoje, são muito mais rápidos, e seguros, mas nossas avenidas não.

Elas ao longo do tempo, não evoluíram, o que faz nosso transito ser muito mais perigoso, e acidentes mais frequentes, mais rápidos e com impactos maiores.

Veja, eu não estou dizendo que as cadeirinhas tradicionais não vão proteger, claro que vão, desde que estejam colocadas corretamente, mas isso não acontece em 90% dos casos, e eu pessoalmente fui ver isso em vários lugares, e percebi que a maioria dos papais e mamães, colocam a cadeira, ela fica solta, e fica assim mesmo, é tipo “padrão” de uso, mas em um acidente, ela bem fixada já ira se movimentar muito, sem estar corretamente colocada, a segurança da criança que fica em risco.

A diferença entre os dois tipos de cadeiras é gritante, ok o preço também, mas quanto vale a segurança de seu bebê?

Eu sei, as vezes não é possível comprar, entendo isso, afinal o custo é alto. Mas se seu carro tiver o sistema isofix, dá para comprar o “cinto” isofix, e colocar.

Você irá colocar sua cadeirinha da forma como sempre colocou, e um “extra” o cinto isofix, passando ele por trás da cadeirinha e fixando nos pontos de ancoragem, não são caros, e da para usar em todas as cadeirinhas. Não será a mesma coisa é claro, mas você vai ter colocado mais um ponto de segurança, e provavelmente vai perceber que a cadeirinha ficou muito mais firme. Usei por meses desta forma, até comprar uma cadeira isofix.

Sem falar na facilidade de se colocar uma cadeira com isofix.

Enquanto na cadeira tradicional, temos que passar o cinto por tudo que é lado, puxar, e tentar deixar o mais firme possível, o que normalmente é impossível hahahaha, na cadeira com isofix, basta puxar as travas, engatar nos pontos no carro, empurrar a cadeira e pronto.

Ainda tem um cinto que sai da cadeira que deve ser preso no teto em caso de carros como SUV e Hatch, ou atrás do banco.  E no caso de carros tipo sedan é fixado atrás do encosto de cabeça. Esse cinto é uma forma de segurar e estabilizar a cadeira.

Com isso feito, acabou, vai ver que a cadeira está firme como uma rocha, e não precisou de mais do que 5 minutos (sério) para instalar.

Mas porque estou falando tanto sobre isso?

Porque percebi que com as cadeirinhas tradicionais nossas crianças não estão 100% seguras, e se você tiver condições, e se seu carro tiver o sistema, invista em uma cadeira com isofix, é mais prática, e muito, mas muito mais segura.

Da uma olhada nesse vídeo, eu juntei o sistema tradicional e o isofix ao mesmo tempo, veja a diferença no impacto.

E um detalhe importante, o teste é feito pela LATINCAP, órgão que testa e atesta a segurança dos carros em batidas frontais e laterais, e não tenho a menor dúvida, que se alguém consegue prender a cadeirinha da melhor forma possível são eles, e mesmo com ELES, olha como a cadeira sem isofix se mexe, o bebê está preso nela o tempo todo, mas olha a cadeira, pode tombar, virar e isso pode sim machucar, principalmente se o bebê não tiver sido colocado de forma correta nela.

Agora olha a com isofix, veja a diferença no impacto, é claro que pode machucar, mas veja como a criança está muito mais firme, muito mais segura.

Eu hoje ando muito mais tranquilo com a Marcela no carro, pois sei que se um dia acontecer, pelo menos eu tentei deixar a Marcela mais segura possível, e evitar o máximo de danos possíveis.

Abraços a todos.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here