Tempo para Leitura: 2 minutos

Apesar de muita gente ter reclamado de problemas com o RAZR, eu em particular nunca tive problemas com os aparelhos da Motorola, e não estou puxando o saco da empresa.

Tive o Milestone 1, o Milestone 2, o Atrix que pra mim é o mais legal porque tinha o sensor biométrico  🙂

Acho o RARZ lindo, e com uma bateria maior fica melhor ainda, mas eu quero o BRANCO hehehehehe

Com apenas 8,99 mm de espessura, o RAZR MAXX continua tão ultrafino quanto seu antecessor, o Motorola RAZR, e é revestido com a fibra sintética Kevlar®, mesmo material utilizado nos coletes a prova de bala, display de Corning® Gorilla® Glass, que protege contra respingos e riscos, e que torna o aparelho um sinônimo de resistência. Além disso, a novidade ainda conta com uma vibrante tela Super Amoled Advanced, de 4,3 polegadas.

Seu 1 GB de RAM, junto com o processador dual-core de 1,2 GHz e o sistema operacional Android, garantem entretenimento constante, com uma interface de usuário ultrarrápida e grande poder de executar múltiplas tarefas. Com essas características, o usuário pode curtir suas músicas enquanto verifica seus e-mails e fotos, tudo ao mesmo tempo.

O Android 4.0 também traz uma série de inovações em termos de interface, com experiências como o Hangout do Google+, que permite comunicação simultânea de vídeo com até nove pessoas, e função de reconhecimento facial para desbloqueio de tela.

O Smart Actions, aplicativo inteligente exclusivo da Motorola Mobility, amplia ainda mais os limites, automatizando tarefas cotidianas com base em regras como hora, local e nível da bateria. Com a ferramenta, o smartphone avisa o usuário quando deve desligar a campainha, em reuniões, por exemplo, ou aumentar o volume quando seu chefe liga. A solução também ajuda a definir funções para aproveitar a bateria até o final, diminuindo a luminosidade do display e desligando os serviços que mais consomem energia.

“Com o RAZR MAXX, a Motorola inova mais uma vez, criando o smartphone com a maior autonomia de bateria do mercado e um design de vanguarda”, afirma Edson Bortolli, diretor de Produtos Móveis da Motorola Mobility Brasil. “O RAZR MAXX proporciona 80% mais autonomia de bateria, com um aumento de peso de apenas 14% em relação ao RAZR. É perfeito para quem quer otimizar o desempenho de seu smartphone e relegar o problema de falta de autonomia de bateria à história.”

Os smartphones da Motorola oferecem algumas das funcionalidades empresariais mais poderosas da indústria, e o Motorola RAZR MAXX não é exceção, já que dispõe de um sistema de encriptação avançado e ferramentas de produtividade similares às de um PC. Com o GoToMeeting®®, por exemplo, é possível participar de reuniões em tempo real, além de criar e editar arquivos diretamente no celular com QuickOffice®.

5 COMENTÁRIOS

    • Marco o RAZR tem processador dual core contra o quad core, são de épocas diferentes, e por isso não seria justo comparar os dois aparelhos, de qualquer forma irei fazer um comparativo porque nao resisto hehehehe

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.