Escute nosso texto.
Voiced by Amazon Polly

Passa a vigorar a partir de 1 de outubro as novas regras para os recalls de veículos. O não comparecimento a uma campanha de recall, em um ano, desde o início da chamada, será mencionado no documento do veículo (CRLV) – o deixando “sujo”. O Denatran também vai comunicar o atual proprietário do veículo no chamado pendente, através da consulta de documentos como o Renavam, em que as montadoras não têm acesso.

Já existe no mercado um único app de cobertura nacional que avisa o motorista se o automóvel cadastrado teve algum chamado da fabricante para conserto ou troca de peças. Para facilitar, os interessados podem baixar pelo App Store ou Google Play com o nome Papa Recall.

Vinicius Melo, aproveitou o momento para preparar dicas importantes para o motorista nesse momento:

1 – Segurança no trânsito

Um carro em circulação que tenha defeito de fábrica é praticamente uma bomba-relógio que pode trazer graves consequências. Quando menos se espera, o problema pode colocar em risco a segurança do dono do veículo, dos passageiros e de todos aqueles que estejam próximos em ruas e rodovias pelo Brasil afora.

2 – Preservação do patrimônio

Como o recall é um defeito de fabricação em que o conserto é feito pela própria fabricante, é uma estratégia para evitar a desvalorização do automóvel e, evidentemente, deixá-lo com a manutenção em dia.

3 – É um direito gratuito dos motoristas

Por não ser um problema decorrente do uso ou da idade, é um direito garantido por lei no Brasil e o procedimento é totalmente gratuito. O único dever do proprietário é levar o veículo para que a correção seja feita.

4 – Desenvolver o hábito de manutenção do veículo

As pessoas precisam entender a importância de levar o veículo à oficina no momento certo e seguir o manual do fabricante, ao invés de se preocupar apenas quando o problema já aconteceu, muitas vezes no meio da rua.

5 – Juntos por um um trânsito melhor

Muitos desconhecem que o carro precisa passar por recall, outros justificam a falta de tempo e alguns culpam até os vendedores das concessionárias por não terem informado antes, desconhecendo que o recall pode ser realizado bem depois disso. O fato é que é dever do motorista saber as condições do carro e cuidar para que ele não traga problemas no futuro. O recall é a possibilidade para se informar mais e realizar os ajustes necessários para garantir a melhor experiência possível para todos.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.