2020, um ano para tentar esquecer que existiu.

Pegou todos de surpresa, e foi um ano completamente diferente, acho que nossa geração jamais passou por algo parecido, mas mesmo assim o mundo tech não parou completamente.

Um ano complicado que pra mim começou em fevereiro, eu dentro do avião para cobrir a MWC em Barcelona, e a feira cancelada, ficando 15 dias em Barcelona, ainda sem a pandemia por lá, mas 5 dias antes de retornar, e tentei retornar antes, mas a passagem custava 10 mil reais para fazer a troca, 5 dias antes de voltar a pandemia chegou na Espanha, meus cálculos estavam errados, mascaras, cuidados e sempre uma pequena tensão quando estava na rua, apesar da cidade já estar vazia com o cancelamento da feira.

Hora de retornar para casa, e confesso, nessa hora fiquei realmente preocupado, depois de entrar no primeiro avião, para minha escala em Roma, Itália, epicentro da pandemia naquele momento na Europa, percebi o quanto seria difícil passar horas no avião com várias pessoas do meu lado. E ainda corria o risco de não sair da Itália se meu avião não decolasse na hora, pois as fronteiras seriam fechadas 1 hora depois da decolagem, e a Alitalia SEMPRE atrasou os voos da Itália para o Brasil, nos últimos 7 anos, em pelo menos 2 horas, mas desta vez eles decolaram apenas com 45 minutos de atraso, então imagina a minha tensão nesse dia.

Em Roma o clima tenso e pesado, resolvi ficar no aeroporto, pelas 18 horas da minha escala, eu sempre saia para passear, mas não me arrisquei, foi beeeem cansativo, por sorte, e desta vez fiquei mega feliz com a sorte, ganhei upgrade para executiva, ainda estaria no avião, mas pelo menos não iria ter que ficar grudado com mais pessoas ao meu lado.

Reforcei meu kit de chocolate e coca cola, já tinha decidido que não ia comer no avião na hora que todos fossem comer, aceitei os pães e frios e guardei.

Vou falar, foi tenso, alguém tossia e o avião ficava parecendo um cemitério de tão quieto, foram as 14 horas mais demoradas dentro de um voo.

Chega em SP, vai para um hotel, toma banho, troca de roupa para voltar para casa.

Em seguida já fizemos quarentena, e eu fiquei bem ruim, Fernanda e Marcela também.

E o ano continua, somos seres humanos, gostamos de ver pessoas, de conversar, de estar com pessoas no trabalho e tal, e isso tudo nos foi tirado, o mundo não está preparado para viver trancado, ninguém ensinou isso.

Os meses passam, escutamos pessoas irresponsavelmente falando que é uma gripe apenas, que remédios comprovadamente já estudados, que não tem eficácia contra o vírus, funcionam para tal. Milhares de pessoas “emburrecem” começam a acreditar em uma pessoa que não tem a menor ideia do que está falando, do mal que está causando.

Os meses passam, e tudo fica mais complicado, começo a ver pessoas que conheço, que tenho contato, também ficarem doentes, morrerem, infelizmente não tem o que fazer ainda. Ficar em casa ainda é a única coisa que se pode fazer.

Eventos não existem, o trabalho diminui bastante, eu mesmo quase parei de postar, não tinha muito sentido ficar mostrando coisas muito legais, enquanto as pessoas vão ficando sem dinheiro, mas não desisti, vamos lá se cair a peteca acabou.

E os meses continuam passando, as coisas não vão melhorar tão rápido, mas faz parte, se suportamos até agora, dá para ir em frente, as vacinas começam a tomar força, aqui novamente um líder totalmente alienado, começa a querer tumultuar tudo, desacreditando em algo que pode ser a única coisa que realmente pode ajudar, ataca países parceiros apenas para puxar o saco de outro líder que é totalmente desorientado, mas esse pelo menos já tiraram.

Fim de ano, tudo explode, culpa da população que cansou, tudo tem limite, culpa de um líder que não mostra respeito com os outros, que faz questão de não se proteger, ele teoricamente já pegou, mas não da o direito de fazer isso. Infelizmente pessoas ainda acreditam nele, e estão morrendo, mas faz parte, é assim a vida, seleção natural ? não seleção dos inteligentes, os que se cuidam vão conseguir superar, muitos que não se cuidam também, mas pagaram preço alto.

Fim de ano com festas? não amigos, a festa é estar bem atualmente.

Mesmo com tudo isso acontecendo, tivemos coisas bacanas no ano, vários smartphones top de linha, a chegada das novas gerações de vídeo games, super tv´s, carros cada vez mais conectados, talvez em um tempo mais devagar a tecnologia esse ano, mas mesmo assim não parou. o mundo não para, mesmo com uma pandemia.

LG e Motorola voltam ao mercado com smartphones top de linha, aparelhos bonitos, rápidos e acabam com a exclusividade de apenas Samsung e Apple ter aparelhos de ponta.

Samsung lança sua nova linha S20, mas já mostra não ter mais tanta coisa para inventar e por nos aparelhos, chegamos ao limite?

Os dobráveis parecem tentar tomar fôlego para o mercado, mas com preços proibitivos, acabaram sendo apenas um aparelho legal no mercado, não emplacam, com o preço e com a pandemia.

TV explode de vendas esse ano, natural, já que se passa mais tempo do que nunca com elas ligadas.

A Huawei, faz a festa no mercado, com relógios, fones, roteadores, smartphones, mostra que veio para ficar de vez no nosso país.

Nokia volta, mas apenas com aparelhos que ninguém quer, deixando as cerejas do bolo de fora do Brasil nesse momento.

E tantos outros fabricantes, casa inteligente no brasil veio forte, Intelbras e Positivo mostraram que da para criar algo, sem gastar uma fortuna.

O Google mais uma vez deixou a gente sem a língua portuguesa na sua tela, e só trouxe o de sempre para o Brasil. nada de super roteadores, cameras e etc.

Por outro lado a Amazon fez a festa no Brasil, liberando geral os dispositivos.

é meus amigos o ano foi bem concorrido, acho que participei por baixo de umas 500 ou mais lives de produtos, mas ainda assim, faz falta encontrar pessoas.

Espero que no meio do ano que vem as coisas já estejam mais normais, normal como foi até 2019, acredito que nunca mais, é um mundo novo que iremos viver, reaprender muita coisa, mas acredito que iremos passar por isso. afinal, até uva passa né? (ok foi péssimo hahaha)

Queria agradecer a todos os parceiros, que mais do que nunca, ajudaram a manter parte do trabalho, agradecer os produtos enviados para testes, imagina a logística complicada para fazer isso remotamente? Tem que tirar o chapéu para todos.

Para quem gosta de números:

O Rmax cresceu 9% esse ano, em relação ao ano anterior, estamos desde 2006 escrevendo. 

No Instagram tivemos um crescimento de 16% em seguidores e 65% em curtidas e comentários.

Twitter crescemos 12%

Facebook, na página Rmax crescemos 7% e na página de Games estamos crescendo na faixa de 35% ao mês, e isso é muito bom.

Youtube um crescimento de 26%

E na twitch ainda estamos começando, mas acredito que vamos fechar o ano com um crescimento de 3% 

Ao contrário de grandes portais que tem dezenas de pessoas escrevendo, aqui é tudo sozinho, e nem sempre da para fazer como gostaria, mas acreditem que tudo que faço no Rmax e em todas as redes sociais é com o coração, eu ainda acredito no formato de escrever sendo transparente com vocês, ainda credito que mesmo algumas empresas não gostando quando falamos que o produto tem problemas, que ficamos de fora dos testes porque reclamamos que o produto tem falhas e defeitos por exemplo, eu ainda acredito que escrever com a verdade, é o mais correto, é isso que deixa a credibilidade intacta, e é isso que faço tem quase 20 anos, e se deixarem farei por mais alguns anos.

No saldo o ano apesar de bem turbulento foi positivo.

Agradecer a todos vocês meus queridos leitores por mais um ano, sei que esse ano fui mais ausente, mas peço desculpas, não foi um ano fácil.

Ano que vem estamos de volta ( Eu espero) com muita novidade programada, que se der certo já começa depois de 20 de janeiro.

Desejo a todos vocês, um Feliz Natal, e um ótimo ano novo, e que 2021 seja um ano de recomeço para todos nós.

E pessoal, por favor se cuidem, não abusem, esse vírus mata, e pior pode matar não você que pegou, mas uma pessoa próxima, e você vai conviver com isso o resto da vida.

Se cuidem, e dia 21 de janeiro estou de volta.

Mesmo com pouco trabalho esse ano, foi um ano bem cansativo, e vou dar uma sumida para recarregar as forças. Mas vou sumir em casa mesmo porque não é momento de sair de casa.

Um super abraço para todos vocês.

 

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui