A Renault está apresentando a linha 2020 do Sandero, Logan e Stepway que chega ao mercado com novo design, mais conforto e mais segurança sem abrir mão das qualidades reconhecidas pelos clientes como amplo espaço interno,  robustez e baixo custo de manutenção.

Com design renovado, desenvolvido pelo Renault Design Center São Paulo, Sandero, Logan e Stepway têm novos para-choques dianteiros e uma nova assinatura luminosa com luzes diurnas de LED, no formato de “C” ao redor dos faróis, que alonga a dianteira e faz com que os modelos sejam reconhecidos à distância. Alinhado com a nova identidade mundial da marca, a nova grade agora traz detalhes cromados, transmitindo elegância.

Sandero e Stepway também têm novas lanternas traseiras de LED, com novo formato que invadem a tampa do porta-malas, dando personalidade e dinamismo aos modelos.

O interior de todos os modelos é composto por novos materiais, o teto por exemplo agora é escuro, o que dá a sensação de um ambiente mais sofisticado. As portas têm acabamento em tecido ou couro, dependendo da versão. O volante em couro tem detalhes em cromo anodizado, dando um toque de esportividade.

Os bancos também são novos e têm novos padrões de revestimentos em todos os modelos, com estilo mais moderno e minimalista. Mais largos e com espumas mais espessas em um formato que garante mais conforto e ergonomia.

“Sandero, Logan e Stepway são produtos de extrema importância para a Renault e para o mercado brasileiro. Foram os responsáveis pelo crescimento da marca na segunda metade dos anos 2000. As novidades de design, conforto e segurança deixam os modelos ainda mais atrativos para continuar esta história de sucesso”, afirma Ricardo Gondo, presidente da Renault do Brasil.

Agora Sandero, Logan e Stepway com motor 1.6 SCe passam a ter versões com o novo câmbio automático CVT X-Tronic, que agrada aqueles que buscam conforto na condução do dia a dia, principalmente no trânsito urbano. Como este câmbio não tem trocas de marchas, a condução é sempre suave.

No quesito segurança, todas as versões de Sandero, Logan e Stepway trazem de série quatro airbags (dois frontais e dois laterais), além de duas fixações Isofix para cadeirinhas infantis no banco traseiro e estrutura da carroceria reforçada. As versões equipadas com o câmbio CVT X-Tronic, e também a esportiva R.S. 2.0, oferecem, ainda, controle eletrônico de estabilidade (ESC) e assistente de partida em rampas (HSA), proporcionando mais segurança.

Todas as versões com câmbio CVT X-Tronic trazem ainda de série rodas de 16 polegadas e novos detalhes externos, como as molduras nas caixas de rodas, que os diferenciam das versões com câmbio manual.

Sandero, Logan e Stepway são equipados com Media Evolution, a nova central multimídia com   tecnologia Android Auto e Apple Carplay, permitindo usar Spotify, Waze, Google Maps (Android Auto) e áudios de Whatsapp na tela de sete polegadas touchscreen capacitiva, com melhor precisão do toque. O Media Evolution ainda traz as funções Bluetooth, câmera de ré (em algumas versões), Eco Scoring e Eco Coaching – que ajudam o motorista a economizar combustível auxiliando na maneira de dirigir –, acessadas diretamente no carro.

Outra novidade em todas as versões é a chave tipo canivete, com comando de abertura e fechamento das portas. Além de prática e moderna, esconde a parte metálica quando não está sendo usada, ocupando menos espaço na hora de guardar no bolso ou na bolsa.

A nomenclatura das versões passa a seguir a mesma usada globalmente pela Renault: Life, Zen, Intense e Iconic (disponível apenas para Stepway e Logan). Os motores são os eficientes 1.0 SCe, de três cilindros, e o 1.6 SCe.

Outra novidade dos três modelos é que eles serão vendidos também pela Loja Renault (loja.renault.com.br), como já acontece com o Kwid, que inovou ao lançar, em 2018, a mais completa plataforma para a compra de veículos.

SANDERO
Desde que foi lançado no Brasil, o Sandero se tornou referência no mercado pelos maiores espaço interno e maior porta-malas da categoria, além de  robustez. Agora na linha 2020, o hatch manteve todas as qualidades, mas ganhou mais sofisticação, itens de conforto e segurança.

O Sandero tem o maior comprimento (4.070 mm), o maior entre-eixos (2.590 mm) e o maior porta-malas da categoria (320 litros). Essas medidas garantem que cinco passageiros tenham conforto a bordo e ainda espaço para acomodar a bagagem.

A gama do Sandero na linha 2020 tem opções para todas as necessidades. O  modelo é oferecido nas versões: Life (com motor 1.0 SCe e câmbio manual), Zen (com motor 1.0 SCe ou 1.6 SCe e câmbio manual ou CVT X-Tronic), Intense (com motor 1.6 SCe e câmbio CVT X-Tronic) e R.S. 2.0 (com motor 2.0 e câmbio manual de seis marchas).

Primeiro lançamento mundial da Renault realizado no Brasil e historicamente o veículo mais vendido da marca no país, no ano passado o Sandero atingiu a marca de 1 milhão de unidades produzidas no Complexo Ayrton Senna, no Paraná. Mais de dez anos após seu lançamento, o carro continua um grande sucesso no mercado nacional. O Sandero está entre os veículos mais vendidos do país, com mais de 660 mil unidades comercializadas no Brasil. O Sandero participa do segmento de hatch compacto que é o mais importante do país, com 40% das vendas de automóveis no Brasil.

Lançado no Brasil em 2007, o Sandero é um veículo concebido levando em contas as necessidades do consumidor nacional. Para isso, o desenvolvimento do carro foi realizado por designers e engenheiros sediados no país. Desde o início, agradou tanto famílias quanto jovens em busca de um design atraente e um veículo prático, resistente e bem equipado.

Em 2011, o veículo recebeu um facelift, passando a contar com um design mais moderno, interior mais sofisticado e mais itens de conforto. Três anos depois, chegaria a nova geração. O Novo Sandero foi construído sobre uma nova plataforma, ou seja, nova estrutura, novo sistema elétrico, novo sistema de freios, de direção e novas suspensões, além de novo design e reformulação total do interior.

Ao longo desse tempo, teve várias séries limitadas como Tweed, Tech Run e Vibe.
Em 2015, o Sandero ainda ganhou um sobrenome de peso, com a chegada da versão R.S. 2.0, o primeiro Renault Sport fabricado e comercializado no Brasil. A versão esportiva teve importantes mudanças mecânicas (motor, câmbio, suspensão, freios, assistente de partida em rampas e controle eletrônico de estabilidade, entre outras) e estéticas. Desenhado e desenvolvido na França pela Renault Sport, em conjunto com as equipes de design e engenharia da América Latina, o Sandero R.S. 2.0 é um legítimo esportivo. Essa versão se destaca por sua capacidade de proporcionar sensações esportivas desde o primeiro toque no acelerador, além de muito prazer na utilização diária.

Com motor 2.0 aspirado, que entrega 150 cv e 20,9 kgfm com etanol, associado a um câmbio manual de 6 velocidades com relações curtas para maior esportividade, o “hot hatch” atinge a velocidade máxima de 202 km/h e vai de 0 a 100 km/h em apenas 8,0 segundos.

Na linha 2020, o Sandero R.S. 2.0 traz novas rodas diamantadas de 17 polegadas na cor preta diamantadas e herdou características da série limitada Racing Spirit, como as pinças de freio na cor vermelha, que, juntamente com a nova assinatura luminosa traseira em LED, a dianteira com a lâmina F1, o aerofólio preto, o duplo escapamento e os novos adesivos nas laterais com a assinatura Renault Sport, que reforçam a esportividade do modelo.

O interior também traz características herdadas da série limitada Racing Spirit, como o teto na cor preta e os bancos com faixas duplas na cor vermelha. No apoia braço, as portas ganharam revestimento de tecido que parece fibra de carbono, ressaltando a esportividade do Sandero R.S. 2.0.

Completo de fábrica, o único opcional do novo Sandero da linha 2020 é a pintura branca ou metálica. As opções de cores para o Sandero são as novas azul Iron (exclusiva do modelo) e cinza Cassiopée, além de branco Glacier, prata Étoile, preto Nacré e vermelho Vivo. Para o esportivo Sandero R.S. 2.0 as opções são vermelho Fogo, branco Glacier, prata Étoile e preto Nacré.

Confira abaixo os principais itens de série de cada versão do Sandero:

  • Life 1.0 (R$ 46.990): quatro airbags (dois frontais e dois laterais), Isofix, direção eletro-hidráulica, ar-condicionado, vidros dianteiros elétricos, travas elétricas, chave canivete e rodas de 15 polegadas.
  • Zen 1.0 (R$ 49.990) e Zen 1.6 (R$ 55.990): Todos da versão Life mais Media Evolution, comando satélite no volante, sensor de estacionamento, ajustes de altura do banco e volante, computador de bordo, alarme, vidros elétricos com “one touch”e Stop&Start (exclusivo motor 1.6 SCe manual).
  • Zen 1.6 CVT X-Tronic (R$ 62.990): Todos os itens da Zen manual mais câmbio automático CVT X-Tronic, controle eletrônico de estabilidade (ESC), assistente de partida em rampas (HSA), rodas de 16 polegadas Flexwheel e molduras nas caixas de roda.
  • Intense 1.6 CVT X-Tronic (R$ 65.490): Todos os itens da versão Zen CVT mais ar-condicionado automático, câmera de ré, faróis de neblina, vidros traseiros elétricos, retrovisores elétricos, piloto automático (controlador e limitador de velocidade) e rodas de liga leve de 16 polegadas diamantadas.
  • R.S. 2.0 (R$ 69.690): Todos os itens da Zen manual mais assistente de partida em rampas (HSA); controle eletrônico de estabilidade (ESP), ar-condicionado automático, câmera de ré, retrovisores elétricos, vidros traseiros elétricos, piloto automático (controlador e limitador de velocidade) e rodas de liga leve de 17 polegadas na cor preta diamantadas. A pintura branca é de série.
LOGAN
Quando chegou ao Brasil em 2007, o Renault Logan rapidamente caiu no gosto dos consumidores. O modelo inovou em seu segmento, mostrando que é possível um produto oferecer amplo espaço interno, robustez mecânica, baixo custo de manutenção sem precisar que se pague a mais por isso. Agora na linha 2020, e mantendo as características que fizeram do Logan um sucesso, o sedã traz mais conforto com a opção do câmbio automático CVT X-Tronic, mais segurança com os quatro airbags de série em todas as versões e um novo visual.Nas versões com câmbio CVT X-Tronic (Intense e Iconic) o sedã tem altura elevada da carroceria e molduras nas caixas de roda que dão mais imponência ao modelo, além de rodas de 16 polegadas.O espaço interno continua sendo um dos pontos fortes do sedã e uma importante vantagem em relação aos competidores diretos. Cinco pessoas viajam confortavelmente, com folgas para os joelhos, ombros e cabeça, graças principalmente à boa distância entre-eixos de 2.635 mm, que supera a medida dos seus principais concorrentes. O amplo espaço interno também é percebido no porta-malas, de 510 litros, um dos maiores do segmento.Assim como no Sandero, o único opcional no novo Logan 2020 é a pintura branca ou metálica. Entre as opções de cores para o Logan estão a nova cinza Cassiopée, além de branco Glacier, prata Étoile, preto Nacré e vermelho Vivo.Confira abaixo os principais itens de série de cada versão do Logan:
  • Life 1.0 (R$ 50.490): quatro airbags (dois frontais e dois laterais), Isofix, direção eletro-hidráulica, ar-condicionado, vidros dianteiros elétricos, travas elétricas, chave canivete e rodas de 16 polegadas.
  • Zen 1.0 (R$ 53.490) e Zen 1.6 (R$ 59.490): Todos da versão Life mais Media Evolution, comando satélite no volante, sensor de estacionamento, ajustes de altura do banco e volante, computador de bordo, alarme, vidros elétricos com “one touch” e Stop&Start (exclusivo motor 1.6 SCe manual).
  • Zen 1.6 CVT X-Tronic (R$ 66.490): Todos os itens da Zen manual mais câmbio automático CVT X-Tronic, controle eletrônico de estabilidade (ESC), assistente de partida em rampas (HSA), rodas de 16 polegadas Flexwheel e molduras nas caixas de roda.
  • Intense 1.6 CVT X-Tronic (R$ 68.990): Todos os itens da versão Zen CVT mais ar-condicionado automático, câmera de ré, faróis de neblina, vidros traseiros elétricos, retrovisores elétricos, piloto automático (controlador e limitador de velocidade) e rodas de liga leve de 16 polegadas diamantadas.
  • Iconic 1.6 CVT X-Tronic (R$ 71.090): Todos os itens da Intense CVT X-Tronic mais bancos de couro, sensor de chuva e sensor de luminosidade.
STEPWAY
O visual do Stepway sempre foi um dos diferenciais do modelo. A maior altura do solo – 185 mm, 45 mm a mais que o Sandero com câmbio manual – facilita a condução do dia a dia, encarando as valetas e lombadas das cidades. A posição de dirigir elevada é outro destaque do modelo.Agora na linha 2020, o modelo está mais robusto com um novo para-choque dianteiro com apliques em cromado nos faróis de neblina e skis (dianteiros e traseiros) na cor prata, que reforçam ainda mais o visual SUV. As lanternas com tecnologia em LED, com máscara preta, conferem um estilo único ao Stepway, com uma assinatura luminosa exclusiva.O Stepway 2020 traz novas rodas de 16 polegadas bíton diamantadas, na cor cinza Erbe, contribuindo para o visual diferenciado do modelo.Internamente, o veículo tem elementos que reforçam através do estilo a identidade diferenciada do modelo, como a assinatura Stepway em baixo relevo no detalhe em cromo acetinado do volante, além da identificação 3D e baixo relevo nos bancos e elementos de cor.O Stepway tem motor 1.6 SCe e três versões de acabamento: Zen, com câmbio manual, Intense com câmbio CVT X-Ttronic, e Iconic, com câmbio CVT X-Tronic.Lançado em 2008, um ano após a chegada do Sandero ao mercado brasileiro, o Stepway se destacava por seu alto nível de robustez. Esse atributo foi um dos pilares de todo o processo de desenvolvimento da base mecânica realizado pela equipe de profissionais do Renault Tecnologia América (RTA), que fica complexo Ayrton Senna, em São José dos Pinhais (PR).

O veículo também passou pelo facelift em 2011, apresentando uma personalidade própria em relação às demais versões. Para-choques mais encorpados, máscaras negras nos faróis e lanternas, além da altura elevada em relação ao solo marcaram esta versão.

Em 2012, o modelo ganhou a série limitada Rip Curl, feita em parceria com a conhecida marca multinacional de moda surfwear, destinada aos consumidores que procuravam um hatch completo com design atraente e detalhes diferenciados.

Em 2014, chegou a nova geração, com um visual ainda atraente, muita versatilidade e conectividade. Com ponto forte no design, o veículo trazia a imponência típica dos SUVs e pelos detalhes que dão ao mesmo tempo ousadia e sofisticação. E em 2016 ganhou uma nova série limitada Rip Curl.

No total, mais de 160 mil Stepway já foram vendidos. Sucesso desde seu lançamento, o veículo é hoje um dos mais vendidos entre os compactos aventureiros, com 23% de participação no segmento em 2019.

Assim como o Sandero e o Logan, o Stepway também vem completo de fábrica. O único opcional fica por conta da pintura branca ou metálica. O bege Dune estreia como cor exclusiva do Stepway, que também é oferecido nas cores cinza Cassiopée, branco Glacier, prata Étoile, preto Nacré e vermelho Vivo.

Confira abaixo os principais itens de série de cada versão do Stepway:

  • Zen 1.6 (R$ 61.190): quatro airbags (dois frontais e dois laterais), Isofix, sensor de estacionamento, direção eletro-hidráulica, ar-condicionado, alarme, faróis de neblina, chave canivete, rádio, Stop&Start e rodas de 16 polegadas Flexwheel.
  • Intense 1.6 CVT X-Tronic (R$ 70.990): Todos os equipamentos da versão Zen mais Media Evolution, controle eletrônico de estabilidade (ESC), assistente de partida em rampas (HSA), ar-condicionado automático, câmera de ré, vidros traseiros elétricos, retrovisores elétricos, piloto automático (controlador e limitador de velocidade) e rodas de liga leve 16 polegadas bíton diamantadas.
  • Iconic 1.6 CVT X-Tronic (R$ 73.090): Todos os itens da Intense CVT mais bancos de couro, sensor de chuva, sensor de luminosidade e rodas de liga leve 16 polegadas bíton diamantadas.

CÂMBIO CVT X-TRONIC 
O câmbio CVT X-Tronic proporciona o máximo conforto, especialmente para grandes centros urbanos. Um de seus diferenciais é um software de gerenciamento que dá a opção ao condutor de reproduzir seis marchas virtualmente. A transmissão CVT X-Tronic oferece, em todas as versões, a possibilidade de troca manual na alavanca de câmbio. Ao motorista, cabe posicionar a manopla à esquerda para assumir o controle. A opção traz vantagem em performance, especialmente nas ultrapassagens e arrancadas.

As acelerações do CVT X-Tronic são constantes e eficientes. O desenvolvimento desta transmissão foi baseado em três pilares: linearidade, agilidade e dirigibilidade. O efeito pode ser percebido em retomadas de velocidade ou saídas de semáforo, por exemplo. Para os passageiros, a sensação é de conforto, sem que haja qualquer tranco.

Pensando no conforto, há o sistema Lock-up com Active Slip Control. Neste sistema, a polia é liberada de forma gradual para que o torque seja transmitido de forma linear. Essa característica garante acelerações com respostas mais vigorosas e sem alternâncias, pois “segura” a polia e a solta de forma gradual para que o torque seja transmitido de forma linear e rápida.

MOTOR SCe
Desenvolvidos pela Renault Tecnologia Américas (RTA) e produzidos no Complexo Ayrton Senna, no Paraná, os motores 1.0 SCe e 1.6 SCe se destacam pelo maior desempenho e prazer ao dirigir.

O 1.0 SCe 12V de três cilindros tem duplo comando de válvulas variável na admissão e no escape, tecnologia inédita entre os motores de entrada, oferecendo 90% do torque máximo (10,5 kgfm) já a 2.000 rpm. A potência é de 82 cv com etanol.
Já o 1.6 SCe 16V de quatro cilindros traz duplo comando de válvulas variável na admissão, injetores posicionados no cabeçote que garantem alta eficiência e bom desempenho desde as baixas rotações. A potência máxima é de 118 cv com etanol e o torque é de 16 kgfm.

A Renault aproveita o “know-how” adquirido nas pistas da Fórmula 1, categoria na qual a marca já conquistou 12 títulos mundiais, para garantir a máxima eficiência de seus motores. Das pistas, veio a tecnologia ESM (Energy Smart Management) e a bomba de óleo com vazão variável, que reduzem o consumo de combustível.

Para potencializar o comportamento econômico, os modelos equipados com o MEDIA Evolution trazem as funções Eco-Coaching, que avalia a condução do motorista ao final de um percurso, levando em conta o momento certo para a troca de marchas, a regularidade da velocidade, o consumo e a quilometragem percorrida; e o Eco-Scoring, que orienta o condutor para dirigir de modo mais econômico.

O motor 1.6 SCe traz ainda o sistema Stop&Start, na versão com câmbio manual, que desliga o automóvel automaticamente em semáforo ou outras paradas. Este moderno sistema, muito comum em carros topo de gama, garante uma economia de até 5% de combustível.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui