Tempo para Leitura: 7 minutos

O LG G Flex, chegou e passei 15 dias usando ele alternadamente com o Galaxy S5.

Mas será que ele vale a pena?

Como todo Smartphone ele tem seus pontos positivos e negativos, então vamos conhecer um pouco o lançamento e a aposta da LG para esse primeiro semestre.

As primeiras impressões são muito boas, o aparelho é realmente diferente, é enorme, tem uma tela curva que chama muito atenção, e quem tem mãos grandes vai achar muito confortável, tem algo inovador que é a regeneração da carcaça para arranhões do dia a dia (não vale tentar ficar riscando o aparelho, pois ele faz isso para coisas como chaves, moedas, coisas que temos sempre em contato com o aparelho. sua tela é um pouco flexível, o que faz com que o aparelho, suporte uma sentada sem querer em cima, mas claro dentro de um limite, apesar de ter visto vários vídeos fazendo com que o aparelho ficasse reto, em respeito à você leitor, e a LG, eu optei por não fazer, pois não é o propósito da tela e poderia danificar o produto, ela tem essa capacidade para uma emergência, ou seja, se sem querer a gente sentar em cima, temos uma chance muito maior que a de um aparelho comum, de não ter a sua tela quebrada, e não foi feita para que a gente fique fazendo isso por diversão, então resolvi não fazer.

O G Flex, mantem o acesso aos botões igual ao do G2, ou seja atrás dele, próximo da câmera, eu particularmente não gosto, me incomoda, prefiro na lateral, mas é questão de gosto. Pode até ser prático pois fica de fácil acesso, mas com o aparelho na minha mão prefiro os botões na lateral, acho mais prático, pois nossos dedos já estão acostumados com esse formato. Nem toda inovação é legal, e essa pelo menos pra mim, não ajuda e acaba mais incomodando do que facilitando.

Junto aos botões, tem também um led, que quando fazemos ligações, ele fica acesso mudando de cor. (HEIM???) claramente mostrando que você está no telefone, mas tem a parte ruim, você não consegue enganar mais, fingindo estar no telefone, claro se a pessoa conhecer seu aparelho. Eu tentei de todas as formas desligar esse led, consegui desligar todos, mas ao fazer ou receber a ligação ele acendia, provavelmente esqueci de desmarcar alguma coisa, mas é possível desativar os leds, que pelo menos eu, não pensei duas vezes, pois o led atrás chama atenção demais na rua, e o aparelho além de grande, e com o led, pode ser um prato cheio para ladrão.

O G Flex, não abre, não você não vai poder ver uma bateria curva haha, tem apenas entrada para o chip, e sua porta usb e entrada para fone de ouvido, fica na parte de baixo, esse é um dos primeiros pontos negativos do aparelho, pois força o cabo do fone de ouvido ficar dobrado, já que normalmente a gente coloca o aparelho pra cima no bolso, acho que teria sido mais prático deixar na parte superior. Nos testes, usando fone de ouvido invariavelmente eu colocava o aparelho na posição correta no bolso, ou seja o fone ficava pra baixo. Testando com um fone desses bem porcaria, o fone suportou 2 dias antes de começar a falhar, pois o cabo rompeu.

Os números são grandes e de respeito no G Flex, tela curva de P-OLED de 6 polegadas HD, sim ele não é full hd, 32 de memória para armazenar suas coisas, não tem entrada para cartão, 2 gb de ram, câmera de 13mp com flash led que filma em 1080p com HDR (eu não uso HDR em nenhum aparelho, acho que a foto tem que ser pura, sem software para tentar salvar alguma coisa) tem uma câmera de 2.1 na frente e NFC, e o resto é o trivial de sempre, GPS WIFI e etc. Então essa parte vamos pular, afinal isso é o mínimo em aparelhos hoje em dia.

Ele roda com um processador Snapdragon 800 de 2.26 quad-core e tem uma gpu ADRENO 300, especificações de respeito para um aparelho que vem para brigar em um mercado bem apertado. Está rodando o Android 4.2.2, sem travar ou ficar lento, mesmo com várias aplicações abertas ao mesmo tempo, mas agora é esperar o KIT KAT nesse aparelho, deve deixar ele mais rápido e com a bateria durando mais.

Falando em bateria, que é o pesadelo de todo fabricante, ele vem com uma enorme bateria de 3.400mAh, parece muito né?

Mas infelizmente não, e este é o segundo ponto negativo pra mim no aparelho.

Quando coloco o aparelho em testes, eu instalo tudo que uso no meu dia a dia, e faço dele o meu aparelho, desta forma eu posso testar o aparelho em condições reais de uso, pois em casa, ou na redação os testes apesar de serem muito bons de serem feitos, não refletem o uso que quem comprar o aparelho vai fazer dele, então coloquei o brinquedo para trabalhar, e como de costume, a bateria do aparelho não é páreo para o meu uso. Em menos de 10 horas o aparelho já estava abrindo o bico com pouco menos de 15% de carga.

Claro que sei que eu abuso, é Whats, Instagram, Facebook, Google Maps, Waze, Foursquare, chamadas telefônicas, e sempre no 4G, o que faz gastar um pouco mais, mas confesso que achei que pelo tamanho da bateria o aparelho fosse segurar umas 12 horas pelo menos, mas não posso falar que isso é algo péssimo, afinal quase todos os aparelhos na minha mão tem o mesmo consumo que varia entre 7 a 9 horas antes de pedir pra recarregar, como o aparelho anda sempre comigo no carro com carregador, e na mala sempre tem carregador, a bateria não durar muito, não chega a ser um problema enquanto eu tiver onde recarregar. Mas em lugares onde estou sem carregador, e eu estiver com ele em uso forte, essa duração pode ser um problema.

Ele também tem o recurso de 2 toques na tela pra ligar, é legal isso, mas quase não usei, pois você precisa lembrar desse recurso, e estamos tão acostumados a apertar um botão que é meio automático hahaha, mas a ideia é boa, e prática.

Bom vamos falar da câmera, pra variar ainda não nasceu um aparelho de celular que tenha uma câmera boa, como uma tradicional (ok ok, já sei, vão falar, mas e a Nokia? bom a Nokia não existe mais, infelizmente, mas eu coloco a Nokia em um patamar acima de todos no quesito câmera, é igual falar de Senna, ele está acima de todos, e depois vem a turma, com câmera para celular é a mesma coisa, a Nokia está acima de todos, e faz tempo isso. E ai depois vem a turma dos smartphones) apesar de ser uma câmera de 13mp ela deixa ruído nas imagens, ou mata determinadas regiões da foto, dando prioridade ao que está focado, deixando o restante meio sem cor, e no caso das noturnas fica bem difícil de usar a câmera, mas isso é algo meio comum nos aparelhos hoje em dia. Posso dizer que a câmera tem uma qualidade boa para fotos durante o dia, mas para noturnas é bem complicado.

01

Podemos observar que o G Flex realça muito as cores, como por exemplo nos peixes, que são laranjas, no G Flex eles ficaram bem avermelhados.

Ambos os aparelhos tiveram suas configurações colocadas no modo padrão com a resolução máxima suportada para cada um deles.

Aparelhos colocados na mesma posição para fazer ambas as fotos.

Bom, agora a parte que me incomodou mais, a tela, um aparelho desse tamanho e preço deveria ter uma resolução Full HD, e não seria ruim uma Tv nele também, mas o que está me incomodando é a qualidade da tela, quando comparado aos aparelhos Galaxy S4, Galaxy S5, Moto X e Sony ZQ, colocando eles lado a lado, podemos ver que a tela curva de primeira geração, ainda precisa melhorar, não só na resolução, que por si só já faz diferença, mas dá pra ver que os ícones tem um pouco de pixelização, ou em palavras diretas, não são tão limpos e atraentes como nas outras telas, claro a gente sabe que a resolução faz diferença, outra coisa que incomoda é dependendo do angulo que você olha para tela, as cores ficam para mais, ou para menos em tom pastel, podemos lembrar dos monitores antigos que dependendo do angulo que a gente estava era ruim de ver a tela, e aqui acontece a mesma coisa, mas com as cores, você continua vendo tudo, mas tem uma graduação diferente na cor dependendo do angulo.

E por último uma coisa chamou atenção, durante uma viagem com alguns colegas de trabalho que estavam usando o aparelho, quando pegaram outros aparelhos, reclamavam que a tela dos outros estava com algum problema, como se tivesse abalroada, eu não percebi isso naquela viagem, mas em casa usando o aparelho para jogar por quase 1 hora, ao olhar para a tela do Galaxy S4 e S5, pensei que a tela estivesse com problemas, que tinha quebrado algo, pois estava como se tivesse amassada pra fora. Depois de uns minutos isso desapareceu. O que me parece que o uso da tela do G Flex por muito tempo seguido, pode causar uma distorção de outras imagens em telas que fiquem próximas ao olho, fiz novamente o teste por 4x, sendo olhando para a TV, para a Lika nossa cachorrinha, dirigir logo depois desse uso, e novamente para um celular, e apenas no celular tive essa sensação.

Bom vamos aos pontos positivos e negativos do aparelho.

Positivos: Grande Bateria, Leve, Bonito, diferente, tela grande boa para filmes ou leituras, câmera boa para fotos diurnas, extremamente rápido, não engasga, tela flexível para algumas situações evitando a quebra, poder de regenerar pequenos riscos na carcaça.

Negativos: Duração da bateria comigo, posição do conector usb e fone de ouvido, tela apenas HD, câmera ruim para fotos noturnas, grande demais para quem tem mão pequena, ainda estar usando a versão Jelly Bean do Android, Preço

Resumo:

O G Flex da LG é sem dúvida um aparelho diferente, pelo menos no Design, é leve é bonito, mas tendo em vista seu tamanho, ele pelo menos para mim sai da classificação celular e entra nos famosos phablets. Para quem tem mãos pequenas ou até normais, o aparelho parece demasiadamente grande de usar, pois fica enorme no rosto, já para quem tem mãos grandes, ele é uma ótima pedida. A bateria com uso no 4G e intenso no dia a dia, não faz milagres, durando 10 horas antes de pedir água, mas acredito que outras pessoas que não façam o uso do aparelho como eu faço podem chegar a quase 1 dia de autonomia, o que é muito bom.

Sua câmera é boa para fotografar de dia, mas de noite com pouca luz é uma imagem ruim, cheia de ruídos, mas novamente praticamente todos os aparelhos de celular são iguais aqui. Então nada de espanto.

Sua tela curva é mais para mostrar que é diferente do que funcional, apesar de ser levemente flexível, o custo dessa curvatura acabou sendo alto demais, onde perdemos resolução e qualidade nas imagens apresentadas, não são ruins as imagens, pelo contrário, mas comparado aos concorrentes diretos ele perde praticamente para todos.

Seu hardware é um dos melhores do mercado, e não teremos problemas em usar nada nesse aparelho.

Enfim é um belo aparelho. Se você gosta de novidades, acha que uma tela enorme curva é algo que combina com você, então vá em frente e seja feliz.

Se eu compraria?

Bom minha resposta é não. Mas não porque não gostei do aparelho, mas pelo tamanho, eu acho 6 polegadas é grande demais pro meu bolso. Se ele fosse
menor e tivesse uma tela Full HD, acho que compraria.

Se está aprovado?

Sim aprovadíssimo, mesmo com os pontos negativos que citei, são pontos pessoais, e no aparelho não encontrei problemas que me fizesse falar, não compre. apenas o preço né hehe, mas fora isso é um ótimo aparelho para quem gosta de telonas.

Abraços.

 

 

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.