Samsung Gear VR

9.6

Acabamento

10.0/10

Conforto

10.0/10

Peso

10.0/10

Aquece quando usa

8.0/10

Facilidade de uso

10.0/10

Pros

  • Grande quantidade de Aplicativos
  • Baixo preço dos Aplicativos
  • Alta Qualidade dos Aplicativos
  • Jogos imersivos
  • Imersão total

Cons

  • Preço Brasil
  • Esquenta
  • Consome bateria rapido
Tempo para Leitura: 8 minutos

Muita gente me pergunta, o VR da Samsung não é a mesma coisa que o Cardboard do Google?

Não. São produtos que tem basicamente a mesma finalidade, mas a semelhança acaba aí.

O Cardboard do Google tem além de limitações enormes, como ser de papelão e não ter ajustes de foco por exemplo, como os aplicativos que temos na Market são muito, mas muito inferiores, mesmo comprando o Card de plástico, que encontramos na china, a qualidade dos aplicativos e recursos oferecidos são drasticamente inferiores.

Antes de falar do Review, vamos entender duas coisas, o que é a Realidade virtual, e quem fez o VR da Samsung.

O 3D está no nosso mundo já faz muito tempo, mas popularizado tem mais ou menos 10 anos, onde temos TV´s, e cinemas em tudo que é canto em 3D.

Ok, mas a Realidade Virtual não é 3D?

Sim é 3D, mas diferente do 3D tradicional.

Enquanto o 3D que estamos acostumados, nos obriga a olhar diretamente para a tela, seja ela qual for, a Realidade Virtual, permite que esse mesmo 3D possa ser visto de forma independentemente para onde se olhe, temos a liberdade de ver em 360 graus, ou seja, para cima, para baixo, lados, diagonal, não importa você irá ver em 3D.

Com essa vantagem é possível criar aplicativos diversos, jogos, assistir filmes, mas tendo a sensação de estar no local. Diferente do 3D tradicional que por mais que a gente esteja vendo em 3D, estamos vendo o ambiente e pessoas ao nosso redor, o que diminui a experiência.

Agora vamos entender o VR antes de falar dele.

Quem está por trás do Gear VR da Samsung, não é qualquer empresa, é apenas a empresa que tem o melhor óculos virtual do planeta, a Oculus, que faz o Rift.

O Rift é hoje sem sombra de dúvidas o mais completo Óculos virtual do mercado, e foi finalmente tirado de versão BETA, para venda final na CES em Las Vegas, em janeiro deste ano.

Mas dele a gente vai falar depois.

A Oculus em parceria com a Samsung, desenvolveu o VR para que possa ser usado em celulares, claro não dá para usar em qualquer aparelho. Diferente do Cardboard que você coloca qualquer celular e usa, o VR exige um aparelho com capacidade de processamento, memória e tela muito acima da maioria dos smartphones do mercado.

O VR só funciona na linha S6, S6 Edge, S6 Edge+ e Note 5, não, não é sem motivo a escolha, e sim pelo forte processador e grande quantidade de ram desses aparelhos, e pela sua tela amoled full hd, e o full é muito importante para o uso do VR.

Vantagem da parceria são muitas, primeiro que a Oculus tem a tecnologia para que o produto funcione de forma fantástica, e segundo a base de desenvolvedores deles é enorme, o que garante ótimos títulos e quantidade de aplicativos suficientes para usar o VR. E toda semana temos novos aplicativos sendo colocados na loja, temos versões Free, Demos, Conceitos e pagas, mas os valores variam de 1 a 10 obamas, que apesar do dólar estar muito caro, é um valor que dá para pagar.

Bom agora que já sabemos a diferença do Cardboard, do 3D e porque a Samsung escolheu a Oculus, podemos falar do VR.

O VR não faz nada sozinho, ele depende 100% do celular que você vai colocar nele, afinal ele não possui tela, ele usa a tela de seu Smartphone para reproduzir tudo.

O VR é leve, mesmo com o aparelho acoplado ele não cansa a cabeça, seus suportes de cabeça se ajustam bem e são confortáveis, mas não é feito para crianças, fica com folga, e o produto é recomendado para que seja usado por pessoas que tenham pelo menos 16 anos. Então nada de colocar nos pequenos, pois os olhos ainda não estão prontos para o que você está para ver.

O Gear VR tem sensores, um Touch Pad na lateral, um botão para voltar, e um de regulagem de foco.

O Regulagem de foco permite que praticamente 100% das pessoas consigam usar o produto, mesmo de óculos, pois o espaço que colocamos no rosto é grande para encaixar nosso rosto de óculos, claro, se você é daqueles que usam aqueles óculos que são maiores que seu rosto aí não rola, e você pode tentar usar apenas com o ajuste de foco, que tem um grande alcance para ajustar o máximo possível.

Para usar o VR basta conectar o celular nele, e iniciar a instalação do aplicativo, este aplicativo SÓ pode ser instalado através dos óculos, ele não está na loja da Samsung ou do google. Então sem chance de querer testar sem o VR, e nada abre sem estar conectado ao VR.

Você vai precisar de uns 10 gigas de espaço para colocar vários aplicativos e jogos, sim tem aplicativo que é gigante, mas vale a pena, depois você pode apagar, e o Aplicativo instala logo de início 4 programas, que dá quase 500 megas e não pode ser removido sem deixar de usar o VR. Este é um dos poucos pontos negativos do VR, pois ele usa a linha da Samsung que não tem entrada para cartão de memória, e temos que ter uma quantidade considerável de espaço livre para poder usar o VR.

Bom aplicativo principal instalado, hora de aprender a usar o VR.

Assim que você recoloca os óculos no VR, ele abre o tutorial para explicar como você vai usar o produto, simples fácil e em real time, ou seja você vai aprender fazendo o tutorial, depois de uns 10 minutos você já está bem confortável com os comandos e já sabe como funciona, mas basicamente funciona assim, aponta e toque no Touch Pad, alguns aplicativos dão mais liberdade onde podemos apenas apontar, ou usar o Touch em usa totalidade, mas tudo fácil.

Outro ponto muito importante é o uso de fone de ouvido de qualidade, vou explicar daqui a pouco, mas tenha sempre o fone com você, não dá para usar o VR direto sem eles.

O VR não tem bateria, ele usa do celular que tiver preso nele, isso pode ser um grande problema, pois tem aplicativo que não consomem muito, mas cirque du soleil´s por exemplo consome muita bateria, assistir um deles, que tem média 10 minutos, consome quase 40% da bateria.

Mas não se preocupe, o VR tem entrada para conectar o cabo usb e ele em um carregador, mas não pode ser aqueles carregadores de 1 mAh, precisa ser um de pelo menos 2 mAh de voltagem de saída, ou sua celular ira apenas descarregar mais devagar.

Lembra que eu falei do fone? Vou explicar porque, a Realidade Virtual só funciona se você tiver uma imersão total para o outro lado, ou seja, sair do mundo real, e ir para o virtual.

Ao colocar o VR, você se isola visualmente do mundo exterior, pois seus olhos ficam 100% direcionados para a tela do seu celular, não importa para onde você olhe, você vai ver em qualquer posição tudo que se passa, mas sempre olhando para a tela. E ao colocar o fone de ouvido, em um volume que você consiga não escutar o que se passa do lado de fora dos óculos, você, se isola do digamos mundo terreno e entra no mundo virtual de uma forma que você passa a viver aquilo, pois você está vendo e escutando, fica focado nesse momento, sem distração, o que faz a experiência ser única. Claro ainda faltam algumas melhorias como poder tocar nas coisas que a gente vê, mas acho que isso deve estar sendo preparado, e em uma próxima versão do VR, ou até como acessório isso deve chegar.

Agora em fevereiro temos a MWC e quem sabe lá não temos algum anuncio sobre isso.

Apesar de ser confortável usar o VR, pelo menos para mim o limite de tempo, sem intervalo foi de 4 horas de uso, depois disso fiquei enjoado.

E ele esquenta bem, deixando os óculos embasado, e temos que tirar um pouco da vista para troca o ar, faltou algo para manter a troca de calor dentro da parte que a gente coloca no rosto, mas nada que você levantar um pouco ele para sair o ar, não resolva.

Colocar celular é algo simples, basta encaixar na parte frontal e pronto, o celular já reconhece o VR e ele ta pronto para uso, detalhe que só funciona com ele na cabeça, ele tem um sensor que detecta se ele está fora, e mantem a tela apagada.

Para fazer esse Review, em fotos, pois em vídeo eu não consegui fazer o VR na TV sem travar, usei um Miracast para passar o que via nos óculos para a TV para fotografar, e ficou tão lento que as imagens na Tv, que ficou impossível fazer vídeos, pois no VR tudo estava normal, mas na TV travou tudo.

 

Bom a loja do VR é recheada de aplicativos separados por temas, como podemos ver nas fotos.

Eu baixei vários e vou falar de alguns que acho que vale a pena.

Para usar temos duas formas, ver pelo celular e baixar, ou fazer pelo gear, basta apontar e tocar no Touch, fácil e simples, mas eu prefiro fazer pelo cel, mais fácil e deixo o VR só para ver as coisas.

Alguns aplicativos depois de baixar, ainda tem que baixar os vídeos, e isso só é possível pelo VR, e tem vídeos que demoram muito para baixar, tem que ter paciência, mas vale a pena.

Bom eu baixei os dois Cirque du Soleil´s são fantásticos, é como se fosse um show privado com você dentro do palco.

Jurassic Park também é muito legal, dá para pensar que vai encostar na gente.

Sisters, é algo fantástico, é de terror, mas não pense que é besta, é em desenho, mas tão absurdamente imersivo, que a gente grita, se assusta, e fica tenso durante o filme, é algo fantasticamente assustador, se você tiver um VR você PRECISA baixar!!

Tem avengers também, filmes interativos tem vários, mas não só de filmes o VR vive.

Temos jogos e aí meus amigos muda tudo que você já fez em jogos.

O Tactera, ainda é uma versão beta, com previsão de lançamento até o final de março, e é pelo menos para mim um dos melhores jogos do VR, para os mais velhos, devem se lembrar de Command Conquer, um jogo de estratégia onde tínhamos carros, naves, pessoas e etc, o Tactera, vai quase na mesma linha, mas com um campo menor, onde temos bases aliadas, inimigas, e pontos de ataque para criar mais bases, tudo em 3D, mas de uma forma diferente de jogar, dá para passar horas jogando sem perceber.

Um jogo que temos para o celular, também foi recriado para o VR, o Smash Hit, que é uma espécie de corredor cheio de vidros e temos que destruir uns itens para ter mais bolas, no celular é legal, mas no VR muda tudo, é MUITO mais legal hahahaha.

Ao todo, já são mais de 50 títulos entre jogos e aplicativos, tem até Netflix.

Pode parecer pouco, mas se a gente comparar com os relógios inteligentes, é muita coisa, principalmente coisa boa, coisa que não acontece nos relógios, onde a maioria dos apps são ruins.

Parte disso se deve a parceria com a Oculus, pois os desenvolvedores acreditam muito no sistema deles, e isso faz com que o VR tenha cada semana, novos títulos.

Verdade seja dita, o VR não é um produto para divertir a família, como minha esposa disse, é um produto anti social e egoísta, e concordo em partes com ela, realmente é um produto para uma pessoa usar, se desligar da terra e se divertir, mas como tantos outros produtos, começa assim, um produto para 1 pessoa usar, depois vem a próxima etapa, 1 pessoa usar, interagindo com outras milhares ao mesmo tempo na rede, e pôr fim a integração de mais de um VR na mesma casa, onde será possível outras pessoas no mesmo ambiente fazerem coisas juntas.

Eu não tenho dúvidas que o VR veio pra ficar, mais que os relógios, vejo o VR como uma grande e poderosa fonte de entretenimento, que vai evoluir muito, falta poucas coisas para que ele seja algo mais real para jogos por exemplo, basta um acessório para ficar perfeito, algo que possa colocar nas mãos e fazer com que possamos interagir com o que estamos vendo, pois hoje a gente até estica a mão, pois a gente se esquece que estamos em outro mundo, mas nada acontece, e quando isso acontecer, ai posso dizer, seja bem-vindo ao mundo da realidade virtual.

Recomendo?

Se você tem um Samsung S6, Edge, Edge+ ou Note 5 sim, recomendo e muito, é algo diferente e divertido.

Nos EUA o preço é extremamente convidativo, custa 99 obamas, aqui ta na faixa de 900, o que faz a gente pensar.

Bom agora me vou, hora de ir para Samsung Gear VR jogar um pouco.

Abraços a todos.

 

4 COMENTÁRIOS

  1. Boa noite!
    Não consigo fazer a netflix funcionar no meu oculos, ja liguei na netflix e na sansumg e não sabem me dizer o que fazer. Tem alguma dica?

    • Flavio aqui no S7 e S7 edge foi bem, se está com problemas tente apagar o app do oculos e depois instalar ele e o netflix novamente, lembrando que tem que ser o app da netflix que está dentro da loja OCULUS do app VR

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.