Review ZTE Blade A510

ZTE BLADE A510

ZTE BLADE A510
8

Bem construido

9.0/10

Bateria

8.0/10

Som Mono

8.0/10

Carregador de baixa potencia

5.0/10

Tela de ótima qualidade

10.0/10

Pros

  • Bom preço
  • Marca conhecida
  • Tela melhor que concorrentes
  • Bom desempenho

Cons

  • menos de 4gb de espaço para apps
  • Carregador é de apenas 1000 mAh
  • Dual chip com 2 formatos
  • 1gb de ram
  • Apenas 8gb de espaço total

 

Recebi da ZTE o Blade A510, o aparelho ainda não está sendo vendido, mas segundo a empresa, vai custar em torno de R$ 699.00 quando chegar nas lojas e será breve.

A ZTE já teve algumas passagens pelo brasil, ao longo dos meus 10 anos escrevendo acho que a ZTE já tentou o mercado Brasileiro pelo menos 3x, em uma delas tinha um celular bem interessante, que muita gente procurou, mas por motivos desconhecidos a empresa saiu do mercado BR logo em seguida deixando muita gente sem o aparelho, era um aparelho bem simples, voltado para idosos, com tela e números grandes, pena que na época a ZTE desistiu. No Rmax até hoje é um dos 10 posts mais lidos. E isso significa mais de 2 milhões de acessos ao post.

Bom a ZTE volta com o Blade A510 um celular de entrada, para tentar uma fatia do mercado que aos poucos tem sido esquecida pelos outros fabricantes, o preço não é mais baixo de todos, mas o aparelho vem com um hardware até que aceitável para o mercado que propõe atender.

O Blade A510 tem um processador Quadcore MediaTek o MT6735P, 8gb de espaço interno e aqui acho que a ZTE podia ter mais carinho, pois no total temos menos de 4gb para instalar nossos apps, ok podemos por um cartão de memória, mas praticamente apenas para fotos e filmes, nem todos os apps, o sistema Android deixa colocar no cartão de memória, e mesmo sendo um aparelho mais simples, 4gb de espaço interno é muito pouco para o tamanho dos apps de hoje. Tem 1gb de memória ram que dá para usar em apps básicos, mas não espere um celular rápido para fazer múltiplas coisas ao mesmo tempo. Lembre-se, é um celular de baixo custo, para atender o básico e isso ele faz sem problemas ou engasgos. 

Tem uma tela HD melhor que de muitos aparelhos acima dele, é 4G dual sim, e curiosamente a entrada dos cartões dual sim UMA é padrão normal, e a outra nano sim. Se você tem 2 chips vai precisar de um adaptador pois a entrada 1 usa chip maior, não entendi isso muito bem. Poderia ser muito prático uns 2 anos atrás, mas hoje praticamente todo mundo tem chip nano, e você vai precisar de um adaptador, que pelo menos na minha caixa não veio. 

Apesar da tampa ser removível, a bateria é lacrada, e ele tem até um bom desempenho no consumo da bateria que tem 2200mAH, mas uma coisa que notei é a demora para carregar a bateria quando está mais para o final dela com o carregador original que é de apenas 1000 mAh, com um carregador de outro aparelho que seja mais potente, a carga é muito mais rápida. Com o carregador original a bateria 100% descarregada demorou quase 4 horas e meia para carregar, com um de outro fabricante que era mais potente, o tempo foi quase metade disso.

Entendo que a ZTE trouxe para o Brasil um aparelho de baixo custo, mas acho que poderia ter vindo com pelo menos mais espaço de armazenamento, pelo menos 2gb de ram, e um carregador um pouco mais potente, para que o consumidor que compre o produto tenha uma experiência mais agradável.

Possui câmera de 13mp com flash led na traseira e de 8 frontal, e são ok, para tirar durante o dia elas atendem bem, tem ruídos na imagem, nada que comprometa a qualidade das fotos, d enoite, como sempre, poucos aparelhos conseguem se salvar, e o Blade também sofre com a falta de luz, pois o flash led não consegue ter iluminação suficiente, mas não é um defeito dele, é um problema de praticamente qualquer celular do mercado, mesmo alguns top de linha não conseguem tirar fotos no escuro.

A câmera é fácil de usar, e dá para fazer fotos no dia a dia, mas precisa colocar um cartão de memória pois com menos de 4gb de espaço interno você vai ficar sem ter como instalar apps. Tem HDR e foco automático. 

O Blade vem com Android 6.01 e não espere por uma atualização para o Android 7 né? 

O que gostei é de ver o Android quase puro, são poucos aplicativos que vem de fábrica, basicamente um aplicativo de apps brasileiros para baixar, um navegador de internet, gravador de som e rádio FM e todos podem ser desinstalados.

Uma curiosidade, mexendo no menu de configurações temos a opção de botões e atalho que deixa mudar a ordem dos botões. Eu que uso o S7 sempre apanho, pois, os botões são invertidos na Samsung, e ao poder inverter podemos ficar com o botão igual, isso é muito legal se você vem de um aparelho da Samsung, e não vai apanhar para acostumar com novo formato de botão.

O Blade é bonito e bem-acabado, é leve e cabe bem no bolso. E não é um aparelho que tem aparência de frágil, a tampa traseira é de plástico e acho que apenas ela pode riscar rápido com contato em mesas e tal.

O som do ZTE Blade é MONO, ao olhar pela tampa e ver os furos, pensamos em 2 canais, mas quando se tira a tampa podemos ver apenas uma saída de autofalante, mas estamos falando de um aparelho de entrada certo?

Bom vamos aos testes.

Não tenho como comparar ele com outro aparelho do mercado, pois faz tempo que não testo um aparelho de entrada, então limpei minha mente para não comparar com aparelhos muito acima dele, e tentei me adequar ao aparelho.

Colocando o básico, como Whats, Facebook, Instagram, Gmail, Google Maps, e Swarm, não colocando jogos pois não iria jogar nele, (apenas por curiosidade instalei o Clash Royale, e o jogo funciona MUITO BEM, é um dos poucos jogos que gosto, demora um pouco para carregar, mas depois flui muito bem).

O aparelho não engasga, está rodando liso tudo que é compatível com ele, todos os aplicativos básicos que uso funcionam sem nenhum problema. 

O que atrapalha é o pouco espaço, uso cerca de 112 aplicativos, nada de jogos, e só consegui instalar 56, pois faltou espaço no aparelho, ok, eu não sirvo de parâmetro, sei que o foco desse aparelho é outro, mas acho que pelo menos 16gb seria o ideal, pois ele aguenta o tranco nos aplicativos.

Resumindo o Blade pode ser uma ótima opção se você não quer ou não pode gastar muito em um celular, é bonito, rápido, da conta do recado na maioria dos aplicativos que usamos, é de uma marca conhecida e que já esteve no Brasil, e lá fora tem aparelhos muito, mas muito interessantes.

Claro que tem seus pontos negativos como todo aparelho, mas nada de negativo no hardware, poderia ter 2gb de memória, mas não percebi o aparelho apanhar dos aplicativos.

Recomendo?

Sim, acho que vale a pena você conhecer, e se está pensando em trocar de aparelho ele pode ser uma boa opção. Ou se está fazendo um Upgrade no seu aparelho antigo e não pode ou não quer gastar muito, você pode gostar do Blade.

Abraços a todos.

 

 

 

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here