E pelo visto a Campus Party 2014, teve um final não muito interessante.

Apesar de ter tido coisas bem legais como a batalhas de robôs, promovida pelo Submarino, A Ford apresentou o Focus, que muita gente parou pra ver, entre outros.

Mas no final, após conversar com muitas pessoas no evento, pra variar os problemas de sempre, Calor, pouca água, roubos e furtos, e um problema muito mais grave na edição deste ano.

Duas pessoas foram presas suspeitas de pornografia infantil, Segundo o delegado do Deatur, o Dr. Osvaldo Nico Gonçalves. Caraca eu sou muito fã deste delegado, com ele não tem tempo ruim não, ta sempre em cima, e mesmo o cara sendo esperto, acaba dançando, parabéns ao Dr Nico.

A denuncia foi feita pelos próprios participantes, e a policia rapidamente encontrou os dois responsáveis, prendendo os dois em flagrante, o que fará com que os suspeitos fiquem presos até que sejam julgados.

Vamos agora esperar o balanço da policia sobre os roubos e furtos deste evento, que de longe foi o mais fraco, desde que a Campus Party veio para o Brasil.

Sei que muita gente irá discordar, mas tirando os fanáticos de plantão, podem perguntar para todos, e terão a mesma resposta, feira deixou muito a desejar na qualidade e atendimento aos participantes.

E não ficarei surpreso se em 2015 a Campus Party mude de estado, o que não será ruim para o evento, pois um novo lugar levará novos participantes, porque em São Paulo, como falei na matéria anterior, já deu tudo que tinha que dar.

E pesquisando na net, twitter, Facebook, 2014 foi o ano que menos se falou da Campus Party, desde que ela chegou ao Brasil, motivo ? Simples, pouca gente ainda tem interesse no evento, da forma como era antes.

Para os patrocinadores, ainda pode ter sido interessante o ano de 2014, mas para 2015, acredito que muitos deverão pensar se vai valer a pena, investir em uma feira que tem a mesma cara, mesmo formato, nos últimos 7 anos, e sem novidades meus amigos, não tem evento que aguente.

Abraços a todos.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.