Tempo para Leitura: 4 minutos

Depois de toda confusão que apareceu com o Uber em São Paulo, com Veto (ilegal) do serviço e agora com nosso “ilustre “prefeito dando sinal que pode regularizar o serviço, os próprios taxistas pelo menos a geração mais nova, parece concordar que o UBER não é tão ruim assim.

Uma coisa é fato, se o Uber caiu no gosto de uma parte das pessoas, é porque existe algo de errado com o serviço regular de frota não acham?

Carros sujos, motorista mal vestidos, mal-educados com corridas curtas, ar condicionado no carro não são todos que gostam de deixar usar, carros batidos ou com kit gás que não deixa colocar malas na porta mala, e por aí vai.

Vale lembrar que isso não é para todos, tem muito taxista que tem seu carro em ordem, se veste de forma adequada, usa ar, e temos que dar o devido crédito para eles.

Mas é fato que o Uber fez algo importante, fez com que taxistas percebessem que eles não são únicos, que não são e nunca serão insubstituíveis, que qualquer momento pode surgir algo melhor e que a população adote.

Nos últimos 2 meses eu andei de UBER, andei de TAXI, e pude ver as mudanças, peguei taxi sujo, taxi batido, taxi que não tinha porta mala, taxista mal vestido e de mal humor, mas as 3 ultimas vezes peguei taxis limpos, motorista bem vestido, ar condicionado ligado, bala e agua no carro, carregador de celular e até WIFI, e claro resolvi perguntar para 2 deles o porquê desta mudança rápida e inesperada!!!

A resposta foi simples, foi o UBER, percebemos que o passageiro quer mais do que apenas entrar e ir de um ponto ao outro, quer conforto, quer ar condicionado, quer ver na tela o caminho que estamos fazendo, sim os 3 últimos que usei, perguntaram se eu indicaria algum caminho, ou poderia usar o WAZE.

Continuando com a conversa o taxista disse, o Uber é ilegal pelo fato de não pagar os impostos e de não ser regulamentado, mas eu gosto do Uber, os caras usam carros novos, são educados, e não enrolam o passageiro como outros taxistas. (Palavras do Carlos (nome foi trocado)

E o Carlos ainda disse, hoje eu e quase 90 colegas de trabalho, resolvemos ser um tipo de Uber, mas de Taxi, carros em ordem, ar condicionado, Waze, e alguns carros já tem wifi e carregador de celular, ele (Carlos) não coloca bala e água, pois disse que isso aumenta os custos de forma considerável para ele, pois ele paga aluguel do carro, e eu (Richard) acho que isso não é algo que influencia, mas o restante sim.

O Roberto outro taxista, disse, o Uber serviu pra alertar a gente, sabemos que o serviço vai existir, que não tem como evitar isso, mas se a gente se mexer, se a gente arrumar o que está errado, podemos competir de igual pra igual com eles, e o passageiro poderá escolher o que é mais interessante, eles tem a vantagem de ter carros melhores, podem ter o vidro filmado, a gente não, mas mesmo assim podemos ser mais rápidos para chegar, pois temos uma frota de mais de 30 mil carros, eles não chegam a 3 mil,  oque deixa a gente em vantagem.

Tanto o Roberto como o Carlos, concordam que o que aconteceu de bagunça. Foi sempre na sua maioria com taxista velho de praça, ou de outros que usam o carro de gente mais velha e acaba obrigada por ele, a ir na manifestação ou tentar coibir o Uber, mas nós, os mais jovens, sabemos que Taxi em São Paulo é bem complicado, que temos gente boa, mas tem muito que não presta. Os que entenderam o recado, estão melhorando tudo que podem, e já perceberam a diferença no dia de trabalho, pois apesar de elevar o custo, estamos com mais passageiros, mais indicações e isso reverte em mais dinheiro.

A gente não queria gastar nada, pois sabia que o passageiro não tinha muita opção, ou é a gente ou o “buzão”, mas aí o Uber veio, e mostrou que uma terceira opção existia, e bem melhor que a gente.

Conversei com ambos os Taxistas abertamente sobre o Uber no trajeto de ida e volta, ambos concordam que o Uber nem faz cócegas na frota de Taxi de São Paulo, mas que sabem que se não tiver reciclagem, o Uber cresce e pode nesse momento tirar uma fatia do mercado deles. Ambos estavam arrumados, de calça e camisa, ar condicionado ligado, carros limpos, dentro e fora, WAZE mostrando o caminho. Ou seja, uma parcela da frota percebeu que coisas simples podiam ser feitas, e que o passageiro iria gostar e se sentir bem mais confortável.

Não sei se a maioria vai aderir. Mas uma coisa é certa, o Uber, independentemente de ser aprovado ou não, conseguiu fazer com que a frota de taxi de São Paulo acordasse, e tomasse algumas providencias.

Como eu sempre digo, em tudo existe espaço para todos, se algum tipo de serviço nasce, é porque o serviço atual não atende as necessidades, ou não tem qualidade. No fim quem vai ganhar é o passageiro que passa a ter mais conforto, e diminui a chance de ser enganado se o taxi que ele entrar usar o Waze ou outro aplicativo que mostre para ele o caminho.

Eu acho que o Uber será aprovado, e irá conviver em paz como deveria ter sido desde o início.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.