Testamos o LG G6 e ele entrega o que promete

LG G6

LG G6
74

Tela

9/10

    Bateria

    10/10

      Hardware

      9/10

        Camera

        8/10

          Preço

          2/10

            Pros

            • Ótima Tela
            • Acabamento
            • Bonito
            • Bateria
            • Hardware

            Cons

            • Não ter Fone de Ouvido de Qualidade
            • Ser Single Chip
            • Ter apenas 32gb internos
            • Preço Alto demais

            Bom como de costume, não vou fazer um review, pelo simples fato de já ter meio milhão deles e vou poupar vocês hahaha.

            Mas pude usar o LG por um tempo e vou contar aqui o que achei do novo aparelho da LG.

            Mas antes vamos passar por algumas coisas, ou começar pelas partes negativas, que são poucas, mas vale comentar.

            Se você esperava novos módulos, esquece, a LG abandonou os módulos no G5 mesmo, a ideia era ótima, mas a forma que foi criada para usar era muito ruim de ser aplicada, ficar desligando aparelhos trocando bateria, para poder usar, acabou matando uma ótima ideia. E no G6 foi totalmente abandonada.

            A LG também resolveu deixar ele single chip, uma pena, pois tem muita gente que usa 2 chips, principalmente em viagens e isso eu achei um ponto negativo

            E outra coisa que me incomodou muito é o fato de não ter um fone de ouvido de qualidade, um celular com o preço do G6, tem obrigação de vir com um fone de qualidade, e não obrigar quem comprou e gastou 3000,00 gastar ainda mais em um fone de ouvido.

            Ok, você deve estar me perguntando, mas é o processador não é um ponto negativo?

            Não, pode parecer estranho, mas temos que entender algumas coisas, antes de criticar a escolha da LG, concordo com vocês que seria legal ver ele com o processador mais novo, mas quando a LG resolveu criar o G6, o processador que estava, digamos saindo do forno era esse, o 835 veio logo em seguida, e não é segredo para ninguém que a quantidade era muito baixa para atender LG, Sony e Samsung, e a LG resolveu focar em um processador já pronto e em quantidade para atender ao mundo todo, em vez de fazer como Sony e Samsung, que colocaram o 835, mas apenas em alguns países, e em quantidade limitada de início, pois o fabricante do processador ainda não tinha estoque para atender a todos, a verdade é essa. E o projeto do G6 quando iniciado foi baseado no Snap 821, e mudar o processador no meio do jogo, significa rever tudo que já foi feito, e atrasar o lançamento do produto, e a LG queria lançar ele na MWC desse ano, então não teve escolha.

            Mas tirando os pontos negativos acima e explicado o porquê do processador, vamos falar do aparelho, que achei interessante.

            A primeira coisa é a tela, em uma proporção bem fora do padrão 16:9 que conhecemos, a LG adotou o formato 18:9, que já é usado em salas de cinema, mas o que isso muda para nós?

            Bom resumidamente, mais tela, em um aparelho menor, é bom porque fica fácil de segurar, mais conforto, por outro lado, nem todos os apps estão preparados para ela, o que faz que tenhamos tarjas pretas grandes, em alguns casos. Netflix e Youtube já tem conteúdo para esse formato, mas não são todos os filmes, o que novamente gera uma tarja preta, que não incomoda, mas em aparelhos 16:9 ela não existe. Mas como todas as novidades, é preciso um tempo para que as coisas sejam adaptadas para novos formatos, e acho que não vai demorar muito para que isso aconteça.

            O G6 tem vidro na frente e na traseira, sendo este curvado com Gorilla Glass 5, eu não curto vidro na traseira, pelo fato de deixa o aparelho mais frágil, mas isso é uma tendência meio sem volta, todos os fabricantes colocam e a gente tem que tomar mais cuidado, ou colocar uma capa para proteger um pouco mais.

            Sua tela usa o IPS LCD, e é a melhor em aparelhos que usam IPS como telas, realmente é bonito e gostoso de ver filmes no G6.

            Tem uma resolução QHD ou 2k de 1440×2880, o suficiente para ver filmes e jogar com ótima qualidade de imagem.

            Algo que acho muito importante em celular hoje em dia é ter proteção contra água e poeira, e o G6 é a prova d´água, e assim dá para a gente usar sem se preocupar se vai estragar.

            A Interface é da LG, usa boa parte do Android puro, mas conta com recursos da própria LG embarcados, eu particularmente prefiro o mais puro possível em qualquer aparelho, pois as atualizações acabam sendo mais rápidas. A versão do Android que temos no G6 é a 7.0.

            Agora vamos falar da Bateria, essa nova geração do Snapdragon junto com o Android 7, parece ter finalmente acertado na receita, o G6 comigo usando os apps de sempre, e-mail e gmail, sim uso os 2 haha, Facebook, WhatsApp, google maps, Instagram, bancos, e o jogo Clash Royale, tirando da tomada as 7 da manhã, chegou até as 9 horas da manhã do dia seguinte com 3% de carga, colocando a câmera que vejo a marcela, ele suportou até as 2 da manhã.

            Mesclando o uso do 4g e do wifi. Ou seja, bateria parece não ser um problema para o G6, que tem uma de 3.300mAh e suporta o Quick Charge 3.0, isso quer dizer que é possível ter uma carga rápida em poucos minutos e ter algumas horas de sobrevida, caso você não possa esperar ele carregar por completo.

            Uma coisa que detesto, é sensor de digital perto da câmera, pois a gente acaba colocando o dedo e sujando a lente, no novo S8 da Samsung, eu odiei o posicionamento do sensor, ok, pode até querer colocar atrás, mas nunca do lado, e próximo da lente.

            O G6 também tem sua digital na parte traseira do aparelho, mas abaixo da lente que fica mais na parte superior, eu continuo não gostando dele atrás, mas pelo menos na posição que está no G6, a chance de a gente enfiar o dedo na lente ficou menor, até entendo que com o botão na traseira temos mais tela livre, mas tem que ter alguma forma desse botão, não sujar a lente hahahaha.

            Ele usa interface usb-C, e vai se acostumando com elas, pois hoje praticamente todos os novos aparelhos usam essa interface, e em breve teremos fones e outras coisas que usam e serão compatíveis com os nossos aparelhos.

            Mas vamos falar das fotos?

            Sou bem chato com fotos, vocês sabem, som e foto é algo que bato pesado, como já bati lá em cima sobre o som, que acho um absurdo um aparelho custando 4 mil reais não ter um bom fone de ouvido incluído, vou falar um pouco das fotos.

            O G6 possui 2 câmeras traseiras, o que faz com que ele tenha muito mais detalhes e um foco muito melhor e a profundidade é muito mais nítida do que qualquer outro concorrente com uma lente só, as fotos durante o dia e com claridade ficam realmente muito boas, quase sem granulação, e tendo um angulo de 125 graus é possível ter muito mais informação na foto, em relação a uma lente comum, ou para ficar mais fácil entender, em vez de ter apenas 5 amigos na foto, na mesma posição dá para colocar uns 8 ou 9, na mesma foto, isso é bem legal.

            Mas infelizmente nem tudo são flores né, afinal não existe aparelho perfeito, e de noite o G6 sofre com pouca luz, as fotos saem muito granuladas, o flash led é insuficiente para lidar com certas situações, ok, as fotos não são ruins para publicar em redes sociais, mas não ficam boas para impressões, o G6 é ótimo para fotos diurnas, mas sofre muito em fotos noturnas com pouca luz.

            E por fim não poderia deixar de falar sobre isso, até pensei em não falar, mas não seria correto com vocês. O preço!!!

            A LG anunciou o aparelho por R$ 3999,00 mas já é possível encontrar ele sem parcelar por R$ 3000,00 ou até R$ 3500,00 parcelado, mas um preço extremamente alto por um aparelho que vem com processador de geração anterior, com apenas 32gb de espaço interno e single chip, não queria fazer comparações, mas um Moto Z  com o Snap 820, ou seja 2 gerações anteriores com projetor e Snap de bateria hoje custa R$3100,00 e é dual chip e tem 64 de espaço interno, e o Galaxy S8 já é possível achar na faixa de 3200,00.

            Porquê da comparação? Preço, hoje no mercado o S8 é o aparelho vendido no Brasil mais potente do mercado, em seguida vem o G6, que é seguido de perto pelo Moto Z, e temos o Moto Zplay 2, que mesmo estando abaixo nos specs, é um concorrente muito próximo.

            Se a LG resolveu que seu aparelho iria usar um processador abaixo do 825, single chip, e com apenas 32 de espaço interno e sem fone de ouvido de qualidade, teria que ter colocado o preço compatível com essas especificações.

            O G6 é um ótimo aparelho, mas não pelo preço colocado hoje no mercado, eu colocaria ele custando no máximo R$ 2500,00.

            Com o preço praticamente idêntico ao S8, a LG acaba perdendo a chance de emplacar seu aparelho no mercado, ele pode ser o top de linha da empresa, mas não é o top de linha em hardware, do mercado, e precisa se posicionar como tal. Dessa forma iria vender muito mais, entendo que a empresa as vezes prefere ter o aparelho mais restrito, mas tenho colegas que tem a linha G e já migrou para duas gerações mais novas, mas quando o G6 foi lançado, escutei, eu adorei o aparelho, mas por esse preço eu compro um aparelho mais parrudo.

            A LG precisa rever seus planos de preços, não adianta fazer um belo aparelho, sabendo que não será o top de linha do mercado, e colocar um preço absurdo nele, pois não vai vender, e dessa vez a culpa não é de um aparelho que tinha uma ótima ideia com os módulos, mas por ser algo que era ruim de trocar acabou morrendo na praia.

            Dessa vez o G6 é um ótimo aparelho, bem-acabado, ótima bateria, ótima tela e hardware de respeito, mas acho que quem vai fazer o aparelho ser novamente um sério candidato ao fiasco foi a própria empresa com seu preço absurdo. Eu realmente torço para a LG mudar o valor e colocar o G6 no seu devido lugar, que é em segundo ou terceiro lugar na lista dos aparelhos, e com um preço compatível com sua realidade, não tenho dúvidas que irá vender como água.

            Não tive engasgos com o G6 durante o meu uso nos dias que fiquei com o aparelho, somente quando estava com o Clash Royale e a câmera da Marcela ligada correndo em segundo plano, ele deu uma engasgada, mas nada fora do normal, gostei do aparelho, a bateria me surpreendeu, e o formato da tela também, me faz falta mais espaço interno, para não precisar jogar as coisas no cartão, e ser dual chip, pois quando viajo deixo meu chip ativado e uso o Knowroaming para dados, e dessa forma não preciso ficar tirando e colocando chip, a falta do fone não me incomoda, pois uso o da Bose para viajar.

            Recomendo ?

            Sim é um belo aparelho, mas precisa esperar um pouco para que ele baixe para pelo menos R$ 2500,00. E ele vai valer a pena. E desde o seu lançamento até agora ele já baixou R$ 1000,00 então acredito que em mais uns 3 meses ele entre na casa dos R$ 2500,00 e passe a ser uma opção de compra que vale a pena.

            Compraria?

            No preço atual não. mas se eu precisasse de um aparelho e ele estivesse entre 2 a 2.5, seria uma das minhas opções.

            Abraços

             

             

            DEIXE UMA RESPOSTA

            Please enter your comment!
            Please enter your name here