Tempo para Leitura: 2 minutos

A Ford escolheu Paris, considerada uma das cidades com trânsito mais estressante do mundo, para testar uma versão avançada do seu sistema de frenagem ativa na cidade (Active City Stop) que evita o risco de colisão traseira em velocidades de até 50 km/h. O objetivo foi checar a eficiência do equipamento em um ambiente real e desafiador, depois do extenso programa de desenvolvimento e testes feito em pista fechada.

“As ruas de Paris são um teste para os nervos mesmo dos motoristas mais experientes. Os veículos andam rápido e competem pelo espaço, em múltiplas faixas e cruzamentos movimentados”, diz Nils Gerber, especialista de Engenharia de Sistemas Elétricos e Eletrônicos da Ford Europa. “Sabíamos que elas seriam perfeitas para testar o sistema em condições que são simplesmente impossíveis de reproduzir em pista fechada.”

O sistema conta com sensores sofisticados de luz e proximidade, que escaneiam a pista à frente 50 vezes por segundo. Assim, ajudam a reduzir a severidade de colisões traseiras e, em alguns casos, podem evitar totalmente um acidente.

Confira o teste do sistema de Frenagem Automática em Paris aqui

Se o motorista não reage a tempo quando o tráfego à sua frente fica lento ou para, o sistema aciona os freios, reduz o torque do motor e acende as luzes de alerta traseiras.

No teste feito nas ruas de Paris – que estão entre as dez mais congestionadas da Europa – motoristas profissionais com experiência no local dirigiram por entroncamentos famosos como a Place de l’Etoile e o Arco do Triunfo, para onde convergem 12 grandes avenidas.

Por segurança, a frenagem automática foi desativada durante os testes. Mas os engenheiros puderam monitorar e analisar quando o sistema seria utilizado, para garantir sua atuação apenas em situações de risco de colisão traseira. Vídeos em tempo real permitiram uma análise mais detalhada de condições específicas.

“Paris é um lugar muito bom para esse tipo de teste, pois você encontra todos os tipos de situações de direção”, diz Pascal Houssais, motorista profissional que participou do teste. “Os motoristas podem ser muito imprevisíveis, mudando de faixa sem qualquer aviso, e as pessoas estão sempre com pressa.”

Os engenheiros da Ford rodaram mais de 4.000 quilômetros com protótipos do Mondeo e da van Tourneo Connect durante os cinco dias de teste, nas piores horas de trânsito na cidade. Após essa avaliação, o equipamento foi aprovado para uso em veículos de produção.

O sistema de frenagem ativa na cidade foi lançado no Ford Focus em 2011 e tornou-se rapidamente um sucesso entre os motoristas europeus. Hoje, mais de 170.000 veículos da marca na Europa são equipados com essa tecnologia, oferecida também no New Fiesta, B-MAX, C-MAX, Grand C-MAX, Kuga, Transit Connect e Tourneo Connect.

f01 f02

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.