Dois triciclos com equipamentos de alta tecnologia percorrem as ruas da Cidade Luz, chamando a atenção de parisienses e turistas. Cada um deles leva um poste com nove câmeras, um GPS, um computador e um gerador e vai tirando fotos. O objetivo é acrescentar imagens tridimensionais de locais só acessíveis a pedestres nos mapas do serviço de vista de ruas (Street View) do Google.

Cada triciclo leva um mastro com nove cãmeras, um GPS, um computador e um gerador

A empresa norte-americana contratou dois ciclistas para percorrer os jardins, os lugares históricos e zonas exclusivas para pedestres e tirar milhares de fotos. “A ideia é poder oferecer imagens de 360º de lugares que eram inacessíveis antes”, disse a porta-voz do Google, Anne-Gabrielle Dauba-Pantanacce, em uma entrevista, de acordo com a agência Associated Press.

Os ciclistas, vestindo camisetas com a inscrição do Google e usando capacetes brancos, visitam lugares bem conhecidos como o Palácio de Versalhes, a oeste de Paris, o Jardim de Luxemburgo, na margem esquerda do Sena e Les Halles, no centro da capital.

O Google vai tirar fotos de Paris até o dia 20 de agosto e depois se voltará para o norte do País. No outono (hemisfério norte), o sul do país será alvo das fotos, disse a porta-voz. A companhia quer agregar fotos nas opções de vistas de ruas em todas as cidades francesas com zona turística.

Outros triciclos similares percorreram ruas de cidades britânicas e italianas em junho e julho, disse Dauba-Pantanacce. O Google planeja traçar planos tridimensionais das ruas de outras cidades européias, mas ainda não fixou as datas.

Um poste branco na parte traseira do triciclo sustenta uma plataforma octogonal com oito câmeras laterais e uma na parte superior. A cada minuto as câmeras tiram uma série de fotos de alta definição, para permitir que os usuários online dêem um passeio virtual pela zona.

Avistado na quinta-feira em La Defense, o triciclo parecia um corpo estranho no moderno centro comercial. “Passeei duas horas esta manhã”, disse Gregory Landais, 25 anos, que fez uma pausa depois de atravessar La Defense. “Fotografar bem um lugar como este pode levar até cinco horas”, contou.

As fotos de Paris e outras grandes cidades francesas devem estar disponíveis online até o final deste ano. Um turista português, José Mountinho, olhava o triciclo com curiosidade. “Já vi os mapas do Google, mas não tinha ideia de como eram feitos”, comentou.

Fonte Terra

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.