Vai viajar? Veja dicas para hospedar o seu cão com segurança

Quando não der para levar o cachorro, veja o que deve avaliar na hora de escolher um espaço para ele ficar na sua ausência

Estamos nos aproximando das festas de fim de ano e férias e quem tem um cãozinho em casa já começa a se preocupar com onde deixa-lo durante as férias da família. Para quem irá viajar no fim do ano, essa é a melhor época para começar a busca por ambientes confortáveis e seguros para hospedar o cão, pois nem sempre é possível levá-lo para a viagem.

Se quiser curtir as férias tranquilamente, sabendo que o seu animalzinho está em boas mãos, é preciso tomar alguns cuidados, principalmente na escolha do ambiente em que vai hospedar o seu bicho.

  1. Faça uma visita e avalie o ambiente

Checar as acomodações, higiene e segurança são as considerações principais, segundo ela. “Atente-se ao comportamento dos cães no local, geralmente quando são maltratados costumam ficar acuados”, alerta.

Confira com o responsável pelo espaço se existe uma rotina com recreações e atividades para o animal, como brincadeiras, exercícios e lazer. Segundo a especialista, durante toda a estadia, o cão precisa ser monitorado pelos funcionários que trabalham para o hotel.

  1. Sinais de que o hotel ou creche é inapropriado para o seu cão

Vale o alerta para cobranças de valores muito abaixo do mercado, salienta Luciana. A empresária reforça que um bom hotel e creche para cães possui um número adequado de funcionários, acompanhamento diário com veterinários, câmeras online e instalações em tamanho adequado.

“Prestar esse tipo de serviço tem um custo operacional elevado. Então, se o valor for muito baixo, provavelmente o hotel não dispõe do necessário para uma estadia confortável e segura”, sinaliza.

  1. Opte por serviços profissionais

Segundo a Luciana, há alguns dias uma cliente ligou aflita, pois não conseguia mais contato com a tutora que estava negociando para hospedar o seu cão por meio do aplicativo, e precisava urgente de uma creche.

Para ter segurança e viajar tranquilamente opte por serviços profissionais, assim não corre o risco de enfrentar problemas ou imprevistos de última hora, como ocorreu com essa cliente.

“Também desconfie de hotéis que só permitem visita ao local com hora marcada”, acrescenta Luciana. A proprietária alerta que esses espaços podem agir de má fé, com receio de que o cliente ao aparecer de surpresa encontre problemas.

  1. Segurança com a saúde dos cães

Além de avaliar as instalações e os profissionais que atuam no espaço, note se solicitam a carteirinha de vacinação ainda no check in, pois as vacinas V10, Raiva, Gripe e Giardia devem estar em dia. O anti-pulgas também é aplicado no cão que precisa estar com a saúde em ordem para ser recebido na creche.

  1. Se os animais ficam soltos, como ocorre a separação entre os dóceis e bravos?

No Planet Dog Resort os animais costumam ficar soltos e juntos, pois não trabalham com baias ou canis. No entanto, Luciana explica que isso vai variar muito de hotel para hotel e do conceito de cada ambiente.

“Realizamos uma avaliação comportamental antes da hospedagem e avaliamos se o cão é dócil e de que forma reage em contato com os demais animais”, explica. Em casos de agressividade o hotel não permite a hospedagem do cão.

  1. Lazer e diversão garantida!

Num espaço de 1500m² o Planet Dog Resort, por exemplo, oferece para o peludo uma rotina rica em atividades ao ar livre, como natação, caminhada, brincadeiras com a bolinha, entre outras recreações. Portanto, se for viajar, vá tranquilo ciente de que o seu bicho estará feliz e em ótimas mãos!

“Ficando em um hotel, os cães se relacionam com os demais, o que ajuda muito na sua socialização, pois tendo com quem brincar e se distrair, eles se tornam mais amigáveis e felizes e, consequentemente, menos ansiosos e estressados”, conclui Luciana.

** Luciana Praxedes, é proprietária do hotel e creche para cães, Planet Dog Resort.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here