Tempo para Leitura: 9 minutos

Bom, nunca escondi, e sempre falei em muitos posts, câmera de celular não presta, não é que não presta, mas é que não se compara a uma máquina fotográfica, principalmente de noite, sempre fui defensor de levar a câmera, mesmo que isso signifique quase 1 quilo de peso na mochila, afinal, você pode não ter outra chance de ter fotos de recordação de uma viagem.

Mas resolvi fazer o teste, viajar apenas com o novo S6 ou S6 Edge, ambos são iguais mudando apenas a tela que é curva no Edge, mas deixei mesmo a máquina em casa, pois eu sabia que se levasse eu fatalmente iria usar.

Confesso que fiquei meio incomodado de deixar a Canon T3i e as 2 lentes em casa, sempre me deram fotos maravilhosas, sempre me sinto confortável em levar comigo, mesmo sabendo que tenho 1 quilo na mochila, que depois de 4 horas pesam 40, mas ou fazia isso, ou não iria conseguir fazer o que eu queria testar, viajar apenas com um celular.

O Rmax tem quase 10 anos, e durante esse tempo é clara a evolução das câmeras dos smartphones, o tem celular ainda que devia ter vergonha de falar que tem câmera, de tão ruim que é, mas a maioria evoluiu, mas nenhum, e é isso mesmo NENHUM, era páreo para uma máquina fotográfica, principalmente de noite, quando a coisa fica péssima para as lentes dos celulares, não sai nada, sai borrado, quadriculado, melhor nem tirar a foto.

Mas nos últimos anos tudo melhorou, e mesmo eu tentando ainda não rolava deixar a câmera, as fotos eram boas, mas apenas boas, e não lindas.

O último aparelho que testei foi o iPhone 6, que realmente tinha uma bela câmera, mas também enfrentava problemas com fotos de noite, ok é normal isso em celular, mas se eu queria deixar minha câmera em casa, um celular teria que tirar fotos noturnas, ou não seria possível,

Quando peguei o S6, o que mais me chamou atenção não foi a memória, o acabamento, o sensor ou processador, foi a qualidade das fotos, e passado um mês com ele, percebi que as fotos estavam sim bem evoluídas, e mesmo de noite as fotos tinham uma qualidade que me fez pensar, será? Será que agora dá??

Bom neste fim de semana, eu a Fe e mais 6 amigos iriamos fazer um bate e volta até o Uruguai, pra comer mesmo, aproveitamos uma promoção da Black Friday do ano passado onde a passagem estava para trocar milhas em um valor que valia muito fazer isso, pois sex, sab e domingo saindo em SP todos os dias, iriamos gastar muito mais do que se a gente fosse viajar então resolvemos fazer um tour de 1 dia e meio em Montevideo

Nos últimos dias antes da viagem eu tinha apenas um problema, decidir se iria levar a Canon ou apenas o S6, pois tinha medo de não levar e me arrepender das fotos depois, mas por outro lado o S6 estava me mostrando que ele dava conta do recado, mesmo de noite, e ainda tinha algumas vantagens, não pesa, já podia dividir as fotos com os amigos, e já tinha backup na nuvem se algo desse errado com o aparelho, por outro lado, a Canon me fazia se sentir confortável com as fotos, eu sabia que não iria ter problemas com fotos noturnas ou rápidas, mas tinha o peso de 1 quilo, lentes, baterias, cartão de memória carregador, e a viagem era de apenas 1 dia.

Sério depois de uns 4 dias pensando no que levar, decidi levar apenas o Galaxy S6 Edge, mesmo no fundo achando que iria me arrepender, e me sentindo um pouco chateado em deixar minha Canon em casa, mas eu sabia que se eu levasse, eu iria usar, e não iria conseguir tentar fotografar apenas com o celular, decisão difícil, mas era preciso, pois se desse certo, em algumas situações eu saberia que ia poder deixar ela em casa sem ficar preocupado se iria ter boas fotos.

Bom então vamos lá e seja o que deus quiser né? Se ficar ruim eu vou escrever, se ficar bom também, e espero que minha escolha não tenha sido errada.

Tenho que confessar que o S6 superou todas as minhas melhores expectativas, fotos ficaram ótimas e de longe a melhor câmera de celular atualmente, mesmo a do iPhone que apesar de eu não curtir o aparelho, posso falar que é a segunda melhor do mercado.

Não senti falta da Canon, consegui fotos até mesmo noturnas, com ótima qualidade, e posso dizer que finalmente encontrei um rival para a Canon, o que é bem raro, afinal é uma bela câmera contra um celular, mas o S6 mostrou que a Samsung desta vez, realmente se preocupou em colocar uma câmera de qualidade.

2015-05-24 01.21.11
Foto Galaxy S6 Edge

Vejam a foto acima, de noite e com luz apenas do cassino, ficou sem serrilhado, com boa nitidez, e sem aquelas manchas tipicas de foto noturna de celular.

Foto do iPhone 6
Foto do iPhone 6

A foto acima foi tirada com o iPhone 6 que claramente mostra que de noite sofre com a falta de luz.

 

 

IMG-20150525-WA0018
Foto iPhone 5s

 

IMG-20150525-WA0023

O iPhone 5S apresentou também um pouco de deformação na imagem, por falta de luz a foto acaba saindo com serrilhamento no branco

IMG-20150525-WA0021
Galaxy S4

 

Mesmo o Galaxy S4 sofre com a baixa luminosidade do lugar, é possível ver a granulação em diversos pontos da imagem.

2015-05-23 15.44.13

Esta foto fizemos uma brincadeira, mas observe que mesmo sem praticamente luz, não temos ninguém serrilhado, e a foto ficou bonita.

2015-05-23 15.45.04

Aqui usamos 5 celulares colocados no chão com o flash ligado para ter luz, e  fazer com que a gente pudesse aparecer, já que não tínhamos nenhuma fonte de luz, e o resultado, é uma foto bonita, clara e sem ter perdido muito os detalhes e sem ter a foto muito sacrificada.


Fotos durante o dia também ficaram muito boas, tanto as cores como a qualidade dos detalhes, fotos que eu tentei tirar como se fosse usando a Canon, ou seja, fotos de coisas que eu achei legal fotografar.

Pra fechar várias fotos com a câmera frontal, que alem da qualidade que está muito, mas muito boa, ela tem um angulo maior permitindo que mais pessoas e paisagem possam entrar na foto, sem precisar do famoso Pau de Selfie, que alias eu levei, mas nem precisei usar.

Uma ultima comparação entre S6 e iPhone 6, com a foto de um mesmo lugar.

2015-05-23 15.52.56
S6 Edge
IMG-20150525-WA0013
iPhone 6

O que podemos ver nas fotos acima é que o iPhone 6 deixa as fotos mais lavadas, enquanto o S6 deixa mais colorido, e se observar o iPhone 6 serrilhou determinadas partes, mesmo de dia, já o S6 manteve a qualidade na foto inteira, não estou aqui detonando um ou outro aparelho, sério estou fazendo um texto mostrando a vantagem de usar o celular ou a câmera, e para esse comparativo entre os dois era inevitável, como é impossível não notar a qualidade superior da câmera do S6, sem puxar o saco de um fabricante ou outro, mostrar as fotos, e ai não tem muito o que fazer amigos, é clara a vantagem do S6 em cima do iPhone, na câmera, mas isso até mesmo quem tem iPhone concorda, que o S6 tem a melhor câmera do mercado até agora, e eu, acho que a única empresa hoje capaz de superar o S6, seria a Sony, se colocarem uma lente com um bom hardware, por que nos dias de hoje nem os Lumia conseguem superar o S6. É um fato, não uma frase de fã.

O que posso resumir, é que pelo menos com o Samsung Galaxy S6, eu posso dizer que sim, é perfeitamente possível viajar sem a minha Canon, não senti falta nem uma vez da câmera, é claro que tem situações como um evento de corrida, ou algo que esteja em um ambiente que pode não favorecer um celular, como festas mais escuras, ou se eu quiser um pouco mais de recursos, a Canon ainda vai ser imbatível, mas posso falar que (é, olha eu mordendo minha língua) hoje, existe celular que é quase tão bom quanto uma câmera como a T3i da Canon, tem recursos, abertura, foco, claridade suficiente para tirar fotos de qualidade, e as vantagens são muitas, peso por exemplo, a Canon com a lente 135, pesa 634 gramas, mais a lente de 50MM que levo que pesa 150 gramas, 2 baterias mais 100 gramas, o case de proteção mais 120 gramas, podemos calcular ai 1 quilo de peso nas costas enquanto não usa, e depois quase 700 gramas no pescoço quando tiver usando, ai você junta cabo do celular, carregador de celular, remédios, capa de chuva, algo para beliscar que coloco na mochila para andar durante o dia, temos mais de 4 quilos na mochila durante o dia, isso se não tiver o notebook na mala, porque ai meus amigos, passa dos 7, e no fim do passeio essa mochila ta pesando 30 quilos, fora o quanto vamos ficar cansados com esse peso todo.

Já carregando um celular, 200 gramas do carregador portátil, com os remédios capa e algo para beliscar, a mochila chega a 1 quilo, e colocando o notebook chegamos a 3 quilos, que no fim do dia vai pesar uns 10 quilos, uma boa diferença, sem o notebook, sua mochila no fim do dia vai estar com no menos de 1 quilo, pois as bebidas e comidas já vão ter sido devoradas, o que faz com que a gente chegue no fim do dia bem menos cansado.

Vale? poxa vale muito se for fazer passeios doidos como eu faço, que é sair bem cedo de manhã com apenas a mochila, e andar por toda a cidade o máximo que conseguir ver, seja com um ônibus turístico ou por contra própria, por exemplo, eu quando viajo, tento conhecer um pouco da cidade, mesmo que de forma rápida, no dia de folga começo as 8 da manhã e volto lá pelas 23 horas, uma média de 20 a 40 quilômetros caminhando para conhecer as coisas, e uma mochila que pese o menos possível, deixa a gente bem menos cansado no fim do dia.

Curti a experiência de sair sem a Canon, não me arrependi em nenhum momento, o celular me atendeu perfeitamente em todas as situações.

Ok e a Bateria? bom bateria ainda é um problema para qualquer celular em uso intenso e o S6 não é diferente disso, ainda mais viajando, apesar de usar um chip local pois o Knowroaming lá demorou demais para ativar e quando ativou os valores estavam muito altos para se manter, usei um chip 4G, e direto no Instagram, Facebook, Google Maps, Here, Trip Advisor e Swarm, e claro muita foto, em um uso bem acima do meu normal, a bateria do celular retirado as 7 da manhã da tomada, ao meio dia já tinha chegado ao fim, mas nada que um bom carregador portátil não resolva, eu apesar do peso extra, sempre levo 2 grandes de mais de 10000 mAh, garantindo desta forma que bateria não vai faltar.

Claro que temos o lado negativo, tudo tem, infelizmente, e o S6 não foge disso, ainda falta um Flash, que seja bom de verdade para momentos extremos onde somente um Flash pode salvar a foto, e nessa hora a Canon faz a diferença, a Falta do Cartão de memória, faz uma ENORME diferença, pois infelizmente com o S6 sem cartão a gente tem que descarregar as fotos e depois apagar, pois 64gb, pode parecer muito, mas no meu caso com os apps, e usando o Spotify no modo off line, sai de casa já com 30% do espaço usado, e cheguei em casa com 64% consumido, basicamente por conta das fotos e vídeos, que terão que ser deletados do aparelho, eu gostaria que o S7 tenha novamente o cartão de memória. E a parte mais delicada, é sim o aparelho, chama atenção, é bonito todo mundo olha, e se você viaja sozinho acaba tendo que tomar muito cuidado para não ser roubado, ok a Canon também é assim, tem que tomar cuidado, mas no caso do celular, ele fica praticamente o tempo todo na mão, ao contrário da câmera, e depende de onde você for visitar o cuidado precisa ser bem maior para não ser roubado.

Bom, mesmo com os pontos negativos, eu aprovei e pretendo fazer novamente uma Trip usando apenas o celular, percebi que é possível e fico bem menos cansado, sem contar que é uma coisa a menos para ficar carregando.

Troco a Canon pelo celular? Bom ainda não, acho que tem situação que a Canon vai ser melhor que o S6, afinal ainda é uma máquina fotográfica contra um celular, e ainda não é possível a substituição, mas pelo que estou percebendo, se a coisa continuar como está, uma boa máquina fotográfica pode realmente estar com os dias contados para pelo menos 80% das situações.

Ufa que texto longo.

Abraços a todos

 

 

 

1 COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.