Tempo para Leitura: 2 minutos

O Visa Brasil Co-Creation Center abre suas portas em São Paulo, como parte do plano global de inovação da Visa. A iniciativa tem como proposta trabalhar em conjunto com importantes players do mercado brasileiro para cocriar o futuro das soluções de pagamento, aproximar a empresa dos clientes e expor os ativos da companhia. O espaço atenderá aos emissores de cartão, credenciadores, estabelecimentos comerciais, fintechs e startups, e será um local de trabalho colaborativo, prático e dinâmico.

O Centro expande o sucesso do Miami Innovation Center, instalação inaugurada em junho de 2016 e que funciona como um hub para a região da América Latina. O Visa Brasil Co-Creation Center será o primeiro ponto de contato da Visa com desenvolvedores e parceiros brasileiros. “Estamos criando uma rede. Esse espaço representa uma continuação do esforço e jornada da Visa, e permitirá que nossos clientes locais participem de um grupo global de inovação para cocriar a próxima geração de aplicativos de pagamento”, diz Eduardo Coello, Group Executive, Visa Inc. America Latina e Caribe.

A Visa está revolucionando a indústria global de meios eletrônicos de pagamento e esse espaço no Brasil vem para solidificar e fortalecer a liderança da empresa na região. “Estamos no meio de uma grande mudança de paradigmas. Com a migração do cartão de plástico para a internet das coisas, o desenvolvimento dos pagamentos móveis, e a entrada de novas empresas no tradicional grupo de players do setor de pagamentos, a Visa assume o compromisso de protagonizar e potencializar essa revolução e trabalhando para garantir que todas essas novidades sejam eficazes e seguras”, afirma Percival Jatobá, Vice-presidente de produtos da Visa do Brasil.

No Brasil, esse espaço inovador está atrelado à abordagem de design thinking – conjunto de métodos e processos que busca solucionar desafios de forma colaborativa e mais humana, na qual os envolvidos são colocados no centro de desenvolvimento do produto. Os parceiros terão acesso a APIs (interfaces de programação de aplicativos) e SDKs (kits de desenvolvimento de software) da Visa por meio do Visa Developer Program – que transforma a maior rede de pagamento do mundo em uma plataforma aberta para desenvolvedores de softwares e aplicativos.

O país foi escolhido para sediar um Co-Creation Center por seu potencial de crescimento e ambiente diverso e pujante de startups, e também porque os brasileiros são conhecidos como early adopters de tecnologias. Nos últimos meses, a Visa lançou algumas tecnologias pioneiras, como a tokenização e os vestíveis (wearables).

 Para Percival, o Visa Brasil Co-Creation Center é um marco dentro da empresa por simbolizar o início de uma nova era. “Temos convicção de que, ao aliar a criatividade dos empreendedores e desenvolvedores brasileiros com a expertise e a inovação gerados pela Visa, grandes negócios e novas parcerias surgirão no País. Vamos elevar o nível do setor de pagamentos no Brasil”, diz o executivo.

Foco no Consumidor

 Fernando Teles, anunciado recentemente como o novo diretor geral da Visa do Brasil, acredita que o Co-Creation Center irá acelerar a criação de novos negócios, além de apoiar os consumidores que, cada vez mais, fazem uso de dispositivos conectados para comprar, pagar e receber pagamentos. “Nosso Centro tem a missão clara de inspirar nossos clientes e parceiros com uma combinação de novas tecnologias que vão ao encontro das necessidades presentes e futuras do consumidor. Como líder em tecnologia de pagamentos, é imperativo que habilitemos nossos clientes a atender a demanda dos consumidores, e os ajudemos a acompanhar a velocidade da inovação no comércio digital”, diz o executivo.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.